Rombo do afano de Lalau já passa de R$1,1 bi


A recuperação da quantia milionária desviada na construção do Fórum Trabalhista de São Paulo, escândalo da década de 1990, está longe de chegar ao fim.

Em 2001, o rombo no episódio envolvendo o então senador Luiz Estevão (foto) e o juiz Nicolau dos Santos Neto, o Lalau, foi avaliado em R$ 169,5 milhões pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Dez anos depois, chega a R$ 1,1 bilhão, sendo que apenas R$ 50 milhões foram recuperados, cerca de 4,5% do total da dívida.

No processo principal de execução contra o grupo, foram penhorados 1.255 imóveis. Entretanto, a grande maioria deles não é o alvo de reclamação porque é ocupada, o que dificulta a liberação na Justiça.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Daniel Alves de Souza  On abril 23, 2011 at pm:36 pm

    Gostaria de saber é que, quando a justiça é pra ser feita contra os poderosos encontra uma dificuldade enorme. A prova é esse processo que envolve o juiz Lalau e seus assistentes (todos muito ricos com dinheiro desviado do povo Brasileiro, como diz a matéria). Na verdade, o juiz Lalau e seus assistentes se aproveitarão indefinidamente desses bens até o final das suas vidas. E a justiça?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: