Morre Farley Granger ícone de Hollywood


Farley Granger, ator que ficou conhecido por seus dois trabalhos com o cineasta Alfred Hitchcock, Festim Diabólico (1948) e Pacto Sinistro (1951) morreu aos 85 anos no domingo, 27 de março, de causas naturais.

Farley Earle Granger nasceu em 1º de julho de 1925, na Califórnia. Sua família, apesar de rica, sofreu com a quebra da Bolsa de Valores de 1929 e acabou vendendo todos os seus bens. Granger se mudou com os pais para Hollywood. Seu primeiro filme foi The North Star, em 1943. Hitchcock descobriu o ator ao assistir em uma sessão privada a atuação de Granger em Amarga Esperança, de Nicholas Ray, que havia sido rodado em 1947.

Depois de fazer Sedução da Carne de Luchino Visconti na Europa, em 1954, Granger se afastou de Hollywood, processo que não teve volta quando ele assumiu publicamente que era gay. No final de sua carreira, Granger participou de diversas peças na Broadway, incluindo The Seagull e Deathtrap. Em 1986, ganhou o prêmio Obie por sua performance na peça Talley and Son.

Em 2007, o ator publicou um livro de memórias, Include Me Out, em que discute abertamente sua carreira e sua vida pessoal. O livro é coassinado por Robert Calhoun, parceiro de Granger, produtor de TV com quem ele vivia desde os anos 60. Um dos últimos trabalhos de Farley Granger nas telas é o documentário The Celluloid Closet, de 1995, que aborda justamente a homossexualidade em Hollywood.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: