Liz taylor: fecham os mais belos olhos do cinema


A atriz Elizabeth Taylor morreu hoje aos 79 anos, informou a imprensa norte-americana. A artista estava hospitalizada no Cedars-Sinai Hospital, em Los Angeles, informou a rede de televisão ABC.

Em comunicado, a agente da atriz, Sally Morrison, informou que Elizabeth morreu cercada pelos filhos. Ela estava internada havia seis semanas, após apresentar um problema no coração. Elizabeth ganhou o Oscar duas vezes.

Segundo a ABC, no fim da vida ela se tornou famosa por seus sete casamentos e pelo comportamento às vezes excêntrico. Ela vinha apresentando problemas de saúde nos últimos anos e apareceu em público em estado de saúde frágil, lembrou a rede norte-americana.

Nascida em Londres, em 1932, de pais norte-americanos, ela retornou para os EUA no final da Segunda Guerra.

Em 1963, notabilizou-se pelo papel de Cleópatra. Ela recebeu o Oscar pelos filmes Quem tem medo de Virginia Wolf? e Disque Butterfield 8.

A atriz Elizabeth Taylor marcou um período da história do cinema, mas também se tornou uma presença na mídia devido à sua vida pessoal.

Taylor nasceu em Londres no dia 27 de fevereiro de 1932, filha de um casal de norte-americanos. Seus pais resolveram voltar aos Estados Unidos quando ela tinha sete anos, temerosos da situação de guerra na qual a Europa entrava em 1939.

Ela começou a carreira ainda criança, quando um amigo de seus pais sugeriu que a pequena e bela Elizabeth fizesse um teste para cinema. Após algumas participações no cinema, ela ficou conhecida com “National Velvet” (1944), dos estúdios MGM. Após o trabalho, ela se tornou a principal estrela infantil do estúdio.

Em 1954, Taylor, já uma estrela, trabalhou nos filmes “Rhapsody” (1954), “Beau Brummell” (1954), “A Última Vez que Vi Paris” (1954) e “Elephant Walk” (1954).

Em seguida, ela contracenou com James Dean no filme “Assim Caminha a Humanidade” (1956). Dean morreu em um acidente de carro em 1955, antes da estreia do filme.

O sucesso “Cleópatra” veio em 1963 e ela foi a primeira atriz a receber o cachê de US$ 1 milhão por um filme. Na produção, ela encontrou Richard Burton, que se tornaria seu quinto marido, pois Taylor já havia então casado com Conrad Hilton, Michael Wilding, Michael Todd e Eddie Fisher.

Ela e Burton se divorciaram em 1974, mas casaram outra vez em 1975 para se separarem definitivamente em 1976. Após ele, Taylor se casou com John Warner e Larry Fortensky.

Taylor também ficou conhecida por sua amizade com o polêmico Michael Jackson e por seus trabalhos para ajudar infectados pelo vírus HIV.

A saúde da atriz era motivo de preocupação há algum tempo. Em 1997, ela retirou um tumor do cérebro. Em 2002, passou por um tratamento contra câncer de pele. Ela foi diagnosticada em 2004 com Insuficiência Cardíaca Congestiva, uma patologia que impede o coração de bombear sangue oxigenado suficiente para suprir as necessidades dos demais órgãos do corpo, o que gera uma sensação de fadiga, dificuldade de respirar, aumento de peso, entre outros problemas.

Em 2009, foi submetida a uma cirurgia para substituir uma válvula defeituosa no coração. Ela usava uma cadeira de rodas há mais de cinco anos para lidar com sua dor crônica.

Em entrevista, quando tinha 72 anos, a atriz afirmou não temer a morte.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Carolina Flor  On março 23, 2011 at pm:15 pm

    Ela sofreu muito antes de morrer. Acho que, no fundo, ela desejava descansar há muito tempo, e pelo menos agora ela não sofre mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: