Silvio Santos poderá vender empresas para Eike Batista


O empresário Eike Batista não descartou interesse em adquirir ativos de Silvio Santos. Entre eles, a participação no banco PanAmericano e até o SBT.

Quando questionado se poderia realizar uma oferta por uma das empresas do grupo SS, Eike respondeu: “A gente olha tudo”. “O que dá para arbitrar e fazer melhor, a gente olha”, afirmou o empresário.

“Eu jamais entraria para competir com a Ambev ou o Submarino. O Brasil tem áreas de excelência que competem com qualquer player mundial. Mas o Brasil tem um outro lado, que é o Brasil ineficiente. Então tudo que é ineficiente no Brasil a gente enxerga um espaço gigante”, disse.

O empresário afirmou ainda que seria interessante ter um canal de televisão neste momento, já que anunciou sua entrada na área de entretenimento e esporte.

Nesta semana foi anunciada a criação da IMGX, parceria do empresário brasileiro com a IMG, comandada por outro bilionário, o americano Ted Forstmann.

Eike ressaltou que essa empresa tem planos de investir na construção de arenas multiuso pelo país, além do gerenciamento de carreiras de artistas e atletas, o que a IMG já faz no exterior.

O empresário confirmou que ainda estuda fazer IPO (lançamento de ações na bolsa, na sigla em inglês) da holding EBX.

SILVIO SANTOS

O Grupo Silvio Santos, o acionista principal do PanAmericano, anunciou que deve colocar R$ 2,5 bilhões no banco para cobrir um prejuízo causado por uma fraude contábil. Em seu comunicado oficial, a diretoria do banco menciona “inconsistências contábeis”.

O BC descobriu que o PanAmericano vendeu carteiras de crédito para outras instituições financeiras, mas continuou contabilizando esses recursos como parte do seu patrimônio. O problema foi detectado há poucos meses e houve uma negociação para evitar a quebra da instituição, já que o rombo era bilionário.

A quebra só foi evitada após o Grupo Silvio Santos assumir integralmente a responsabilidade pelo problema e oferecer os seus bens para conseguir um empréstimo nesse valor junto ao Fundo Garantidor de Crédito. Como o fundo é uma entidade privada, não houve utilização de recursos públicos. Além disso, a Caixa Econômica Federal, que também faz parte do bloco de controle, não terá de arcar com a perda.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles também detalhou hoje que os problemas no banco PanAmericano se referem a R$ 2,1 bilhões em relação a operações de crédito e outros R$ 400 milhões em recebíveis de cartões de crédito.

A diretoria de Fiscalização do BC calcula que, caso a liquidação do PanAmericano fosse declarada, o rombo atingiria R$ 900 milhões, já que o patrimônio atual da instituição financeira é avaliado em R$ 1,6 bilhão. Ou seja, seriam deduzidos da conta as irregularidades que somam R$ 2,5 bilhões, valor coberto pelo aporte do Grupo Silvio Santos.

Mais cedo, Meirelles destacou o fato de que não houve uso do dinheiro público para resolver os problemas financeiros do banco PanAmericano.

“Foi solucionado o problema sem o uso de um centavo público. Foi preservado o patrimônio dos acionistas minoritários, da Caixa Econômica Federal, e dos depositantes do banco. O Banco Central seguiu todas as normas legais de prazos, agiu a tempo e na hora. Não tem similaridade com o Proer”, afirmou ele, fazendo referência ao programa brasileiro dos anos 1990 de socorro a bancos.

CONSUMO POPULAR

O banco PanAmericano é, no jargão do mercado, uma “financeira”, uma empresa focada no fornecimento de crédito para o consumo popular. Até junho deste ano, instituição possuía uma carteira de empréstimos de R$ 10,9 bilhões, bem como uma base de 12,3 milhões de cartões de crédito emitidos.

A carteira de clientes alcançava 16,9 milhões de cadastros, sendo 2,1 milhões de “ativos” (com empréstimos em aberto). O Panamericano contava ainda com uma estrutura de 203 pontos de venda (até o primeiro semestre de ano), além de aproximadamente 20 mil parceiros comerciais, distribuídos por 85% do território nacional –a maior parte (52%) na região Sudeste e Sul (11%).

O balanço financeiro mais recente mostra que o banco amargou um prejuízo de R$ 20,9 milhões no segundo trimestre, ante um lucro de R$ 51 milhões um ano antes.

UOL

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Sanduck Villas  On agosto 8, 2011 at pm:48 pm

    EFJ EDIÇÕES GLOBAL/AVHSCS-Associação para valorização humana do cidadão.
    PROJETO
    TRIBUTO A IMIGRAÇÃO PORTUGUESA NO BRASIL
    Perfil
    SANDUCK VILLAS, Cantor, Compositor, Musico, Produtor, Diretor, Editor, com 036/álbuns gravados e distribuídos em 241 nações do mundo com sucesso. Escritor, autor de 24 livros publicados e distribuídos para todo o mundo por http://www.bookess.com INCLUINDO O LIVRO DO ANO “UM NOVO PORTUGAL”. Autor: EMMANUEL FRANCISCO JUNIOR/SANDUCK VILLAS.
    ““PROJETO” TRIBUTO A IMIGRAÇÃO PORTUGUESA NO BRASIL”
    SANDUCK VILLAS, convidado-inscrito-concorrendo ao GRAMMY LATIN 2011 com o melhor álbum de Blues da atualidade, vem ao grande publico Brasileiro e Português, mostra a trajetória marcante dos imigrantes que vieram ao Brasil plantar suas raízes de trabalho e com isso conquistar bens e prosperar, e hoje também são responsáveis pela a grande economia Brasileira que já desponta como a quinta economia do planeta.
    SHOW com coreografia, amostra visual dos primeiros imigrantes que aqui chegaram e como conquistaram bens e prosperaram e também a nação Brasileira.
    OBETIVO PRINCIPAL é mostra a geração atual tanto de Brasileiros e de portugueses, que o espirito empreendedor é uma característica do povo Português por suas gerações e com isso é necessário crescer e participar com fidelidade os compromissos assumidos para que haja unidade e respeito aos valores morais e pessoais que dá dignidade ao ser humano.
    UM SHOW INIQUECIVEL com toda a criação de um grande show, para marcar definitivamente a geração atual de que não é fácil conquistar bens e prosperar e ainda gerar riquezas para um país.
    ORÇAMENTO
    Este grande espetáculo terá um custo de produção no valor de R$150.000.00 Reais.
    Estamos buscando apoio da classe empresarial para custear este grande e marcante evento, sabendo que pela lei atual a empresa que participar pode deduzir até cem por cento do capital por apoio cultural.
    Estamos enviando para muitas empresas Brasileiras “esta carta projeto” para que possamos com isso conseguir os meios financeiros para a produção deste grandioso evento.
    Contato
    EMMANUEL FRANCISCO JUNIOR-DIRETOR EFJ EDIÇÕES GLOBAL CEL.21-92394314
    E-mail efjedicoes@hotmail.com
    DIMAS ROCHA-DIRETOR AVHSCS TEL.21-2524-6189
    E-mail dimas.rocha2010@bol.com.br
    Participe deste grande evento que vai marcar a historia da imigração portuguesa no Brasil e em Portugal. Porque este show será mostrado também em Portugal.

  • PAULINHO  On novembro 12, 2010 at am:09 am

    Vai se tornar o novo homem do baú.
    http://WWW.INFORMARTINS.WORDPRESS.COM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: