Arquivo do dia: setembro 22, 2010

O que está por trás da briga da Band com o JB

O Jornal do Brasil respondeu às denúncias feitas pela TV Bandeirantes durante esta semana. Desde segunda-feira (20/9), a emissora exibe uma série de reportagens sobre os investimentos do empresário Nelson Tanure (foto), principal investidor do jornal.

As matérias criticam a atuação de Tanure no setor da indústria naval, além de citar crises em seus jornais, como a extinta Gazeta Mercantil. A emissora ouviu ex-funcionários do empresário e afirmou que Tanure deixou “milhares de desempregados, destruição e dívidas milionárias”. Segundo a Band, as dívidas do empresário ultrapassam os US$ 600 milhões.

Suposto risco de falência

Nesta quarta-feira (22/9), o JB respondeu com a informação de que a Band estaria sob o risco de falência. Segundo o veículo, a emissora teria um calote milionário pela compra de uma rede de fibra ótica para a TV Cidade. O jornal informa que as dívidas da TV Cidade, apenas uma subsidiária da rede, são estimadas em R$ 680 milhões. São seus credores os governos federal e estaduais, fornecedores e ex-funcionários.

Efetivado o leilão judicial,diz o JB,  a emissora perderá seu único ativo – a rede de fibras óticas, que comprou e não pagou – e ficará sem condições de fazer frente às suas obrigações com credores, colocando em risco de falência a própria TV Bandeirantes. A rede agora é disputada por várias empresas, entre elas a NET e o grupo de Tanure.

De acordo com o JB, a série reportagens foi motivada por essa disputa. O jornal acusa o empresário João Carlos Saad ( foto), dono da Band, de manter um “noticiário inescrupuloso, utilizado para ameaçar e chantagear interessados no negócio que Saad não soube conduzir”.

Ataques em editorial
Além da matéria, o Jornal do Brasil ataca a Band em seu editorial, ao dizer que a emissora faz “chantagem” e que “presta um desserviço ao jornalismo brasileiro”. O texto ainda acusa Joelmir Beting de ser “dublé de apresentador, porta-voz e propagandista de empreendimentos bancários”.

A série de reportagens da Band deve continuar até sexta-feira, informou o site O Repórter. O JB também trará nova matéria sobre a TV Bandeirantes na edição de amanhã (23/9).

Beckham gastou R$ 17 mil com prostituta

Depois de Wayne Rooney, do Manchester United, e Peter Crouch, do Tottenham, a imprensa inglesa acusa o meia David Beckham, do Los Angeles Galaxy, de ter mantido relações sexuais com uma prostituta.  Nesta quarta-feira a revista “In Touch” publicou que David Beckham traiu a esposa Victoria e gastou US$ 10 mil (R$ 17 mil) por uma noite com uma garota de programa.

De acordo com a capa da publicação ( ao lado), Beckham teria feito sexo “sem proteção” e “a três”. Em entrevista à “In Touch”, a prostituta

Irma Nici, 26 anos, disse que percebeu no programa “por que David é infeliz” no casamento.

A imprensa inglesa afirma que o meia do Los Angeles Galaxy tentou impedir a publicação da reportagem.

Recentemente, a mesma  revista foi a responsável por revelar a traição do marido da atriz Sandra Bullock.

O que Silvio santos foi dizer hoje ao Lula

O empresário e dono da rede de televisão SBT, Silvio Santos, foi ao Palácio do Planalto, em Brasília, nesta quarta-feira, para uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O encontro foi marcado de última hora, em um horário da agenda que estava reservado para uma reunião com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que foi cancelada.

Silvio Santos surpreendeu os jornalistas ao chegar caminhando ao Palácio do Planalto para ter reunião com o presidente Lula e fazer “segredo” sobre o teor da conversa.

Mas o Blog do Planalto, que acompanha o dia a dia da Presidência revelou, pelo menos em parte, o conteúdo do encontro entre o apresentador e Lula.

Segundo o site, em sua conta no Twitter, Silvio Santos chegou “de laptop em mãos” no gabinete para mostra o seguinte vídeo:

Em entrevista de 1989, Lula então com 43 anos, candidato à Presidência pelo PT responde às perguntas do auditório, defendendo medidas como suspensão da dívida externa e o fim da especulação financeira.

Vale lembrar que Silvio Santos é administrador de empresas, apresentador de televisão e dono do Grupo Silvio Santos, que inclui inúmeros negócios como o Baú da Felicidade e o Banco Panamericano. Em novembro de 1989, ele tentou ser candidato a presidência da República pelo pequeno Partido Municipalista Brasileiro, mas problemas no registro da sigla interromperam sua candidatura.

Segundo a assessoria da Presidência, Silvio Santos veio ao Planalto pedir apoio do governo para realização do Teleton, programa televisivo que ocorre uma vez por ano com a finalidade de arrecadar recursos para o tratamento de crianças com deficiências físicas e mentais.

Após a reunião, Silvio Santos disse que pediu uma doação pessoal de R$ 12 mil ao presidente para o Teleton. O valor, segundo ele, é equivalente aos 12 anos de existência do programa no Brasil. De acordo com o apresentador, Lula não deu resposta sobre se daria o dinheiro. Silvio Santos contou ainda que convidou Lula para fazer a abertura do Teleton, mas também não obteve uma posição definitiva do presidente.


Erenice Guerra fora da Eletrobras e do BNDES

Foto: Agência BrasilNa tarde desta terça-feira, a Eletrobras informou em nota o desligamento da ex-ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, do Conselho de Administração da empresa. A ex-ministra havia assumido a função em março deste ano e, nesta terça-feira mesmo, entregou  uma carta na qual ela pede sua saída.

O motivo não foi informado e ainda não há possíveis nomes para substituí-la. Na próxima reunião do Conselho Administrativo, que deve ocorrer semana que vem, essa questão deve ser definida.
BNDES

Além de substituir Dilma Rousseff no comando da Casa Civil, Erenice Guerra também sucedeu a candidata no Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES). O Conselho se reúne de três em três meses e a remuneração mensal dos que fazem parte dele é de R$ 5.122,00.

De acordo com a assessoria do BNDES, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, está fora do Brasil e não pôde receber o documento referente à saída de Erenice da função, o que impossibilita que o processo administrativo tenha continuidade.

Se a ex-ministra não tivesse se desligado das funções por conta própria, o governo já pretendia exonerá-la deles. O Planalto avalia que, após as denúncias, permitir que Erenice continue recebendo dinheiro de estatais poderia contaminar a campanha de Dilma Rousseff à Presidência.

%d blogueiros gostam disto: