Chefe da campanha de Bush sai do armário


O chefe da campanha para a reeleição do então presidente americano, George W. Bush, em 2004, confessou ser homossexual em uma entrevista publicada nesta quarta-feira pelo site da revista The Atlantic.

“Levei 43 anos para me sentir à vontade com esta parte da minha personalidade”, disse Ken Mehlman à revista. “Cada um traça seu caminho, e no meu caso anunciei isto a minha família, a meus amigos e a meus antigos colegas, e todos foram maravilhosos comigo”, disse.

“Se tivesse revelado antes minha orientação sexual, possivelmente teria trabalhado contra a emenda constitucional  para proibir os matrimônios gays”, revelou Mehlman. “Também teria tentado estender o alcance do Partido Republicano entre a comunidad homossexual, da mesma maneira que fizemos entre os eleitores afro-americanos”.

Mehlman anunciou ainda que, após anos no serviço público, planeja se tornar um defensor dos direitos dos homossexuais. George W. Bush governou os Estados Unidos entre 2001 e 2009, e sua política sempre foi considerada pela oposição como homofóbica.

(Com agência France-Presse)

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: