Miss é presa por tráfico de drogas


Vice-Miss Curitiba é presa por integrar quadrilha que distribuía mais de 400 kg de cocaína por ano

Suzimara Steff foi presa acusada de integrar quadrilha que  distribuía 400 kg de cocaína por ano em Curitiba/Foto DivulgaçãoA segunda colocada no concurso Miss Curitiba 2010, Suzimara Steff, foi presa na Operação Ressaca, deflagrada nesta terça-feira pela Polícia Federal no Paraná e em Mato Grosso do Sul.

De acordo com Polícia Federal (PF), a miss foi presa acusada por tráfico de drogas e receptação de pagamentos e depósitos envolvendo dinheiro do tráfico.

Suzimara seria namorada de Eder de Souza Conde, líder da quadrilha que distribuía 400 kg de cocaína por ano na capital paranaense. Ao todo, foram cumpridos 11 mandados de prisão, entre eles a de um casal de idosos – pais de um dos sócios de Conde.

Segundo a PF, Suzimara estaria envolvida com o líder dos traficantes, conhecido como “Fernandinho Beira-Mar do Paraná”, há cerca de um ano. Após amizade inicial, a ligação dela com Conde teria evoluído para namoro e participação nas atividades do bando. A quadrilha faturava cerca de R$ 6 milhões por ano.

O líder do grupo, principal alvo da operação, estaria ainda envolvido na morte de um major da Polícia Militar do Paraná, em 2005, que investigava a quadrilha. A suspeita é de que ele também pode ter participação no assassinato da Evinha do Pó, em 2002, então chefe de tráfico de cocaína em Curitiba.

Na operação, foram apreendidos diversos carros de luxo, lacrada a casa que funcionava como sede das ações da quadrilha, no bairro Tatuquara, bem como uma mansão no bairro Alphaville, avaliada em mais de R$ 1 milhão. De acordo com a PF, todos os béns foram adquiridos com o dinheiro obtidos no tráfico.

Anderson Hartmann, O Globo

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Alice  On fevereiro 8, 2011 at pm:10 pm

    Eu não acredito que essa menina Suse esta envolvida nessa sujeira toda eu conheço ela a famlia dela ela foi envida nisso tudo.

  • Liah  On setembro 17, 2010 at pm:41 pm

    Eu estive em Curitiba visitando uma amiga agente da Policia Federal e tive contato de perto com a menina Suzi, como assim os chamam, uma garota meiga, humilde e muito crente em Deus ouvi a história dela, e acredito sim, que essa moça não tem nada a ver com essa situação, pelo fato de conheçer uma pessoa que naquele momento está envolvida com coisas erradas, não significa que você também está ” tanto as pessoas boas, quanto as ruins, não carregam a marca no rosto” e ninguém tem bola de cristal pra saber com quem a gente se envolve no dia-a-dia, é muito válido conheçer um fato e depois dar o pareçer dele, sem conheçê-lo é impossível, e julgar as pessoas é um ato cruel, o erro dessa moça foi ter nascido bela e conquistado um segundo lugar em um importante concurso de beleza.

  • marcos viana martins  On maio 19, 2010 at pm:59 pm

    Isto vem a provar mais uma vez que bandido não se ve pela cara. Uma moça tão bonita envolvida com pessoas da mais alta periculosidade. Vai ficar na cadeia para aprender, infelizmente do modo mais doloroso que existe: privação da liberdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: