Incêndio Butantan:85 mil cobras consumidas


Um incêndio tomou conta do laboratório de répteis do Instituto Butantan, na Zona Oeste de São Paulo, na manhã deste sábado, 15. A maior coleção de cobras dos trópicos do mundo, com 85 mil exemplares, foi destruída no incêndio.  Amostras de aranhas e escorpiões também foram consumidas pelas chamas.

No laboratório, segundo os bombeiros, a quantidade de álcool e formol aumentou a intensidade das chamas. Nove viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviadas para o local.

Os animais, já mortos, eram conservados em formol. No local estava o maior acervo de cobras do país.

– Eram 77 mil cobras tombadas, mais umas 5 mil para tombamento. Todo o conhecimento do Brasil estava aqui, são 100 anos de história – diz Francisco Franco, curador da coleção.

O fogo parece ter sido causado por um curto-circuito, logo após a chave de luz ter sido religada. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o fogo, que se iniciou por volta das 7h35 da manhã.

Não há registro de vítimas. Dez viaturas e 50 homens foram designadas para o Butantan.

Uma perícia será feita no local e a previsão é de que o resultado seja divulgado em 30 dias.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: