Rádio: Correspondente Guaíba sai do ar


Nesta sexta-feira, 30, dia em que a rádio Guaíba completa 53 anos de atividades, sai do ar o programa mais antigo da emissora. O Correspondente Guaíba é veiculado desde a fundação da emissora em 1957, e durante décadas foi o mais importante do rádio gaúcho, com o nome de Correspondente Renner. A síntese noticiosa, atualmente chamada de Correspondente Aspecir Previdência, tem locução, desde 1964, de Milton Ferretti Jung. O programa também tem participações de Maria Luiza Benitez.

Com a  alteração ocorrida na programação da Guaíba em outubro do ano passado, o programa, que tradicionalmente tinha quatro edições diárias de 10 minutos, passou a ter apenas cinco minutos de duração. Conforme informou a Coletiva.net o gerente de jornalismo Ataídes Miranda, a programação continua a mesma, apenas sendo antecipada nos horários antes ocupados pelo Correspondente.“Todos os programas posteriores ao Correspondente ganharão cinco minutos a mais”, explicou. Milton Jung sai de férias na próxima semana e volta a integrar a equipe de esportes da rádio, com participações no programa ‘Ganhando o Jogo’.

Em 53 anos, o programa já foi chamado de Correspondente Renner, Aplub e Portocredi. Milton foi o quarto locutor da atração, antes comandada por Ronald Pinto, Mendes Ribeiro e Ênio Berwanger. Sobre seus 46 anos na locução do programa, destaca que só tem boas lembranças. “Foi bom enquanto durou”, disse a Coletiva.net.

Também ressaltou que se sente orgulhoso de ser o locutor que permaneceu mais tempo no ar apresentando uma síntese noticiosa no Brasil. Sobre o motivo de o programa estar saindo do ar, disse que as razões são comerciais. Natural de Caxias do Sul, o locutor e radialista está na rádio Guaíba desde 1958. Pela emissora, cobriu as Copas do Mundo de 1974, 1978 e 1986.

Coletiva Net

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • CÁSSIO JOSÉ POFFO  On abril 1, 2012 at am:53 am

    RADIO GUAÍBA,PORTO ALEGRE, BRASIL.
    SIMPLESMENTE, ACABARAM COM A RÁDIO GUAÍBA.

  • CÁSSIO JOSÉ POFFO  On abril 1, 2012 at am:51 am

    RÁDIO GUAÍBA, PORTO ALEGRE, BRASIL. SIMPLESMENTE ACABARAM COM A RÁDIO GUAÍBA. ENTRE OS PATROCINADORES HAVIA O “SABÃO COSTA” VOCÊS SE LEMBRAM DISSO? NUMA CERTA OCASIÃO, O REPÓRTER MILTON FERRETI IUNG, QUE PELA SIMPATIA QUE TRANSMITIA AO GRÊMIO, SÓ PODIA SER SEU TORCEDOR DE CARTEIRINHA, DO TRADICIONAL “CORRESPONDENTE RENNER”, AO NARRAR UMA OCORRÊNCIA POLICIAL, ENTRE OUTRAS DISSE O SEGUINTE: “OS BANDIDOS FUGIRAM NUM OPALA VERMELHO”. O OPALA FOI LANÇADO NO ANO DE 1971, E DAÍ PARA FAZER UMA TRAJETÓRIA DESDE QUANDO FUI OUVINTE DA RÁDIO GUAÍBA. HOJE, DEPOIS DA REFORMULAÇÃO, NÃO SOU MAIS.EU ERA FÃ DA PROGRAMAÇÃO “A MÚSICA DA GUAÍBA”, DA RÁDIO AM E TAMBÉM DEPOIS “A MÚSICA DA GUAÍBA FM”,ESTA VIA INTERNET.
    LOCURORE

  • CÁSSIO JOSÉ POFFO  On abril 1, 2012 at am:42 am

    RÁDIO GUAÍBA. VOU DIRETO AO ASSUNTO. SIMPLESMENTE ACABARAM COM A , RÁDIO GUAÍBA. ENTRE OS PATROCINADORES ESTAVA O “SABÃO COSTA”~, VOCÊS SE LEMBRAM DISSO E QUANDO?

  • MIGUEL  On dezembro 19, 2010 at pm:48 pm

    A MINHA OPINIAO è MUITO SIMPLES E CURTA, O INCONFUNDIVEL ESTILO GUAIBA FOI DESTRUIDO POR FALTA DE CONHECIMENTOS, FALTA DE CULTURA, FALTA DE TUDO O QUE è BOM. E SEI QUE QUEM FEZ ISSO NAO PODERIA DE MANEIRA NENHUMA ESTAR DE ACORDO COM A MINHA OPINIAO, POIS NAO TEM O CONHECIMENTO PARA ISSO. A GUAIBA TV E RADIOS, MAIS O JORNAL, VERDADEIRA RIQUEZA DO SUL DO bRASIL TERMINOU EM MAOS ERRADAS, SOMENTE ISSO E NADA MAIS!!! O GSUCHO FOI TRAIDO COM ESSA DESTRUIçAO, E O QUE è PIOR è QUE POUCOS GAUCHOS SABEM DISSO…. ESPERAMOS QUE UM DIA ALGUMA COISA BOA POSSA ACONTECER E VOLTE O VERDADEIRO ESTILO GUAIBA SEM JINGLES NEM SPOTS, E COM AS MESMAS MUSICAS DE FUNDO E BOAS VOZES QUE CARACTERIZAVAM A VERDADEIRA GUAIBA. SE ISSO NAO ACONTECER DEVEM TROCAR O NOME DA RADIO E EU SUGIRO UN NOME RADIO BREGA SM 720 E BREGA FM 101,3 E O JORNAL TALVES PODERIA SE CHAMAR CORREIO RECORD DE BREGA, AI SIM TALVEZ EU ACEITARIA A DESTRUIçAO QUE FOI REALIZADA, REPITO POR FALTA DE CONHECIMENTO, DE CULTURA E DE SENSIBILIDADE, FALTA DE CREATIVIDADE, PORQUE NAO ERA NADA DE VELHO ERA SIMPLESMENTE UM ESTILO E PARA FINALIZA SAUDO A TODOS LEMBRANDO DO ULTIMO SINAL ELETRONICO QUE NAO ESISTE MAIS, NEM ISSO DEIXARAM O SINAL ELETRONICO MIGUEL EX AOUVINTE DAS RADIOS GUAIBA

  • Luiz Albea  On agosto 14, 2010 at am:18 am

    Lamento pelo desmonte de uma emissora que era o referencial no rádio gaúcho e brasileiro que nos orgulhava;patrimônio do povo que aprendeu ouvir boas músicas,notícias com credibilidade.Parabens direção da Guaíba voces conseguiram coloca-la no baixo nível,o protesto é de quem há ouve por 45anos, hoje resido em Natal RN e acompanho com tristeza a destruição da emissora AM e FM.”Liderança com credibilidade sr Furucho”.Voces conseguiram!!!

  • Antonio  On junho 19, 2010 at pm:57 pm

    Eu não acredito que a Direção do Grêmio teve a capacidade de emprestar o Mithyuê para o Attético do Paraná. Contrataram o Wiliam ,Enéias, Wuendel e agora emprestam um jogador desta qualidade

  • TUIÂNA.TACHÍNI.TURRA.  On junho 9, 2010 at pm:30 pm

    CARÍSSIMOS.(AS).LEITORES.(AS).SE TINHA UMA COISA QUE SE PODERÍA AFIRMAR COMO A MAIS SUPER CERTÍSSIMA DE TODO ESSE NOSSO MUNDÃO DE DEUS,QUE IRÍA ACONTECER,ERA QUE O BÍSPO EDÍR MACEDO.(POR FAVOR.NUNCA,JAMAIS,SE ESQUEÇAM,EM HIPÓTESE ALGUMA,DESSE NOME).PROTAGONIZARÍA A MAIOR DESTRUIÇÃO,A MAIOR TRITURAÇÃO,O MAIOR ASSASSINATO E O MAIOR ESQUARTEJAMENTO,COVARDE,IMORAL,IMUNDO E PODRE,QUE TRÊS SUPER-MONSTRUOSOS E MONUMENTAIS PATRIMÔNIOS,EXTREMAMENTES GIGANTES,EM TODOS OS SENTIDOS,PODERÍAM SOFRER.(.”FERNANDO VERONÉZI”.E RÁDIOS GUAÍBA.”AM”.E.”FM”.)O BÍSPO EDÍR MACEDO.(IGREJA UNIVERSAL DO REINO DA BESTA).E SUA CAMBADA,SUA CORJA,SUA GANG,SUA MÁFIA E SUA TROPA,ASSASINARAM E DESTRUÍRAM,DA MAIOR E PIOR MANEIRA POSSÍVEL,COM A PIOR DAS PIORES COVARDIAS,TRÊS TESOUROS SAGRADÍSSIMOS,EXTREMAMENTE RESPEITADÍSSIMOS DE TODA A NOSSA SAGRADÍSSIMA,HISTÓRIA E HONRA,BEM COMO,DE TODO NOSSO ORGULHO.AS BESTAS,SIMPLESMENTE,AMASSARAM,ASSASSINARAM,DESTRUÍRAM,ESMAGARAM,ESQUARTEJARAM,PISARAM E TRITURARAM,ETC.UMA VITAL IMPORTÂNCIA DE TODOS NÓS GAÚCHOS E DE TODO O POVO DO RIO GRANDE DO SUL.E NÃO ESTÃO NEM AÍ.DEFECARAM,URINARAM E VOMITARAM NA NOSSA CABEÇA,NA NOSSA CARA,NA NOSSA HISTÓRIA E NA NOSSA HONRA.EM CÍMA DÍSSO,NOS MANDARAM NOS F.E,TAMBÉM A P.Q.P.TODAS AS LIDERANÇAS DO RIO GRANDE DO SUL.(TODOS OS EMPREGADOS DA COMUNICAÇÃO.TODOS OS EMPRESÁRIOS DA COMUNICAÇÃO.TODOS OS EMPRESÁRIOS DE PROPAGANDA.TODOS OS JORNALISTAS.TODOS OS RADIALISTAS E,PRINCIPALMENTE,TODOS OS POLÍTICOS,TODOS,SEM EXCESSÃO,DEVERÍAM,SE TIVESSEM A MÍNIMA DAS MÍNIMAS VERGONHAS NA CARA,COLOCAREM,ENFIAREM,FECHAREM E PRENDEREM POR UM LONGUÍSSIMO TEMPO,TODOS OS SEUS CORPOS,NOS BURACOS E ORIFÍCIOS MAIS FEDIDOS,MAIS PODRES E MAIS PROFUNDOS DO MUNDO).O RIO GRANDE DO SUL JÁ ERA,AFUNDOU,FALIU!.(E NÃO É DE HOJE.QUANTOS E QUANTOS PATRIMÔNIOS EXTREMAMENTE GIGANTESCOS,MONSTRUOSOS E SAGRADÍSSIMOS,JOGADOS FORA E PERDIDOS,HEIN?.).(E A EMPRESA JORNALÍSTICA CALDAS JÚNIOR.LOGO PRÁ QUEM?.MEU DEUS DO CÉU!.).PRINCIPALMENTE PORQUÊ,DEPOIS DE TUDO ÍSSO CITADO AÍ EM CÍMA,PROVOU QUE NÃO TEM LIDERANÇA NENHUMA,NÃO TEM MORAL NENHUMA E NÃO TEM VERGONHA NA CARA NENHUMA.MUITÍSSIMO OBRIGADA!.(VIVA O BÍSPO EDÍR MACEDO).ASS:TUIÂNA TURRA.QUE VERGONHA!!!!!.MEU DEUS DO CÉU!!!!!.

  • moacir lopes  On maio 7, 2010 at am:30 am

    neci em cachoeira do sul em 1957, me criei ouvindo o correspondente renner com o meu pai !! lembro aquelas manhas geladas de inverno centado ao lado do meu pai. ele comentava que leitura perfeita!! fica a leambraça. grato!!!!

  • Jair Alberti  On maio 2, 2010 at pm:22 pm

    Rádio Guaiba: Por um guaibeiro

    A História não é feita apenas de fatos e personagens, mas também de relatos e versões de seus principais momentos, através das vozes de cidadãos comuns, especialistas e personalidades. Somam-se a eles os jornalistas e demais profissionais da Comunicação. Curiosos. Inquietos. Incansáveis na tarefa de transmitir novidades que despertem interesse e possuam relevância.

    Esta sintonia permanente exige disposição para ouvir todos os lados da notícia, objetividade para ir direto ao assunto, clareza para que todos entendam e experiência para aprender com os próprios erros e acertos. Pressupõe, ainda, uma combinação de dinamismo e responsabilidade que assegure a divulgação de informações confiáveis e, sempre que possível, antecipadas. O resultado é uma relação de fidelidade com o público, em um dia-a-dia no qual ambos precisam estar bem informados sobre tópicos que abrangem desde a previsão do tempo até os impactos climáticos globais.

    Assim tem sido a atuação da Rádio Guaíba desde as suas primeiras transmissões, em abril de 1957, quando os discursos inaugurais dos diretores Breno Caldas e Aberto Pasqualini chegaram a milhares de ouvintes, ultrapassando as fronteiras do Rio Grande do Sul. As mensagens irradiadas pelo prefixo ZYU-58 já evidenciavam a opção da emissora por uma programação de qualidade em jornalismo, serviços e entretenimento. O povo gaúcho ganhava mais uma voz ativa em defesa de seus interesses, com excelência técnica, bom-gosto e respeito ao ouvinte.

    A trajetória percorrida pela Rádio Guaíba ao longo destas cinco décadas inclui episódios memoráveis nos quais a emissora se fez presente para reportar em primeira-mão e apurar seus desdobramentos. Deixaram marcas na história da imprensa brasileira, por exemplo, as transmissões radiofônicas das Copas do Mundo, a começar pela edição de 1958, quando a Guaíba foi à única emissora presente na Suécia.

    Não menos fundamentais foram as coberturas de momentos como a construção de Brasília, renúncia de Janio Quadros, movimento da Legalidade, Universíade de Porto Alegre, assassinato de John Kennedy, Golpe Militar de 64, Guerra do Vietnã e desembarque do homem na Lua. A perda traumática do colega Pedro Carneiro Pereira em acidente no autódromo de Tarumã, o incêndio da Loja Renner, a visita do papa João Paulo II a Porto Alegre, o movimento Diretas-Já, o retorno da Democracia ao Brasil, a morte de Tancredo Neves, a Assembléia Constituinte de 1988, a execução de Chico Mendes.

    E como esquecer a queda do Muro de Berlim, o confronto entre Brigada Militar e colonos sem-terra na Praça da Matriz, o impeachment do presidente Collor, a perda de Ayrton Senna e a rebelião do Presídio Central? Ou, ainda, os títulos mundiais da dupla Grenal, o Fórum Social Mundial em Porto Alegre, os atentados de Onze de Setembro nos Estados Unidos, as Feiras de Hannover na Alemanha, as denúncias de Mensalão, a crise aérea brasileira e tantos outros fatos que transcendem a condição de mera notícia. E pelas ruas em todos os quadrantes existia uma afirmação, “se deu na Guaíba, então é verdade”.

    O mesmo padrão de qualidade se estendeu à Guaíba FM (101.3 MHz), que desde fevereiro de 1980 conquistou diversos perfis de ouvintes e se consolidando como referência no segmento radiofônico, por conta de sua programação diferenciada, prezando principalmente por música de qualidade e informação com credibilidade. Foi levado para o FM, o que até então se ouvia no AM “Na Música da Guaíba”, principalmente.

    Novos horizontes – Contraponto

    Desde março de 2007 sob administração do Grupo Record, a Rádio Guaíba passou por inovações em todos os seus setores. Além da contratação de profissionais e da realização de reformas em suas infra-estruturas física e tecnológica. Esse processo tem alcançado formatos e conteúdos, com novos programas e modelos diferenciados de gestão, produção e operação sintonizados com o que há de mais moderno em âmbito mundial, COMPROMETENDO TOTALMENTE a tradição que sempre foi uma da marcas registradas da Guaíba AM e da Guaíba FM.

    Ressalta-se também o Estúdio Cristal, verdadeira janela para o cruzamento da Rua da Praia com a Caldas Júnior, não por acaso denominada oficialmente de “Esquina da Comunicação”. Ali, diariamente, a população TEVE a oportunidade de conferir de perto algumas das principais atrações políticas, culturais e esportivas apresentadas pelo único veículo de Rádio localizado no Centro de Porto Alegre. Interatividade, aliás, é palavra-chave nesse conceito. Recursos como telefone e internet permitem que público passe de condição de mero espectador para a de participante ativo, enviando críticas, comentários e sugestões de pauta. E é amparado neste pensamento que estou escrevendo.

    Por conta desse perfil que conquistou gerações de fãs, muitos deles situados fora dos limites Rio Grande do Sul, como é o meu caso, ou mesmo fora do País, a Rádio Guaíba também é notícia. Pelo que fez, recebe, proporciona e significa. Se você ainda é um “guaibeiro”, trata-se apenas de uma questão de tempo. Se continuar assim, amanhã ou depois você não mais será.

    No dia em que a nossa “Velha Guaíba”, completava seus 53 anos, deram o tiro de “misericórdia”. Acabaram de vez com o que foi construído nessa longa e belíssima caminhada. Tirar do ar o “CORRESPONDE RENNER”, porque é assim que nós o conhecíamos, mesmo tendo outro patrocinador, é no mínimo uma idéia não inteligente. Nesse mesmo dia, deveriam ter mudado o nome da rádio; alterado seu perfil; buscado outros profissionais e terem comunicado a todos nós “guaibeiros” que a partir deste dia nós estávamos órfãos de uma das mais belas histórias construídas na comunicação mundial.

    Tirar do ar o CORRESPONDE RENNER, é para o “guaibeiro” o mesmo que tirar o Cristo Redentor do Rio de Janeiro; implodir o Vaticano e a Praça de São Pedro; derrubar a Torre Eiffel; derrubar e botar fogo na Floresta Amazônica; etc…Quando diminuíram sua duração para 5 minutos; mudaram o horário das 20 para 23, depois para as 21, começaram a destruir uma tradição construída por tantos grandes profissionais desde os tempos de Alberto Pasqualini e que certamente tem muito mais valor que meia dúzia de tostões furados, que podem ser ganhos com a venda de espaços comerciais nestes 40 minutos diários, que o nosso velho RENNER tinha.

    Se a intenção da Rede Record é colocar em Porto Alegre uma rádio popular, com perfil semelhante ao da Farroupilha, deveria ter adquirido uma destas rádios que estão minguando diariamente por pequenos patrocínios para poderem se manter no ar. Certamente o resultado no final das contas seria muito mais lucrativo, já que é só isso que se analisa nos dias de hoje.

    Apesar de não ser gaúcho, sempre admirei muito o apego que este povo tem por suas tradições. O exemplo disso são os milhares de CTGs espalhados por este mundão de Deus afora. Ouvir a Rádio Guaíba e ler o Correio do Povo sempre foi para o Gaúcho algo parecido com vestir-se de bombacha e bota, andar a cavalo, laçar, participar de carreiradas, bailantas, gaitaços, entre outras tradições que sempre foram tão difundidas na conhecida Estância de São Pedro. Quem sabe foi na televisão Guaíba o grande desafio da velha Caldas Junior. Esta nunca chegou a ter a mesma tradição do Correio do Povo e da Rádio Guaíba; as próprias Folha da Manhã e Folha da Tarde, tiveram um sucesso muito maior que o projeto TV Guaíba Canal 2, como era conhecida.

    A visão empreendedora da Rede Record não se discute. O canal 2 de Porto Alegre realmente foi uma grande aquisição e a imediata mudança de nome foi um acerto, porque esta era conhecida apenas na grande Porto Alegre. Já não tenho a mesma opinião com relação ao Correio do Povo e a Rádio Guaíba. Como estes são (eram?) conhecidos nacionalmente deveriam ter seu perfil mantido, usando sua tradição e credibilidade, para alavancar a audiência da televisão. Com relação a um jornal mais popular, deveriam “ressuscitar” um dos títulos da velha Caldas Junior como a Folha da Manhã e Folha da Tarde.

    Espero não ter ofendido ninguém, sou ex-radialista-jornalista com pouco mais de 20 anos de profissão (rádio e jornal) e sempre pautei meu trabalho e minha linha editorial no Manual de Redação da velha Caldas Junior. Sou assinante do Correio do Povo a mais de 25 anos e leitor a quase 40. Ainda sou meio “guaibeiro”, já fui bem mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: