Boris Casoy diz gafe e humilha garis ao vivo


Isto é uma vergonha!!!!

No “Jornal da Band” do último dia 31, o âncora Boris Casoy passou por uma bela “saia justa”. Durante o programa, após as felicitações de Ano Novo de uma dupla de garis, o jornalista não percebeu que o microfone estava aberto e falou o que pensava.

“Que merda!, dois lixeiros desejando felicidades… do alto de suas vassouras… dois lixeiros… o mais baixo da escala do trabalho…”, disse Boris Casoy.

O apresentador, por meio da assessoria de imprensa da Band, reconheceu a ofensa que cometeu contra os garis e prometeu se retratar durante a edição de hoje (1) do programa.

“Ontem durante o programa eu disse uma frase infeliz que ofendeu os garis. Peço profundas desculpas aos garis e a todos os telespectadores”, afirmou Boris Casoy em um breve comentário.

Veja abaixo o vídeo!

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • claudinei ferraz  On janeiro 10, 2010 at am:32 am

    olhemos para DEUS , todos nos erramos e temos falhas cabe a nos perdoar ao proximo para que tambem sejamos perdoados e que possamos estar na presença de DEUS não em carne mas em espirito , a carne para nada serve dela so colheremos a vergonha a corrupção mais uma vez amemos uns aos outros e olhemos para DEUS .

  • João Katan  On janeiro 9, 2010 at am:37 am

    Coitado do Boris Casoy,com esse nome e sua idade pra lá dos montes,só poderiamos esperar isso,quanto aos garis imagino que eles tenham que varrer esse tipo de gente de nossa vidas.

  • marly  On janeiro 5, 2010 at pm:24 pm

    seu velho idiota vai dezenrolar essa lingua que parece mais uma lingua de lagarto, brevemente estará novamente no olho da rua, quem sabe vai precisar tambem varrer -las

  • Hércules  On janeiro 5, 2010 at am:34 am

    Muito importante este comentário do Borys. Comprovou minha suspeita quanto a estes canalhas da mídia televisiva. Se comparam aos nossos políticos. De frente são uns anjinhos. Isto é uma vergonha!!!Crápula se você teve a oportunidade de estar aí não duvide da capacidade de Deus de retirá-lo.Isso é uma vergonha!!!

    Hércules Carvalho Barbosa (Ex lixeiro de uma escola estadual)

  • alex fabiano miranda  On janeiro 2, 2010 at pm:55 pm

    uma pessoa leva avida toda trabalhando para alcancar objetivos, quando pensa que chegou o momento faz um comentario que si fosse feito por um politico corrupto o boris casoy teria aplaudido, porque ele sempre foi um jornalista fantoche que apenas falava o que e’ escrito por outras pessoas , e no momento que fala o que e’ dele mostra realmente o que ele e’….. esse sim e’ o cara de pau que ainda volta para pedir desculpa tinha que pedir era para sair…..

  • wagner brito  On janeiro 2, 2010 at am:12 am

    Velho gagá filho da puta !!!

    É por isso q eu odeio essa burguesia podre !

  • Aguinaldo  On janeiro 2, 2010 at am:03 am

    A vida já insinoooo pra este infeliz , mas ele ainda não aprendeu . e nem vai aprender mais, porque já esta no fim dela ,quero ver ele desfazer da profissão de coveiro na hora que estiver sendo enterrado…….

  • Idoanrel  On janeiro 1, 2010 at pm:18 pm

    O mais baixo da escala do trabalho?
    O mais baixo da escala do trabalho jornalistico é esse velho idiota preconceituoso que fica ocupando o lugar que já deveria ser de outros profissionais mais competentes que ele.
    Desculpas? Pra que pedir desculpas se ele disse o que pensa e certamente não mudou seu pensamento a respeito dos nossos dignos e honestos tabalhadores garis?

  • Riberto Cacheiro  On janeiro 1, 2010 at pm:31 pm

    Só ficam surpresos os que nunca atentaram para a imensa sinfonia de besteiras que esse cidadão despeja na mídia há anos. Um autêntico seguidor do Paulo Francis …

  • Juscelino  On janeiro 1, 2010 at pm:38 pm

    Isto sim é uma vergonha! Francamente, nunca pensei que um dia pudesse ouvir do meu ídolo do meio jornalístico, uma declaração preconceituosa dessas. Pense um pouco. Se não houvesse pessoas para recolher o lixo que produzimos, estaríamos fadados a dividir o nosso ambiente com roedores, baratas e outros bichos. Eles são apenas trabalhadores que, infelizmente, sofrem com o preconceito de pessoas que creditam ser melhores que as outras. Ainda existem pessoas que falam que vivemos num país sem preconceitos. Talvez isto sirva para mostrar ao povo brasileiro, quem realmente são as pessoas. Confesso que fiquei muito chateado quando assisti o vídeo. O trabalhador brasileiro não merece isso. Eu fico pensando como deve ser o tratamento com os empregados dométicos. Enfim, senhor deveria no mínimo, convidá-los para fazer uma retratação em rede nacional, para tentar amenizar a situação. Ficou muito feio! Até quando as pesoas vão cair na real que somos todos iguais.

  • luis gomes  On janeiro 1, 2010 at pm:04 pm

    Comentário infeliz que mostra o preconceito do jornalista para com àqueles personagens humildes de nossa sociedade mas verdadeiros diante das câmeras de tv .Isto é uma vergonha, sr. Bóris!

  • Janaina  On janeiro 1, 2010 at pm:03 pm

    …o mais baixo da escala do trabalho??
    que tipo de trabalho podemos dizer que seria o mais baixo?
    Varrer ruas,catar lixo…isso nao é baixo,é honesto! Não estou roubando e nem matando,trabalham para sustentar a si e seus familiares.Baixo é a conduta que esse senhor( q Deus perdoe suas palavras debochadas) tem ao criticar o próximo.
    Quem é você, Boris Casoy para rir de dois trabalhadores honestos que estavam apenas desejando o bem para todos?E você devia estar incluído nesse pedido( ou não?)
    Mastigue suas palavras 7 vezes antes de soltá-las aos quatro ventos e ao vivo na TV.

Trackbacks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: