Protetores solares reprovados


 

Apenas dois entre dez protetores solares FPS 30 em loção avaliados pela ProTesteApenas dois entre dez protetores solares FPS 30 em loção avaliados pela Pro Teste Associação de Consumidores comprovaram eficiência na proteção solar. E apenas três não apresentaram na composição o benzophenone-3, um ingrediente que já é proibido em outros países, por ser potencialmente cancerígeno.

Quatro dos protetores têm baixa proteção UVA (cujos raios atingem as camadas mais profundas da pele, causando envelhecimento precoce), mas a legislação brasileira não exige um mínimo. E cinco deles não são resistentes à luz e ao calor, perdendo a eficiência.

É o que mostra a análise publicada na revista Pro Teste de dezembro e disponibilizada no site da entidade: http://www.proteste.org.br. O teste envolveu análise de rotulagem, composição, irritabilidade, hidratação, proteção, resistência a exposição solar, e teste em uso.

 

A associação reivindica que seja proibido o uso da substância benzophenone-3 na composição dos produtos, ingrediente proibido em outros países, por apresentar esterogenicidade, entrar na circulação sanguínea e ser potencialmente cancerígeno.

Também está pedindo à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) passe a exigir o fator UVA de no mínimo um terço do FPS do produto, assim como ocorre na Europa, e que esta informação conste no rótulo. Assim como sejam obrigatórios testes de fotoestabilidade para verificar se eles são estáveis nas condições reais de uso, durante a exposição solar.

O FPS é responsável por bloquear os raios UVB, que são mais fortes entre 10 horas e 16 horas, período não recomendado para exposição prolongada ao sol. São os principais responsáveis por câncer de pele, queimaduras e vermelhidão.

Resultados

Os protetores L’Oréal Solar Expertise e o Cenoura & Bronze foram os que se saíram melhor na avaliação de eficiência do filtro solar.

No teste de fotoinstabilidade, o FPS dos produtos foi medido antes e depois da exposição a uma temperatura de 40ºC. As marcas Avon, La Roche-Posay, Nivea, Banana Boat e Sundown foram reprovadas.

Alguns produtos, como o da Nívea, perderam 50% do seu FPS. Todos os protetores analisados são de fator 30. Após uma hora de uso, eles caíam para FPS 15. O segundo pior foi o La Roche Posay, que manteve só 62% de sua proteção indicada no rótulo. Isso não quer dizer que os produtos não oferecem proteção aos raios UVB, e sim que têm pouca resistência à luz e ao calor, segundo a associação. Além de instável à exposição solar, o Coppertone declarou um fator de proteção (30), maior do que o medido (25).

Todos as embalagens mencionavam resistência à água, mas após imersão de meia hora, a proteção do produto da Natura caiu para 30% do FPS inicial, por exemplo. O Sundown caiu para 55%.

A presença de substâncias bloqueadoras dos raios UVA – que têm incidência constante durante o dia todo – é indicada nos rótulos dos 10 produtos. Mas só três embalagens mostram o grau de proteção: Cenoura & Bronze, L”Oréal Solar Expertise e Natura Fotoequilibrio. Não há regulamentação no Brasil que obrigue a presença de substâncias bloqueadoras dos raios UVA, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os produtos que não apresentaram na composição o benzophenone-3, ingrediente que segundo a associação já é proibido em outros países, foram o L’Oréal Solar Expertise, o Cenoura & Bronze e o Hélioblock da La Roche-Posay.

Defesa

As oito marcas de protetor solar avaliadas pela Pro Teste discordaram do resultado da pesquisa e informaram que seus produtos foram submetidos a testes científicos, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e liberados para o comércio. Todas as empresas afirmaram que não tinham conhecimento do estudo.

Pro Teste

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • faugualberto  On fevereiro 23, 2015 at pm:07 pm

    Fiquei super preocupada com essa lista de protetores reprovadas, pq deixam que sejam vendidas e recomendadas pelos dermatologistas q vergonha esse país nada presta,o pior é a omissão dos responsáveis.

  • miranethy  On janeiro 31, 2010 at am:00 am

    parabens pelo trabalho do site…muito bom mesmo

  • alecandra p.  On janeiro 17, 2010 at pm:50 pm

    amiga continua usando sundown, pois é o mais usado. quis trocar me dei mal.manchou as roupas ,foi a loção loreal spertise. e nada foi resolvido.

  • douglas  On dezembro 2, 2009 at pm:33 pm

    recorrer ao abacate omega 9 acido linoleico a gordura mais nobre da natureza,eu faço varias mudas de abacate eu li que o melhor protetor solar é feito do oleo do abacate em santa cruz do sul já tem quem fabrica o oleo,da pra colocar 277 abacateiro num hectare,só que esses merdas plantam soja de 6 em 6 meses em vez de plantar uma cultura permanente,no chile tem 20 mil hectares de abacate;pior que o sol nem começou a queimar ainda,quando começar a queimar mais vai dereter as geleiras e mudar as correntes maritimas e o oceano vai morrer

  • cirlei rozendo  On dezembro 1, 2009 at pm:52 pm

    Gostaria de deixar aqui, o meu repudio contra as autoridades brasileiras.
    E perguntar o que fazem no congresso? Porque só ficamos no prejuizo?Meu esposo faz uso continuo de protetores fator 50, e a especialista exige aconselhou o sundown, e agora para onde correr, isso é uma vergonha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: