Arquivo do dia: setembro 23, 2009

Morre autora de novela da Globo

TV Globo

A TV Globo informou o falecimento da autora Andrea Maltarolli, na manhã da terça-feira, dia 22, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, em decorrência de um câncer de mama com metástases. Andrea, que tinha 46 anos, nasceu no Rio de Janeiro.

Formada em História e em Comunicação Social, Andrea Maltarolli entrou na TV Globo em 1994, através da oficina de autores e roteiristas da emissora.

Ao lado de Emanuel Jacobina, um de seus colaboradores em “Belezapura”, desenvolveu o projeto de “Malhação”. A idéia era ter uma novela diária, sem fim definitivo, que falasse sobre o comportamento de jovens entre 16 e 24 anos. O desafio foi proposto pelos dois autores em 1994, quando ainda faziam parte da oficina de autores da TV Globo.

Em menos de um ano, em abril de 1995, “Malhação” estreou na grade da emissora e continua sendo exibida até hoje. Andrea Maltarolli fez parte da equipe de roteiristas de “Malhação” por alguns anos. Durante este período, escreveu também para outros programas da TV Globo, como “Escolinha do professor Raimundo”, “A turma do Didi”, “Chico total” e “Zorra total”. Em 2008, “Beleza pura” marcou sua estréia como autora de novelas.

Andrea Maltarolli
achava que sua relação com a televisão era mágica. A explicação para este fascínio vem lá de trás. Até os 12 anos, a autora morou no Pará e no Amapá, onde, na época, não era comum as casas terem televisão. “Lembro que uma vez eu vi um aparelho ligado, com a tela cheia de chuvisco, passando futebol. A outra vez foi quando o homem pisou na Lua. Estávamos em uma casa que tinha uma televisão e me lembro do meu pai me chamando para ver. Depois disto, nunca mais assisti à TV, só quando voltei para o Rio. E aí vi um programa de auditório e fiquei totalmente fascinada com aquilo”, revelou Andrea na véspera de sua estreia no horário das sete.

O corpo de Andrea Maltarolli foi enterrado no Cemitério Memorial do Carmo do  Caju, Rio de Janeiro.

Jovem de Cingapura diz ter filho de Ronaldo

Foto de divulgação / Revista Quem
Pai de Ronald, de 9 anos, de Maria Sophia, de 9 meses, e curtindo o quarto mês de gestação da atual mulher, Bia Antony, Ronaldo Fenômeno enfrenta um processo de investigação de paternidade de um garoto de 4 anos. A ação é movida por Michele Umezu, de 27 anos, que mora em Cingapura. Ela teria engravidado do jogador de futebol após um rápido relacionamento, segundo a “Quem”. De acordo com Shige Umezu, mãe da jovem e avó da criança, os dois se conheceram em 2002, quando a filha trabalhava no Japão e o craque participava da Copa do Mundo. Eles teriam se encontrado novamente em 2004 e então ela engravidou.

Diário de São Paulo

O bebê foi registrado por um então namorado dela na época, mas aos 6 meses de vida a semelhança com Ronaldo teriam gritado. A mãe de Michelle ainda conta que a herdeira teria procurado o ex antes de recorrer à Justiça. “Ela trocou e-mails com ele, mandou fotos do meu neto, que é a cara dele, e disse que estava disposta a fazer o exame (…). Ele disse que não era o pai porque tinha operado e não podia ter mais filhos. Estranho porque no mesmo mês em que meu neto nasceu a mulher dele na época (Cicarelli) ficou grávida e logo depois perdeu o bebê”.

O jogador foi notificado sobre o processo de reconhecimento de paternidade na quinta-feira, dia 17, às vésperas do retorno ao Corinthians. O representante do atleta, Fabiano Farah, no entanto, diz que ele não fala sobre a vida pessoal.

%d blogueiros gostam disto: