Morre locutor da Gaúcha: João Cláudio Grass


grassfull001

Morreu ontem (sabado) aos 61 anos  João Cláudio Grass.

Trabalhou no rádio gaúcho por mais de 20 anos, sendo os últimos 17 na Rádio Gaúcha, em Porto Alegre.

Conforme seu depoimento ao “Vozes do Rádio da PUC/RS”  a voz de Deus (como ficou conhecido) foi atiçada, pela primeira vez, quando Grass tinha cinco anos de vida. Seu pai fazia curso de eletrônica por correspondência e montou uma “engenhoca” que tratou de ampliá-la, para o espanto menino. Aos 20, já sem as amídalas e com a voz grave, Grass voltou a exercitá-la, ao montar, com um colega, uma rádio-pirata que transmitia Beatles e Rolling Stones para o bairro em que moravam.

Dois anos depois, um anúncio da rádio Pampa o chamou para a profissão – que, mesmo abolida por um tempo de sua vida, nunca o abandonou.  Depois  Grass passou a integrar a equipe da Farroupilha. Um ano mais tarde, Grass trocou de veículo e foi para T V Gaúcha (hoje, RBS TV) apresentando a edição local do “Jornal Nacional”.

Em 1976, Grass formou-se Engenheiro Mecânico – durante todo esse período como radialista de rádio e televisão, ele cursava a faculdade UFRGS. Uma boa proposta de emprego o levou por 15 anos para São Paulo e o começo da década de 80, voltou à capital gaúcha onde atuou na então rádio Sogipa de 1990 a 91 e depois passou a ser locutor da Rádio Gaúcha, onde atuou até ano passado quando adoeceu.

Talvez você, leitor, não reconheça o nome João Cláudio Grass. Mas, certamente já deve ter ouvido sobre o ponto do orvalho, o bulbo seco do termômetro ou as edições do Notícia na Hora Certa e as propagandas em que uma voz, quase que enigmática, manda que você “leia amanhã em Zero Hora”.

O enterro foi neste domingo no cemitério João XXIII em porto Alegre

Fonte: Vozes do Rádio PUC/RS

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Federico Ricardo Biaggio  On abril 7, 2021 at pm:45 pm

    Lo conocí en 1979 en Spirax Sarco San Pablo como Jefe técnico e instructor de vendedores técnicos. Me impactó por su forma de enseñar, nunca quedábamos en ridículo, le pregunté a que se debía y me dijo que su función era crear amigos para que nunca lo dejáramos de consultar.
    Estuve sólo un mes, me enviaron desde Argentina y terminamos siendo grandes amigos.
    Pido a Dios lo reciba en su gloria.
    Hoy me enteré que había fallecido.

  • cileda toss  On novembro 6, 2011 at pm:44 pm

    Conheci o João Claudio em 1975, em Porto Alegre, hoje procurando por esse amiga que ao longo do tempo perdemos o contato, fiquei chocada com a notícia. Lamento não ter encontrado o João Claudio antes de sua morte.

  • Romeu Mayone  On março 17, 2010 at pm:39 pm

    fui colega de trabalho e muito amigo do casal João Claudio e Irene quando morou em São Paulo, como faço pra entrar em contato com a viuva??? não sabia que tinha falecido, alguem pode me fornecer um contato???? ficaria muito grato
    Romeu

  • Luis Fernando  On outubro 21, 2009 at am:09 am

    Qual foi a causa da morte? A Gaúcha fez alguma homenagem a ele?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: