Aceitas irregularidades em eleição no Irã


O Conselho de Guardiões – máxima instância constitucional do Irã – admitiu nesta segunda-feira, dia 22, que houve irregularidades na eleição presidencial do último dia 12. O resultado oficial, endossado pelo órgão, reelegeu Mahmoud Ahmadinejad para a presidência iraniana.

Segundo o porta-voz do conselho, ainda não é possível determinar se o montante de votos irregulares é suficiente para alterar os resultados da eleição. A estimativa é de mais de 3 milhões de eleitores fantasmas em 50 cidades do país, já que o número de votos excedem o número de eleitores elegíveis nessas regiões.

O conselho declarou Ahmadinejad vencedor das eleições com 62,63% dos votos, enquanto seu rival, Mir Hossein Mousavi, teve apenas 33,75%, surpreendendo muitos especialistas que apostavam na vitória dele.

Sob a alegação de fraude, Mousavi pediu a recontagem dos votos. Desde então, milhares de pessoas tomaram as ruas em violentos confrontos com a polícia. Neste domingo, manifestantes fizeram uma passeata segurando faixas com os dizeres: “Não tenham medo. Nós estamos juntos” e “Morte ao ditador”.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: