Daily Archives: maio 30, 2009

Ex produtor dos Beatles condenado a 19 anos

O produtor musical Phil Spector (foto), de 69anos, deve passar ao menos 19 anos na prisão pelo assassinato da atriz Lana Clarkson, então com 40 anos, em 2003.

Phil Spector, que revolucionou a música pop nos anos 1960 ( ex-produtor dos Beatles e outros ícones da musica Pop), deve passar o tempo estimado na prisão antes de pedir uma condicional. Se negada, ele pode passar o resto da vida atrás das grades.

Clarkson, uma atriz de filmes B de Hollywood, morreu com um tiro na boca, disparado da arma de Spector na casa dele na região de Los Angeles, no Estado americano da Califórnia, em 3 de fevereiro de 2003. Os dois se encontraram algumas horas antes do episódio em uma casa noturna.

Spector trabalhou com nomes como The Ronettes, The Beatles, Cher e Leonard Cohen, entre outros. O produtor negou ter assassinado Clarkson, mas não testemunhou no julgamento.

A acusação sustentou que o disparo em Clarkson foi consequência de um jogo com a arma e que Spector utiliza de violência com mulheres há cerca de 20 anos.

Os advogados do produtor alegaram que a atriz estava deprimida em relação a sua carreira decadente e que ela cometeu suicídio.

Clarkson trabalhava como recepcionista na House of Blues em Hollywood quando encontrou o produtor musical.

A família da atriz também instaurou um processo civil contra Spector, que ainda não julgado.

Spector produziu trabalhos como “You’ve Lost That Lovin’ Feelin”, do Righteous Brothers. Ele teve uma vida perturbada no início, com o suicídio do pai, a irmã internada em instituições para tratamento mental e ele sofreu com depressão severa.

Pouco antes da morte de Clarkson, Spector disse ao jornalista Mick Brown em uma entrevista que ele tinha personalidade bipolar e que “o diabo lutava dentro” dele.

Em 2006, Spector se casou pela quarta vez, discretamente, com a modelo e atriz Rachelle Short, cerca de 30 anos mais jovem que o produtor.

Deputado ofende repórter do ‘CQC’

Vai ao ar, no próximo CQC, na Bandeirante, um diálogo mais do que surpreendente entre o deputado Sérgio (“to me lixando”) Moraes e Danilo Gentili, da turma do programa.

Danilo encontra Sérgio e pergunta: “É verdade que o senhor e o Edmar Moreira vão abrir um bordel no castelo?”. Moraes reage: “Vamos, inclusive convidei a sua mãe.

“Estou te reconhecendo, diz o nobre deputado: você não é aquele que flagrei beijando um cara nos corredores do Congresso, na semana passada?” E Gentili contra-atacou: “Sim, eu estava com o seu irmão”.

“Eu perguntei sobre ele defender Edmar Moreira (sem partido-MG), sobre ele ser acusado de ser dono de prostíbulo no Sul e sobre ligar para tele-sexo com dinheiro público”, diz Gentili.

E de acordo com o repórter, Moraes respondeu com ofensas. “Você é um veado. Eu vi você comendo veado”, disse irritado ao integrante do CQC.

A conversa dos dois será exibida no programa da próxima segunda (1/6), na Band.

Suzane Richthofen diz que promotor se apaixonou por ela

A Corregedoria Geral do Ministério Público Estadual (MPE) investiga a veracidade de um depoimento de Suzane von Richthofen, de 25 anos, prestado à juíza da Vara de Execuções da Comarca de Taubaté, no Vale do Paraíba (SP).

Condenada pelo assassinato da mãe e do pai, em outubro de 2002, Suzane declarou que o promotor de Justiça Eliseu José Berardo Gonçalves se apaixonou por ela e a levou duas vezes para seu gabinete quando esteve presa na Penitenciária de Ribeirão Preto. O promotor nega todas as acusações.

Em depoimento, Suzane afirmou que o promotor, da Vara das Execuções Criminais de Ribeirão Preto, esteve na unidade prisional para tirar algumas fotos da cela onde ela convivia com outras presas. Suzane disse que dias depois ela foi conduzida ao gabinete do promotor, em local fora da prisão, e permaneceu a sós com ele por várias horas.

O promotor teria feito indagações sobre a vida pessoal dela. Após 10 dias, ela disse que foi novamente levada ao gabinete dele, de ambulância e sem algemas. O promotor teria providenciado música ambiente, com CDs românticos, e disse que havia se apaixonado por ela.

O promotor Eliseu José Berardo Gonçalves negou as acusações feitas por Suzane. Ele disse que ela terá de provar na Justiça tudo o que declarou. Gonçalves afirmou ainda que o depoimento dela foi há uns dois anos e que a Corregedoria-Geral do MPE investiga o caso.

O promotor admitiu ter ido à cela de Suzane e tirado fotos, pois, segundo ele, havia denúncia de supostos privilégios às presas. Gonçalves também confirmou que Suzane foi duas vezes a seu gabinete para ser ouvida sobre as supostas regalias.

G1

Ex-salvador da Chrysler perde carro e pensão

Lee Iacocca, o lendário executivo-chefe da Chrysler, que salvou a montadora americana da falência em 1979, acaba de perder o direito ao carro da empresa e parte de sua pensão, devido ao processo de reestruturação da empresa.

A informação foi dada pelo atual presidente da empresa, Robert Nardelli, durante audiência no tribunal de falências.

Apesar de ter salvo a companhia há quase duas décadas, a reputação de Iacocca como um dos mais bem-sucedidos CEOs americanos não foi suficiente para manter seus benefícios agora que a Chrysler se encontra em sérias dificuldades financeiras.

Iacocca faz parte de um grupo de ex-executivos que investiu em um plano de aposentadoria suplementar, que garantia uma renda maior ao deixar a empresa. O problema é que na atual situação, esse programa deixou de ser pago.

A Chrysler também cancelou um programa no qual antigos executivos tinham direito a um carro da empresa durante toda a sua vida. Eles já receberam um comunicado informando que devem devolver seus veículos ou comprá-los da montadora. Iacocca está entre eles.

Em 1979, Iacocca salvou a Chrysler do colapso ao produzir carros mais baratos e de menor custo, que caíram no gosto popular durante a recessão de 1980-1982. Com o dinheiro, a Chrysler foi capaz de pagar rapidamente o empréstimo que tinha o governo como fiador.

O executivo chegou a aparecer em vários anúncios da Chrysler e ficou famoso pelo slogan “Se você conseguir achar um carro melhor, compre”. Sua experiência está descrita em livros como “Iacocca: Uma Autobiografia” e “Cadê os líderes?”

INSS ficará aberto para público por 10 horas

A partir de segunda-feira, 1º de junho, as agências do INSS terão que prestar atendimento ao público por 10 horas ininterruptas. Resolução publicada ontem no Diário Oficial da União determina que o horário deverá ser informado a partir de hoje. Só poderão funcionar por seis horas — como vem acontecendo —, se ficar comprovada a falta de demanda de público ou pessoal.

No Rio, a maioria já funciona das 8h às 18h, 7h às 17h ou das 7h às 14h e até das 6h30 às 14h30. Em alguns casos, a diferença é explicada pelo horário de saída, em áreas de risco, para evitar o trânsito noturno de segurados ou funcionários.

A Associação Nacional dos Servidores da Previdência Social (Anasps) aprova o horário de atendimento, mas estuda com seu corpo jurídico contestação judicial à medida. Isso porque os 39 mil funcionários ativos do INSS teriam até o dia 1º para enviar um formulário assinado, optando pela jornada de 30 horas. Eles foram automaticamente enquadrados em 40 horas e terão de optar pelas 30, com redução proporcional de remuneração.

Hoje, o vencimento básico de Nível Superior é de R$ 742 (40 horas) e de R$ 556 (30) — diferença de 33,45% que se estende pelas gratificações. Alexandre Lisboa, vice-presidente da Anasps, protesta. “A jornada de 30 horas é uma conquista dos anos 80”, defende.

RF avisa por telefone sobre restituição do IR

A partir do dia 1º de junho, o contribuinte que tiver direito a restituição de Imposto de Renda receberá uma mensagem da Receita Federal pelo celular.

A novidade já valerá para os lotes de restituição de 2009 ano-base 2008. O primeiro bloco de contribuintes receberá o dinheiro no dia 15 de junho.

Quem desejar ativar o recurso precisará cadastrar o número do seu telefone celular no endereço eletrônico da Receita (www receita.fazenda.gov.br). Após a habilitação, um código de ativação será enviado para o celular cadastrado.

O contribuinte deverá, então, acessar o site da Receita e informar o código de ativação e confirmar o número do celular habilitado.

A partir da liberação da consulta aos lotes de restituição, o contribuinte será informado via SMS. A Receita usará o novo sistema também para os lotes residuais do IR 2008 ano-base 2007. Só poderá ser cadastrado um número de celular por CPF.

AE

Previ vende Le Méridien por R$ 170 milhões

A Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, fechou ontem a venda do tradicional hotel carioca Le Méridien ( em Copacabana) à rede Windsor, por cerca de R$ 170 milhões em diversas parcelas.

Com mais de 30 anos de existência, o prédio precisará ser reformado, o que poderá custar mais R$ 60 milhões à nova proprietária.

O diretor de Marketig da Rede Windsor, Paulo Marcos,  confirmou o fechamento do contrato para a compra do imóvel. Segundo ele, ainda não há muitos detalhes sobre negociação e os planos de revitalização do empreendimento serão anunciados em breve.

A Previ cogitava vender ou alugar o prédio, inclusive para empresas comerciais e a Vale, inclusive, já havia feito proposta para usar o prédio como sede da empresa. A proposta não foi bem recebida pelo trade do Rio, que deseja que o prédio continue com sua função hoteleira.

Ao todo, a Previ avaliou 10 propostas, inclusive, das redes Starwood, a quem pertencia o Le Méridien, e da Iberostar, que cancelou o contrato de arrendamento antes mesmo de reinaugurar o hotel.

Com a venda do hotel carioca, a Previ alivia as dores de cabeça com pelo menos um dos negócios que têm em hotelaria – os outros são a Costa do Sauípe, na Bahia, e o Palácio Tangará, um hotel em São Paulo cuja construção foi abandonada em 2001. O fundo de pensão também colocou Sauípe à venda no ano passado, mas não conseguiu viabilizar nenhum negócio. O empreendimento acumula prejuízo há anos.

O Le Méridien está fechado desde 2007.

Felipe Niemeyer/Panrotas

Gol vai cobrar lanches a bordo

A partir de segunda-feira, quem voar pela Gol saindo do Aeroporto de Cumbica em São Paulo poderá comer mais do que amendoim e beber refrigerantes. Serão oferecidos vários tipos de sanduíche, cappuccino, achocolatados, chás diversos, chocolates, vinhos importados etc.

A má notícia: a Gol cobrará por tudo isso. Será a primeira no Brasil a adotar um modelo que algumas companhias aéreas de baixo custo na Europa e nos EUA já utilizam: a cobrança do serviço de bordo.

De graça, portanto, apenas a dupla amendoim e refrigerante. Já barrinhas de cereal, nem pagando: foram aposentadas pela Gol.

Inicialmente, só os voos de Cumbica para Recife, Belém, Salvador e Porto Alegre terão a novidade, que será estendida aos poucos para todas as rotas.

%d blogueiros gostam disto: