Pai americano vai ficar com o menino Sean


O Ministério Público Federal recomendou que o menino Sean Goldman, de 9 anos, seja devolvido aos Estados Unidos. O pai americano e o padrasto disputavam a guarda da criança, depois da morte de sua mãe durante o parto de sua segunda filha, em 2008.

O parecer do MPF alega que Sean teria condições de se adaptar aos Estados Unidos. No entanto, em todas as sete perícias, o menino pediu para continuar no Brasil, onde moram há cinco anos desde a separação de seus pais.

A mãe de Sean, Bruna, se separou de seu pai, David e se casou com o advogado João Paulo Lins e Silva. Com a morte da mãe, o padrasto ficou com a guarda provisória. Mas, David recorreu à Justiça e pediu a volta do menino aos Estados Unidos.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: