Hortência assume o basquete feminino brasileiro


O basquete feminino brasileiro está sob novo reinado. Campeã mundial e medalhista olímpica, Hortência foi à posse do novo presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Carlos Nunes, e assumiu nesta terça-feira seu maior desafio desde que abandonou as quadras. Aos 49 anos, Rainha será responsável pela palavra final em tudo que se refere ao feminino – do projeto para as categorias de base à permanência ou não do técnico Paulo Bassul na seleção adulta.

“Estou muito feliz. A mudança é sempre boa, gera novas expectativas. Fiquei muito tempo afastada, mas sempre torci muito. O brasileiro gosta de basquete. Só falta dar para ele a oportunidade de voltar a se emocionar com o esporte”, afirmou Hortência durante a cerimônia de posse no auditório da CBB, ao lado do ex-presidente Gerasime Bozikis, o Grego.

A ex-jogadora ainda não tem um cargo definido, mas ganhou carta branca de Carlos Nunes.

“A Hortência terá toda a autonomia no Departamento de Basquete Feminino, que não existe hoje mas será criado. Tivemos cinco reuniões durante a campanha, e ela participou de três”, explicou o novo presidente, descartando um convite para Oscar no masculino, mas ressaltando que quer o Mão Santa presente, dando opiniões.

Antes de desenvolver o projeto de longo prazo, Hortência tem um assunto mais urgente a resolver: a situação do técnico Paulo Bassul, que não foi confirmado no cargo por Carlos Nunes – o presidente alegou “restrições” ao treinador dentro da própria seleção.

“Seria precipitado falar sobre isso agora, mas o nome do técnico é o que menos importa. Precisamos de um projeto para o basquete feminino. A decisão não vai ser só minha”, afirmou a Rainha.

Jogadora decisiva nos tempos em que jogava, Hortência defende o retorno da ala Iziane, banida por Bassul após se recusar a voltar para a quadra numa partida do Pré-Olímpico em 2008.

“Esteja o Paulinho como técnico ou não, a volta da Iziane é fundamental. Temos de conduzir a comissão técnica de forma harmoniosa. Se eu estivesse ali no Pré-Olímpico, não teria deixado os dois darem entrevistas. Precisamos conversar com a Iziane, ela não teve o respaldo necessário no início da carreira”, explicou.

Sobre a criação de uma versão feminina do Novo Basquete Brasil, Hortência diz não ter pressa. O presidente da Liga Nacional de Basquete, Kouros Monadjemi, já afirmou que a entrada das meninas só deve acontecer daqui a três anos.

“Vamos conversar. Se for para esperar três anos, se os argumentos forem bons, vamos esperar. O que importa é criar alicerces fortes. O apressado come cru, e eu não quero que isso aconteça”, concluiu.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • andrea  On abril 27, 2011 at pm:32 pm

    e um coco o site ñ entra

  • FernandoSouza  On fevereiro 25, 2010 at pm:31 pm

    Caríssima Hortência,

    Venho por esse espaço buscar seu apoio na formação de Filipe Fernando Cabral de Melo Souza como jogador de basquete.
    Ele a muito deseja uma oportunidade de abraçar o basquete como profissao, mas como não temos espaço tecnico e profissional em Pernambuco e, consequentemente, apoio suficiente temo que o sonho dele fique sem realização. Esse rapaz tem 16 anos. É um excelente aluno do 3º ano cientifico, cursando ainda no SENAI a especialização de tecnico de redes de computadores.
    Sua posição predileta é de ALA, e eu busco insentivar o maximo sua realização pesquisando caminhos de formaçao tecnica e tatica dele, seguindo até nos software 2K9 de basquete alguns recursos de informação tecnicos dos astros do basquete norte americano.
    Filipe treina basquete no Colegio Rosa Gattorno de Recife e no Club Nautico Capibaribe com o prof Nenem, porem nao sinto que em Pernambuco exista um caminho e projeção de formação e iniciação bem estruturado, ficando os interesados nessa profissao expostos a sorte de ser descobertos ao acaso (principalmente para quem tem poucos recursos financeiros).
    Creio que uma das causas dessas dificuldaddes em seguir a profissao de jogador de basquete é ser-mos de classe baixa de um estado com imensas dificuldades como Pernambuco.
    O meu pedido é que vc nos ajude a encontrar um patrocinio ou oportunidade de formação (tecnica e tatica em basquete) num clube do sudeste do Brasil.

    Agradeço imensamente sua atenção.
    E na esperança de uma resposta, aguardo contacto.

    FErnando Antonio Ferreira de Souza

  • Rodrigo  On fevereiro 13, 2010 at pm:12 pm

    Estamos no caminho certo e Hortência tem razão, nosso basquete tem o privilégio de poder trabalhar com toda a tranquilidade do mundo, pois já mostramos ao mundo do que somos capazes, somos Campeãs do mundo e vice campeãs olímpicas, o basquete feminino do Brasil ja tem grandes conquistas!
    Hortência confio totalmente no seu trabalho e na sua competência para dirigiir o basquete brasileiro, boa sorte!

  • JAILTON DAMIÃO DA SILVA  On fevereiro 9, 2010 at am:31 am

    ESPERO QUE VC VENHA CONHECER A GENTE AQUI NA CIDADE DE JAGUARIBE E VER TODA A GAROTADA JOGANDO BASQUETE JOVENS E CRIANÇAS DE 06 A 18 ANOS DE IDADE….

  • JAILTON DAMIÃO DA SILVA  On fevereiro 9, 2010 at am:30 am

    GOSTARIA QUE A HORTÊNCIA ESTIVESSE AQUI NA MINHA CIDADE PARA VER A GAROTADA TODA APRENDENDO A JOGAR BASQUETE AQUI NA ESCOLINHA DE ESPORTES DO PIPOCA QUE O MAURICIO DO VOLEI JÁ VEIO AQUI SÓ FALTA A RAINHA DO BASQUETE APARECER AQUI TAMBÉM EM JAGUARIBE….

  • cesar  On outubro 27, 2009 at pm:35 pm

    agora so falta uma coisa: a rainha hortencia convocar a magic paula para ser a nova treinadora da selecao feminina! seria uma volta triunfal da melhor dupla de basquete feminino de todos os tempos! eu ate acho que a partir dai a selecao poderia ser chamada de SELECAO MAGIC RAINHA!

  • eduardo  On julho 4, 2009 at pm:24 pm

    hortência
    eu gosto de você
    abraço dudú

  • eduardo  On julho 4, 2009 at pm:24 pm

    etá minha rainha do basquete

  • Newton  On maio 7, 2009 at am:24 am

    Prezada Hortencia

    o basquete sempre foi o meu terceiro esporte no Brasil e a melhor época foi a que você participou. Portanto, naturalmente, você se tornou um ícone desse esporte, e ídolo de todos os brasileiros. Pena que agora, depois de aposentada, você teve a deselegância, que uma rainha não deve ter, de ofender outro ídolo brasileiro, duas vezes vice-campeão mundial e que tanto contribuiu para o esporte brasileiro e muito tem ainda a contribuir. Uma pena mesmo que sua estrela dessa vez ficou apagada.

    Um abraço,

    Newton

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: