Gripe Suína : tire suas dúvidas


Segundo especialistas da OMS não existe vacina contra a doença, mas pacientes podem ser tratados com antivirais se socorridos a tempo.

Doença respiratória contagiosa

O que é a gripe suína?

A gripe do porco, também conhecida por influenza suína, é uma doença respiratória altamente contagiosa causada pelo vírus influenza tipo A. Esse tipo de vírus geralmente afeta só os porcos, mas algumas vezes ele sofre mutações (quando o porco está infectado com mais de um tipo de vírus, por exemplo), fica mais potente e ataca os seres humanos.

Quais são as implicações para a saúde humana?

Os sintoma clínicos são similares a uma gripe comum. Há desde casos de infecções assintomáticas a outros que resultam em forte pneumonias, causando até a morte.

Como as pessoas são infectadas?

O vírus é geralmente transmitido a pessoas que estiveram em contato com porcos infectados. A transmissão entre humanos também pode acontecer através de contato direto.

É seguro comer alimentos provenientes do porco?

A influenza suína não sobrevive a temperaturas acima de 70°C, portanto as receitas que são levadas ao fogo acima desta temperatura são seguras.

Há riscos de pandemia?

Se o vírus consegue estabelecer uma transmissão entre humanos eficiente, os riscos existem, sim. O impacto de uma pandemia depende da potência do vírus, da imunidade existente nas pessoas e dos anticorpos adquiridos por uma gripe comum.

Existe alguma vacina para humanos que previna a gripe suína?

Não existe nenhuma vacina que proteja os humanos da influenza tipo A, e ainda não se sabe se a vacina aplicada para prevenir a gripe tem algum poder de proteção contra o vírus, já que a influenza sofre constantes mutações.

Quais são os remédios disponíveis para tratamento?

Remédios antivirais para a influenza sazonal geralmente previnem e tratam a doença, mas alguns tipos de influenza desenvolvem resistência a esses tipos de medicações, tornando os resultados de cura limitados. Em casos de gripe suína, o remédio aplicado deve ser baseado através de avaliação clínica e epidemiológica.

FONTE: Organização Mundial da Sáude, OMS.

Outras fonte:

Sobre a gripe Suína ( Infuenza )  saiba onde se informar:

Site do Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo:

Para leigos:

http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/resp/influsuina09_pergresp.htm

Para profissionais da área de Saúde:

http://www.cve.saude.sp.gov.br/

Site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Para Jornalistas:

http://www.anvisa.gov.br/divulga/noticias/2009/300409.htm

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Bárbara  On maio 5, 2009 at pm:59 pm

    Boa Tarde!
    Gostaria de saber se é apenas impressão a minha ou a gripe A H1N1, não está ultrapassando a linha do Equador?
    Eu estava observando isso, e gostaria de saber se é possivel essa doença não passar a linha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: