Outros templos da Renascer serão investigados


O Ministério Público de São Paulo informou que vai investigar todos os outros prédios da Igreja Renascer em Cristo para saber se estão regularizados. “Deve haver outros prédios da igreja Renascer sem alvará, porque muitos edifícios na cidade não têm alvará e funcionam, por falha na fiscalização da prefeitura”, afirmou a promotora de Habitação e Urbanismo do Ministério Público, Madel Tucunduva.

O MP investigará também se houve negligência por parte da prefeitura da cidade na concessão do alvará de funcionamento da igreja cujo teto desabou no domingo. O templo teve o alvará aprovado pelo Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) em 2008, quando apresentou atestado de segurança de um engenheiro contratado pela própria igreja e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Segundo a promotora a igreja passou por uma reforma em 1999, depois de ter sido interditada por problemas na estrutura e no forro do prédio em 1998. Madel afirmou que dez anos é muito pouco tempo para o teto de um prédio desabar após uma reforma. “O problema na estrutura pode não ter sido resolvido em 1999”, disse.

No ano passado, antes de obter a licença, a Renascer chegou a ser multada pela prefeitura municipal por falta de alvará, após o MP receber reclamações de vizinhos a respeito do prédio.

A promotora Mabel informou que o MP vai reabrir um procedimento para averiguar as condições dos outros templos da Renascer, medida que poderá ser estendida a outras igrejas. “Quem tiver de ser responsabilizado penalmente vai ser responsabilizado penalmente”, frisou Andreucci. Ele evitou cogitar se a responsabilidade pelo acidente poderá recair sobre os líderes da Igreja Renascer em Cristo, Estevam Hernandes e Sônia Hernandes, que cumprem prisão domiciliar nos Estados Unidos. Mas disse que eles poderão ser ouvidos por meio de carta rogatória, explicou o promotor.

Mabel acrescentou que o bispo Hernandes tinha conhecimento de discussões na Justiça entre a Renascer e os vizinhos do imóvel, que contestavam a segurança do local. “Todos os envolvidos serão ouvidos, além de engenheiros e pessoas que tenham de uma forma ou de outra participado da reforma”, apontou Andreucci.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • MARCUS, MGÁ  On fevereiro 22, 2009 at pm:53 pm

    TEMOS SÓ UM RECADO P VCS:
    NÓ TE AMAMOS RENASCER…

  • FRANCIS USA  On janeiro 20, 2009 at pm:00 pm

    QUE DEUS TRAGA JUSTICA A TODAS AS VITIMAS.
    OS CEUS E TERRA PASSARAM MAS A MINHA PALAVRA (DE DEUS) NAO PASSA. CONFIE EM DEUS. DEUS E FIEL. DIFICIL E ENCARAR, MAS O DE MAIS VALIOSO TEMOS QUE E CRISTO. AMEM.SAIBAM QUE TODAS AS IGREJAS DE DIFERENTE DENOMINACAO ESTAO ORANDO PELOS IRMAOS.

  • cleide  On janeiro 20, 2009 at am:24 am

    eu acho que todos os responsaveis devem ser punidos e pagar pelo mau causado pela falta de irnrresponsabilidade, poís acredito eu que hj seus familiares sofrem muito…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: