Arquivo do dia: janeiro 14, 2009

Corinthians teria R$ 96 milhões de patrocínio da Caixa

Ronaldo veste a camisa do Corinthians que estampa a logomarca do ex-patrocinador

Ronaldo veste a camisa do Corinthians que estampa a logomarca do ex-patrocinador

No dia em que comemora nove anos da conquista do Mundial de Clubes, o Corinthians pode dar uma boa notícia ao apaixonado torcedor. Depois de tanto procurar, o Timão deverá ter um senhor patrocínio para a temporada 2009.

De acordo com o blog do jornalista Tiago Leifert, a Caixa Econômica Federal irá pagar R$ 96 milhões por três anos de patrocínio.

O patrocínio seria o principal da camisa. O Timão ainda poderia vender as mangas e o calção. Nestas duas partes, Ronaldo teria uma porcentagem no patrocínio.

Por outro lado, o gerente nacional de esporte da empresa estatal, Gerson Bordignon, voltou a negar a informação e toma como definitiva a impossibilidade de patrocinar o Corinthians, já que o marketing esportivo da CEF se limita a esportes olímpicos e paraolímpicos.

“O foco de atuação da Caixa no segmento esportivo é o patrocínio ao atletismo, à ginástica olímpica, ao paradesporto e à luta olímpica, por intermédio de suas respectivas confederações e comitês. A estratégia da Caixa em marketing esportivo não envolve futebol”, diz Bordignon.

O Corinthians deve anunciar oficialmente o nome do seu patrocinador principal e também de outros dois (manga e calção) nos próxinos dias. No caso desses dois últimos, 80% do valor de cada um irá para Ronaldo, conforme acordo na assinatura do contrato. Aliás, é a empresa dele, R9, que negocia esses espaços nos uniformes do Timão.

Preso empresário que forjou morte em queda de avião

A polícia da Flórida encontrou o empresário suspeito de tentar forjar a própria morte ao deixar cair o avião que pilotava.

No domingo, Marcus Schrenker (foto), de 38 anos, decolou sozinho a bordo de seu monomotor de Anderson, no Estado de Indiana, em direção à Flórida. Quando sobrevoava o Estado do Alabama, ele fez uma chamada de socorro, dando início a uma grande operação de resgate.

Schrenker foi preso na noite de terça-feira em um acampamento na cidade de Quincy, depois de ser tratado em um hospital.

Ele teria saltado de pára-quedas antes de deixar o avião cair e depois teria escapado de motocicleta.

O empresário  é acusado de roubar milhões de dólares de investidores e vinha enfrentando problemas financeiros com suas empresas de consultoria, inclusive contraindo uma dívida de US$ 500 mil com uma seguradora.

Na ligação que fez à polícia, Schrenker disse que o vidro dianteiro da aeronave havia se estilhaçado e que ele estava sangrando. Dois aviões militares foram enviados para escoltar o monomotor, mas o encontraram voando no piloto automático, com a porta aberta e nenhum sinal do piloto.

O avião a seguir caiu em uma área pantanosa perto da cidade de Milton e próxima a várias casas. Os destroços não apresentavam sinais de sangue, e que o vidro dianteiro não estava estilhaçado.

Após o incidente, um homem com as feições de Schrenker teria feito check-in em um hotel no Alabama e disse à polícia local que sofreu um acidente de canoagem. Pouco depois ele foi visto fugindo por um bosque próximo.

Schrenker é dono de três empresas que vinham sendo investigadas por autoridades locais do Estado de Indiana.

Na sexta-feira, dois dias antes da queda do avião, um juiz em Maryland determinou que uma das empresas de Schrenker, a Heritage Wealth Management Inc., deveria pagar uma dívida de US$533 mil para uma seguradora.

Em janeiro de 2007, o Departamento de Seguros do Estado americano de Indiana registrou uma reclamação contra Schrenker no nome de sete investidores. Eles acusavam o empresário de cobrar taxas acima de US$250 mil dólares para renovações de contratos de seguros com sua empresa.

Uma audiência para o caso estava marcada para a próxima semana.

A esposa de Schrenker, Michelle, havia pedido o divórcio, afirmando que ele estaria tendo um caso extraconjugal.

Nortel: demissões no Brasil, concordata nos EUA e Canadá

A canadense Nortel Networks pediu concordata no Canadá e nos EUA. Em seu país de origem, a companhia entrou com pedido de proteção judicial sob a Lei de Conciliação de Credores de Empresas (CCAA, na sigla em inglês). O pedido será analisado ainda hoje pela Corte Superior de Justiça da província de Ontário.

Nos EUA, a Nortel entrou com pedido de proteção judicial (Chapter 11) na Corte Federal de Concordatas de Wilmington, Delaware, em meio à queda repentina na demanda por suas redes de telecomunicação por voz.

Nos EUA, a companhia tinha que cumprir nesta semana o pagamento de juros de dívida no valor de US$ 107 milhões. A Nortel tem débitos de mais de US$ 3,8 bilhões, de acordo com o processo registrado na corte de Delaware. Espera-se que subsidiárias da empresa na Europa também entrem com pedidos de concordata.

A companhia de telecomunicações disse que suas operações diárias continuarão a ser realizadas normalmente, sem interrupções, enquanto trabalha para resolver a situação de sua dívida e reestrutura suas operações. As informações são da Dow Jones.

A Nortel Networks já reduziu parte de suas atividades no Brasil e agora se prepara para consolidar o pessoal da capital paulista com os funcionários ainda alocados em Campinas (SP), junto ao centro de desenvolvimento.

A empresa já teve fábrica própria no país, também em Campinas, desde 1997. Em 2005, entretanto, diante de uma decisão mundial, terceirizou a produção no Brasil e em outros países com a Flextronics. A unidade produzia estações radiobase para celular, sistemas PABX, rádios e módulos para redes de telecomunicações.

Em 2006, no entanto, quando começaram a vir à tona os problemas contábeis da companhia, a fabricação local foi encerrada. Naquele mesmo ano, a empresa informou ter pago 2,47 bilhões de dólares para encerrar um processo por erros contábeis.

A Alcatel uniu-se à Lucent, enquanto a Ericsson comprou a Marconi. Além disso, todas elas passaram a contar com a concorrência de agressivas companhias chinesas, como a Huawei.

Depois de encerrar a produção local, a Nortel ainda manteve em Campinas as áreas de suporte técnico e treinamento, de acordo com a assessoria de imprensa da empresa no Brasil.

Em fevereiro, porém, os 40 profissionais que ainda atuam na cidade virão para a capital, onde irão se juntar aos demais 210. Por isso, os escritórios de Campinas serão definitivamente fechados.

Gerdau vai demitir no Rio Grande do Sul

A Gerdau adotou novas medidas como parte de ajustes feitos desde dezembro para adaptar a produção aos efeitos da crise financeira mundial sobre a demanda. Na Aços Especiais Piratini, em Charqueadas (RS), a mudança foi no regime de trabalho, que passou a ter duas turmas, em vez de três.

Na Gerdau Riograndense, em Sapucaia do Sul (RS), o grupo informou que serão demitidos alguns funcionários, sem detalhar o número. Entre os funcionários, circulou a previsão de que haverá 40 demissões hoje, de um total que pode passar de 120. Os metalúrgicos terão reunião com a empresa na próxima semana.

A Riograndense tem cerca de 1.200 empregados. Conforme a Gerdau, a decisão foi adotada ?após a tomada de uma série de medidas para reduzir custos e adequar a produção à menor demanda por aço?. A Gerdau Riograndense havia antecipado manutenções e adotado férias entre 15 de dezembro e 4 de janeiro.

Na Piratini, a mudança reduziu as turmas de trabalho de três para duas em áreas industriais, mantendo os mesmos dois turnos. Com isso, o adicional de turno pago aos funcionários envolvidos na mudança caiu de 15% para 6% sobre a remuneração, explicou o grupo. A Gerdau ressaltou que a medida não resultará em demissões e será feita mediante antecipação de férias. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Charqueadas, Jorge Luiz Silveira de Carvalho, disse que a modificação está legalmente amparada nos contratos de trabalho, mas o ideal é que fosse negociada antes com a categoria.

SANDRA HAHN

Celulares no País superam 150 milhões

O número de celulares no País ultrapassou 150 milhões em 2008, segundo dados preliminares de dezembro do ano passado, divulgados hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Só em dezembro, 3,6 milhões de novos números foram habilitados, o que corresponde a um crescimento de 2,4% em relação a novembro de 2008, quando havia 147 milhões de celulares em operação no Brasil. Com isso, o balanço preliminar aponta para um total de 150,6 milhões de celulares ao final do ano passado.

Em todo o ano de 2008, o mercado brasileiro cresceu 24,5%, com 29,6 milhões de novos celulares. Em dezembro de 2007, eram cerca de 121 milhões de celulares. Os planos no sistema pré-pago, com uso de créditos, constituem a grande maioria, com 122,7 milhões de celulares, correspondente a 81,47% do total.

Os 27,9 milhões restantes estão na categoria pós-pago, que recebem mensalmente a conta de telefone. Os dados definitivos ainda serão divulgados pela Anatel, provavelmente ao longo da semana.

A Associação Nacional de Operadoras Celulares (Acel), em balanço no fim do ano passado, evitou fazer previsões para 2009 em razão da crise financeira mundial.

GERUSA MARQUES

Cola-Cola adota novo slogan no mundo inteiro

Mais uma campanha publicitária será lançada pela Coca-Cola nos próximos dias. Entretanto, dessa vez há uma novidade essencial: um novo slogan mundial da marca de refrigerantes.

A companhia passa a assinar campanhas com o slogan “Open Hapiness” (Abra a Felicidade), que substitui o “Viva o Lado Coca-Cola da Vida”. A troca é entendida como forma de passar otimisto aos aos consumidores frente à grave crise econômica que afeta o mundo.

Os primeiros anúncios impressos e em vídeo devem ser apresentados na próxima semana, além de inserções no Super Bowl.

Adnews

A Favorita: final pode ser mudado

A direção ‘A Favorita’ convocou uma reunião de emergência com a equipe da novela, na sexta-feira, para discutir o vazamento do capítulo final. Segundo a coluna Zapping,  o autor teria ficado chateado ao ver o final da trama estampado em vários jornais e agora discutiu a criação de um novo fim.

Segundo uma atriz do elenco disse para a coluna, as cenas finais devem ser gravadas apenas na noite desta quinta. O texto será entregue momentos antes, só para os atores em cena.

Um final macabro, à altura dos crimes que praticou a vida toda, estava reservado para Flora (Patrícia Pillar), já considerada como a maior vilã das telenovelas.  Mas se não acontecer as mudanças…

No final de A Favorita Flora será traída e assassinada. Um dos nomes mais cotados pelo autor, João Emanuel Carneiro, para esse extermínio é Silveirinha (Ary Fontoura), o ex-protetor e cúmplice da serial killer, que vem passando as maiores humilhações nas mãos dela.

Assim, apenas na ocasião da morte de Flora é que Silveirinha revelará a sua verdadeira personalidade rancorosa e vingativa. Na verdade, ele nunca foi amigo da megera, nem quando ela saiu da cadeia e começou a ajudá-lo. O mordomo nutre um profundo ódio por Flora e Donatela (Claudia Raia) desde que elas largaram a carreira de cantoras para se casar com Dodi (Murilo Benício) e Marcelo (Flávio Tolezani), respectivamente. Silveirinha não hesitou em seqüestrar o filho de Donatela para vê-la sofrer. E foi incapaz de visitar Flora quando ela esteve na prisão.

Oportunista, o vilão “jogou” com as duas, mas o que realmente queria era destrui-las. Antes de Donatela ser presa, Silveirinha assumiu para ela que sempre a odiou. E o mesmo acontecerá com Flora, provavelmente, no capítulo final. Ele confessará que sente um profundo nojo dela e que esteve por trás de tudo de ruim que aconteceu em sua vida. Na seqüência dessa cena forte e surpreendente, o ex-mordomo deverá matá-la a tiros.

Mas o certo é que a novela acaba mesmo com uma grande festa no casamento de Donatela e Zé Bob.

Manchester City quer contratar Kaká

O Manchester City quer contratar Kaká . Nesta quarta-feira, sites e jornais da Inglaterra dão detalhes da reunião que teria acontecido entre representantes do clube inglês e do Milan, na noite de terça-feira. Para tirar o meia do San Siro, o xeque Mansour bin Zayed Al Nahyan, dono do City, terá de abrir o cofre.

Os italianos só aceitam iniciar as conversas com uma proposta de no mínimo 100 milhões de libras pelo jogador, cerca de R$ 336 milhões.  Kaká receberia, para trocar o vencedor Milan pelo emergente Manchester City, 500 mil libras por semana, aproximadamente R$ 1,6 milhão.

O  “The Sun” diz que a proposta inicial dos xeques a Kaká gira em torno de “apenas” 280 mil libras por semana, cerca de R$ 943 mil.

A delegação do City que foi à Itália era composta por cinco pessoas. O grupo se reuniu com Adriano Galliano, vice-presidente do Milan, em um restaurante da cidade.

O dirigente italiano afirmou que não tinha interesse em negociar o brasileiro. Lembrou que o Milan não costuma vender suas estrelas.
O problema é que Silvio Berlusconi, dono do Milan, sabe que os valores oferecidos a Kaká podem fazer o jogador balançar, ainda que sempre tenha dito que não tem intenção de deixar San Siro.

Se o negócio entre Milan e Manchester City acontecer, Kaká se tornará o jogador mais bem pago do planeta e o protagonista principal da maior negociação da história do futebol mundial, superando a ida de Zinedine Zidane do Juventus para o Real Madrid, por 47 milhões de libras, em 2001.

Ag

Record nega pedido de prisão do bispo Edir Macedo

A Justiça Federal teria aceito denúncia do Ministério Público e abriu processo criminal contra o dono da TV Record, o bispo Edir Macedo, e outros seis diretores da emissora.

Eles foram acusados de importação fraudulenta de equipamentos, uso de documento público falso, lavagem de dinheiro e corrupção ativa.

Grampo telefônico autorizado pela justiça foi decisiva para expedição da prisão de Edir Macedo e outros diretores da emissora, diz promotor.

Noblat

Nota da Record:

A assessoria de imprensa da Rede Record de Televisão emitiu hoje a nota que segue abaixo:

“A área jurídica da RECORD tem acompanhado o andamento processual da ação judiciária da 4a. Vara Criminal de São Paulo. A direção da RECORD tomou conhecimento da notícia publicada hoje pelo seu Blog “Prisão do bispo Edir Macedo foi expedida”, fato que não confere com a realidade. É importante esclarecer que os autos processuais foram arquivados e tanto o acionista Edir Macedo como os demais diretores foram absolvidos da acusação.

Portanto, peço a sua atenção imediata no sentido de corrigir a informação divulgada evitando repercussões equivocadas por parte da Imprensa.”

Ingressos para Alanis Morissette em Porto Alegre

Os ingressos para o show da cantora canadense Alanis Morissette em Porto Alegre começaram a ser vendidos na segunda-feira nas Lojas Paquetá dos shoppings Praia de Belas, Iguatemi e Barra Shopping Sul.

Os fãs também poderão adquirir os ingressos no dia do show na bilheteria do Pepsi On Stage, a partir das 9h.

Além disso tem a telentrega para a Capital e o pedido via e-mail para as cidades do Interior. Alanis Morissette se apresenta em porto Alegre dia 10 de fevereiro, às 22h, finalizando a turnê brasileira do disco Flavors of Entanglement, que passará por outras dez capitais.<
Valores Pista – R$ 100 Mezanino – R$ 160 Área Vip – R$ 185

Desconto de 10% para o titular do Clube ZH
Para receber o ingresso em sua residência, entre em contato pelo e-mail vendas@stageprodutora.com.br.
Informações: (51) 3023.4632.

%d blogueiros gostam disto: