Conselhos de um pedófilo


Pedofilia
“Esse tipo de crime ocorre para alertar a sociedade

Entrevista de Aline Peres

Cabelos brancos, olhos de um azul intenso e expressão serena. Essa é a descrição do preso 14.981 do Centro de Triagem 2, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. Jorge Luiz Pedroso Cunha é um dos 12 homens da cela X, todos sob acusação de pedofilia. Cunha está preso por molestar um menino de pouco mais de 4 anos, no balneário de Santa Terezinha, litoral do Paraná. Com mandado de segurança expedido desde 2007 pelo crime de abuso sexual, pela Comarca de Matinhos, o desenhista foi encontrado em Itajaí (SC).

Trabalhava como coordenador de um albergue para moradores de rua e dependentes químicos. A prisão se deu com a divulgação do seu retrato falado como principal suspeito da morte de Rachel Genofre, 9 anos, em novembro do ano passado.

Testes de DNA comprovaram a inocência de Cunha. Mas sua extensa ficha criminal contém casos de estupro, homicídio, pedofilia, atentado violento ao pudor, falsificação de documentos e falsidade ideológica. Beneficiado por um indulto, cumpriu 16 anos de uma pena de 18 anos pela morte de um garoto, em 1986, na Vila Oficinas, em Curitiba. Depois do abuso sexual, estrangulou a criança e abandonou o corpo perto da linha do trem.

Em entrevista à Gazeta do Povo, Cunha falou sobre a sua vida, sobre os crimes que cometeu e o que o pensa sobre a pedofilia. É casado e tem dois filhos, a mais nova, uma menina de pouco mais de 1 ano de idade. Artista plástico, tem um painel com cenas religiosas na Igreja do Perpétuo Socorro, no Alto da Rua XV. Tinha obras pintadas também nas paredes do antigo prédio do presídio do Ahú.

Diz ter tido uma infância normal, família de classe média baixa, casa própria. Foi preso pela primeira vez em 1976, meses depois da morte do pai, funcionário do estado. A mãe, do lar, já havia morrido em 1973. Estudou mecânica em escola técnica, mas abandonou o curso por causa da bebida.

Acesse a Gazeta do Povo e leia a entrevista completa

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: