Pêra é aposta no calor do semi-árido do nordeste


A pêra pode se estabelecer como alternativa de plantio comercial nas áreas irrigadas do Submédio do Vale do São Francisco, na Região Nordeste, clima quente e com pequenas variações ao longo do ano. A Embrapa Semi-Árido realiza estudos para superar a necessidade de frio que a pêra requer para ser cultivada. Assim como aconteceu com a uva, há cerca de 30 anos, as pesquisa buscam formas de manejo das pereiras e sua adaptação às condições ambientais do sertão nordestino.

De acordo com o engenheiro agrônomo Paulo Roberto Coelho Lopes, bons resultados ampliaram os objetivos da pesquisa. Inicialmente eram duas variedades testadas, atualmente são 18 novas cultivares, dentre elas algumas das mais cultivadas e comercializadas mundialmente.

Se até meados de 2009 for comprovada a viabilidade desses novos materiais, o pesquisador acredita que terá um bom indicativo para recomendar o plantio de pêra nas áreas irrigadas do Submédio do Vale do São Francisco.

A pêra é a terceira mais consumida e mais importada pelo Brasil, entre as frutas de clima temperado. O consumo atual é de mais de 150 mil toneladas. A produção nacional anda é insignificante e não alcança sequer 10% do total consumido. As áreas cultivadas estão concentradas nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Embrapa

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: