Ulbra: Justiça libera 8 milhões para professores



A Justiça do Trabalho indeferiu liminar em um mandado de segurança da União que tentava impedir o repasse para os salários de recursos oriundos de penhoras fiscais feitas pela Justiça Federal contra a Ulbra. O mérito do mandado ainda não foi julgado. No entanto, mais de R$ 8 milhões poderão ser liberados nesta terça-feira pela 3ª Vara da Justiça do Trabalho de Canoas para pagamento da folha de outubro dos professores no RS, porque a Ulbra ofereceu como garantia à União um prédio no Pará.

Na última sexta-feira, a União ingressou com um mandado de segurança contra a decisão da Justiça do Trabalho de Canoas que mantivera R$ 8.042.742,45 transferidos da Justiça Federal, no dia 24, vinculados ao pagamento dos salários dos professores da Ulbra.

O pedido liminar da União visava suspender a liberação dos valores pela 3ª Vara do Trabalho de Canoas. Na tarde de sexta-feira, o juiz Luiz Fernando Henzel, prestou informações sobre a ação da União e informou que a Ulbra apresentou garantia (caução) nos autos da ação, oferecendo um prédio em Santarém (PA) no valor de R$ 18 milhões. Nesta segunda-feira, o desembargador Cláudio Antônio Cassau Barbosa, da 1ª Seção de Dissídios Individuais do TRT 4ª Região, negou a liminar.

Além desses valores, é esperada para esta terça-feira, 2, a liberação de mais recursos bloqueados nas contas da Ulbra pela Justiça do Trabalho em deferimento a uma ação coletiva ajuizada pelo Sinpro/RS. Na última sexta, os depósitos penhorados durante a semana não atingiram valor suficiente para liberação por alvará.

Além da primeira parcela do 13º salário, vencida em 5 de agosto, os professores da Ulbra aguardam o pagamento de um resíduo de 5,31% dos vencimentos de setembro e todo o salário de outubro.

Encontro estadual – No dia 20 de dezembro, professores dos campi da Ulbra no Rio Grande do Sul realizam um encontro no auditório da sede do Sinpro/RS (Av. João Pessoa, 919 – Porto Alegre) para definir formas de mobilização durante o recesso e discutir as perspectivas da Ulbra para 2009.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Futura ex paciente  On julho 28, 2009 at pm:32 pm

    Bom estava procurando o telefone da ulbra para uma consulta, mas depois desses comentários…….

  • Ex funcionaria diz ULBRA Tramandai  On maio 1, 2009 at pm:32 pm

    Ja trabalhei na ULBRA Tramandaí, ali os funcionários são humilhados pela farmacêutica , muitas vezes dizendo , que são um bando de burros , porque para ela , a enfermagem é um bando de incompetentes , não é para menos que uma funcionária esta com processo por danos morais…. , mas ela não se enxerga, quando ia perguntar sobre algum medicamento , tipo estabilidade, ela respondia com grosseria, vai perguntar para o enfermeiro , vc não tem enfermeiro????…..sem falar que , ela quer mandar em todos os setores mas o seu que é de sua competência deixa faltar muitas coisas até mesmo medicamentos, mas como diz o ditado quem muito cuida dos outros não sabe de si mesma, não aguentei tanta pressão e falta de respeito com o próximo. Espero que agora com a nova reitoria mude muitas coisas no hospital ulbra tramandai , tem muita gente competente ali , meus ex colegas que continuam pq precisam e tem que aguentar as gritarias e falta de respeito, ameaças , e a direção é conivente com isso, tenho pena deles ,porque eu graças a Deus consegui outro lugar para trabalhar . CARO ZIEMER antes de qualque decisão sobre o hospital favor ouça meus antigos colegas e tire sua conclusões……

  • ULBRA TRAMANDAÍ  On abril 18, 2009 at pm:36 pm

    Trabalhei na Ulbra de Tdaí Rs e não encontrei Pior lugar de Trabalho,colegas insuportáveis e sem ética Profissional, tenho pena dos Pacientes q ficam a seus CUIDADOS.Estão colhendo oq Plantaram e a falta de Respeito com os Colegas. À Direção é um bando de Incompetentes a começar pela tal dr.Ana lúcia,srsrsr Piada. Os Enfermeiros um Bando d atrapalhados… Alí só fica quem não presta é lamentável a Área da Saúde… Tomara Deus q MUDE TUDO.

    • Fernando  On julho 10, 2009 at pm:46 pm

      Tens razão em alguma parte do teu comentario, porém tratas de uma forma geral a todos e a todas as situaçãoes, desta forma tu não esta somente sendo injusta(o) mas ofende amim e a muitos que dedicaram grande parte da vida a este hospital, e que em troca tiveram além de muitos sorrisos ou sinceras lagrimas o crescimento profissional e a possibilidade de um futuro melhor pra nossas famílias. Procura não confundir a adiministração atual com o hospital que já existia antes da Ulbra e se Deus quiser ainda vai permanecer após a Ulbra.procura não deixar tuas mágoas causar injustiças.

  • ita ferreira  On janeiro 18, 2009 at am:11 am

    Gostaria de saber com fica a pensão alimentícia? Já que meu filho não a recebe devido aos atrasos salariais.

  • ex-funicionário ULBRA  On janeiro 10, 2009 at pm:30 pm

    Já trabalhei na ULBRA Tramandaí, e sei o que é trabalhar com está diretora e também enfermeira coordenadora, a funcionária do DP, e sem falar ainda na farmaceutica…..são realmente umas devoradoras de mentes…. abalam com a estrutura psicológica de qualquer pessoa. O que estas estão é colhendo tudo o que fizeram para os outros ….. mas o que sinto é uma grande tristesa pois meus excolegas estão lá , sendo massacrados e sofrendo com tudo isso… mas questiono a todos se a Ulbra passar desta crise ficaram estas devoradoras de mentes, como se nada tivesse acontecido? Se não acreditem confirmem o quanto tem de causas trabalhistas na justiça e são sempre os mesmos depoimentos , e comprometendo as mesmas pessoas….. estão brincando com as pessoas…… O que está acontecendo para que órgãos competentes não, até mesmo o reitor não se manifesta contra estas?!

  • Ulbra Porto Velho  On dezembro 9, 2008 at pm:07 pm

    Aki em Porto velho ainda nao recebemos tambem, ta f….., e ninguem faz nada, sou professorm mas sei que o pessoal do administrativo é quem ta sofrendo mais, pois dependem somente disso.

    incrivel , temos um curso di direito, que por sinal o melhor da regiao, e ninguem faz nada,,,

  • Cristiane  On dezembro 8, 2008 at am:46 am

    Hoje já é dia 08/12/08 e os funcionários do HU ainda não receberam os pagamentos dos meses de outubro e novembro e nem 13º salário.
    Isso é um absurdo já estamos entrando no 3º mês sem pagamento.
    Até quando vamos ter que aturar isso???

  • Ulbra Tramandaí  On dezembro 2, 2008 at pm:39 pm

    Estamos trabalhando apavorados.A diretora Dra Ana Lúcia Rezende deu uma declaração para a rádio Tramandaí ontem dia 01/12, dizendo um monte de mentiras, que já tinha sido pago a metade dos salários dos funcionários, que o hospital estava em pleno funcionamento.TUDO MENTIRA !!!!
    Hoje dia 02/12 alguns funcionários”guerreiros” foram nesta mesma rádio desmentir a direção, mas é claro que vão sofrer as consequências.
    É uma tristeza ver o que está acontecendo, vários funcionários estão com ordem de despejo de suas casas, sem falar que não tem o que comer, comem apenas no hospital com o vale refeição, enquanto ainda tem, porque não sabemos até quando nos será servido alimentação.
    É uma injustiça, tem funcionários que trabalham aqui desde q a Ulbra assumiu +- 15 anos, cumprindo com suas funções, vestindo a camiseta,sendo exemplos de funcionários para agora serem tratados desta maneira!
    Era motivo de orgulho dizer que trabalho na Ulbra, agora sintou vergonha de dizer que trabalho esta instituição. `
    É muito triste…

  • Funcionário Ulbra  On dezembro 2, 2008 at am:04 am

    Nós do setor administrativo não temos ninguem lutando por nossos direitos só escutamos a promessa de dinheiro aos professores e nós trabalhadores administrativos ninguem vai lá fazer nada ,ficam aguardando a justiça que na sua maioria das vezes só atrapalha.Também temos contas a pagar,compromissos a cumprir e agora no dia 05/11 vamos para dois meses sem receber isto é uma vergonha uma falta de consideração é um descaso total por parte da Ulbra,pois a final somos nós que estamos todo o dia trabalhando para eles. e agora de graça.

  • Carlos Nigro  On dezembro 2, 2008 at am:57 am

    Todo mundo fala dos professores, mas e os demais funcionários? Tão importantes quanto. Se o dinheiro entrar somente para os professores, vai haver quebra-quebra generalizado nos hospitais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: