F1: racismo pode encerrar carreira de Hamilton


Anthony Hamilton, pai do campeão do Mundial de Fórmula 1, disse que o racismo e outros insultos dirigidos ao filho poderiam encurtar a carreira do piloto da McLaren. Ele se disse consternado com o que chamou de campanhas odiosas realizadas em todo mundo contra Hamilton, que terminou o GP do Brasil, no último domingo, na quinta colocação e se tornou o primeiro piloto negro a ser campeão na Fórmula 1.

“Minha família sofreu vários abusos na última semana. Não só na última semana, mas nos últimos meses”, disse Anthony Hamilton à imprensa britânica. “Eu acho que talvez este não seja o lugar para a minha família, porque, como pai, não considero que seja correto fazer essas coisas com famílias e crianças”.

Anthony Hamilton disse, no entanto, que nunca sugeriu ao filho que se aposentasse. “Eu guardei isso para mim, ainda que eu estivesse indo para casa pensando que o mundo não deveria ser assim”, disse ao jornal The Guardian.

Na semana passada, Hamilton recebeu um gato preto de pelúcia, considerado um sinal de má sorte no Brasil. A situação criou certo constrangimento – jornais ingleses chegaram a questionar se o ato era uma manifestação racista ao primeiro negro a correr na Fórmula 1.

Além disso, o site espanhol “Pincha la Rueda de Hamilton“, em que o visitante podia deixar objetos em uma pista virtual de Interlagos para evitar que o piloto britânico terminasse o GP do Brasil, acabou saindo do controle, com várias torcedores deixando insultos racistas ao piloto britânico.

AE

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Cleide M.  On abril 4, 2009 at am:52 am

    É incrível que quando se trata de racismo como a matéria acima menciona poucas pessoas acessam o site e colocam suas opiniões, se fosse outro assunto teríamos agora milhares de pessoas discutindo sobre o assunto ou colocando suas opiniões, na verdade isso revela o quanto “preconceitos” ainda são velados e muitos não gostam de discutir esse assunto com medo de revelar-se.
    Preconceitos são opiniões erradas a cerca do outro, geradas por pessoas que se acham superiores mas que tem suas inferioridades reveladas através da conduta de superioridade destacada de outra raça dita “inferior”. Por essas suas “frustações” acabam deixando fluir seu lado preconceituoso para o outro que ele quer inferiorizar a todo instante porque “inferiorizar o outro” acabam dando um “prazer mórbido” para essas pessoas.
    Pessoas preconceituosas na sua grande maioria externam pensamentos e ações negativas tentando “desiquilibrar” o outro mas se formos ver a fundo o “preconceituoso” é uma pessoa que sofre de “inferioridade moral” se sente diminuido pela ascensão do outro e para que sua “inferioridade” não venha a tona quer a todo custo demostrar o que não é como lhe falta a capacidade do outro, quer destrí-lo tentando “inferiorizá-lo também, porque na verdade não tem conhecimento moral para se relacionarem no mundo. Vemos esses tipos de atitudes que chegam ao extremo da violência em “gangues racistas” até porque por se sentir “inferiorizado” essas pessoas não tem coragem de assumir-se sozinhas, necessitam de outros pares que tenham os mesmos pensamentos que os seus para poderem agir em grupos e sempre na sombra.(o preconceituoso nunca estará só).
    No mundo sempre existiram barreiras.
    Preconceitos, sejam eles quais forem, são barreiras no avanço moral da Humanidade.
    Barreiras existem para serem quebradas sempre por pessoas subjulgadas, que deverão se destacar mostrando que todos somos capazes de termos brilho próprio quando nos dispomos a isso.
    Parabéns a todos aqueles que não dão a mínima ao preconceito e seguem fazendo sua carreira brilhante se destacar, embora para o inferiorizado seja muito mais difíceis e lento o acesso a vitória, porém não são impossíveis de se chegar.
    Temos que combater o preconceito sim, porque eles levam a violência moral e principalmente física.

  • shirley  On dezembro 3, 2008 at am:44 am

    as pessoas precisam é acreditar em sí, racismo e preconceito social, financeiro, intelectual, e outros vão existir a vida inteira, não é citando nomes de negros para dizer que há negros melhores e sim, mostrando cada um o que realmente ele é, não precisa ser famoso, celebridade, governador, presidente, é simplesmente ser voce, negro, pobre, branco, ou indio, seja la o que, aleijado, mas que seja honesto, integro, verdadeiro, amigo, companheiro, educado, não é preciso demonstrar o que tem e sim o que é, nuna se deixar envolver por pessoas más, negativas e interesseiras.

  • Analista 1  On novembro 5, 2008 at am:09 am

    Penso que esta não será uma atitude generalizada entre os mesmos, embora tenha muita afluencia principalmente de uma franja de maioria caucasiana. È assim e por enquanto assim será, até os caucasianos irem se habituando aos feitos de outras raças. Afinal sempre pensaram e criaram a cultura de que são os melhores e os escolhidos. No entanto a Historia e o futuro ainda vai provar´estes Racistas redondamente errados, Tiger Woods ontem, Lewis Hamilton Hoje, Barack Obama amanha, é assim que a historia vai ensinar uma lição a estes verdadeiramente pseudo “Donos do Mundo”…. Tenho dito de Angola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: