Casal gay é expulso de festa da USP


Um episódio de intolerância à orientação sexual na Universidade de São Paulo (USP) virou caso de polícia. Os estudantes de letras José Eduardo Góes, de 18 anos, e Jarbas Rezende Lima, de 25 anos, registraram na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), na terça-feira (28), um boletim de ocorrência contra o Centro Acadêmico de Veterinária por constrangimento ilegal e lesão corporal. Os rapazes foram expulsos de uma festa da entidade porque se beijavam.

No dia 10 de outubro, durante um “happy hour”, como os alunos se referem à festa agitada por funk – quando meninos e meninas sobem em palcos para dançar e também se beijar – o DJ interrompeu o som por volta de 1h30, as luzes foram acessas e o casal gay, repreendido. “O DJ ficou apontando. Acredito que um casal heterossexual não teria sido tão exposto e agredido”, afirma Lima. “Em segundos, um cara nos arrancou de lá”. A festa foi encerrada.

O vice-diretor da Faculdade de Veterinária, Enrico Lippi Ortolani, afirmou ao G1, nesta quarta, que a entidade lamenta o ocorrido e que a faculdade não concorda com a atitude adotada pelo CA, pois não aceita preconceito contra pessoas seja de ordem sexual, religiosa ou qualquer outra. Segundo o professor, ninguém da diretoria estava presente na festa na qual houve o problema. De acordo com ele, ainda nesta quarta a faculdade deve divulgar uma nota à imprensa sobre o assunto.

G1

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Matheus  On março 10, 2009 at pm:12 pm

    Argh, bendito preconceito.

    Bamos biber en Bolivia !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: