Há mais sem-teto obeso do que desnutrido


Levantamento feito pela prefeitura de Porto Alegre mostra um dado curioso entre a população de sem-teto. De acordo com uma avaliação antropométrica realizada com parte dos moradores de rua, há mais obesos do que desnutridos nas vias da Capital.

A Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cosans), órgão da prefeitura, divulgou ontem a avaliação que abrangeu 140 freqüentadores do Restaurante Popular. Entre esses, 78% estão dentro dos padrões normais de nutrição, 15% são obesos e 4% estão desnutridos.

O estudo foi apresentado durante a Semana da Alimentação, que ocorreu no Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs).

O próximo passo agora é controlar a qualidade nutricional dessa alimentação.

A pesquisa no Restaurante Popular, localizado no centro de Porto Alegre, ocorreu de abril a agosto. A partir da aferição do peso e da estatura dos usuários encaminhados pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), os nutricionistas da Cosans elaboraram a classificação de acordo com o Índice de Massa Corporal (IMC).

Cosans/ZH

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: