Aracruz perde R$2 bi e revê expansão de Guaiba


A crise continua na Aracruz. Após perder quase R$ 2 bilhões em operações com derivativos de câmbio, a empresa cancelou ontem o pagamento de juros sobre capital próprio no valor de R$ 84 milhões, anunciado em comunicado em 19 de setembro. As informações estão em fato relevante divulgado pela empresa. “Essa decisão mostra que a situação financeira da Aracruz não é mais confortável”, avaliou a corretora Ágora, em relatório.

A corretora já espera a perda do grau de investimento da Aracruz por todas as agências de rating.

A Ágora também questiona se o projeto de expansão da capacidade produtiva da unidade de Guaíba no RS, com investimento de R$ 1,8 bilhão, será ou não mantido.

A Moody’s rebaixou, nesta quarta-feira (15), a classificação de risco da  Aracruz Celulose, de Baa2 para Baa3 em sua escala global e de Aaa.br para Aa1.br em sua escala nacional brasileira. Segundo a agência de classificação de risco, os ratings continuam em revisão para possível rebaixamento.

A revisão original do rating foi iniciada em 3 de outubro de 2008 após o anúncio pela Aracruz de potenciais perdas substanciais com instrumentos derivativos de moedas bem como da planejada fusão com a Votorantim Celulose e Papel S.A. (VCP), informa a agência em comunicado.

No início do mês, a empresa informou um prejuízo de R$ 1,95 bilhão com operações de derivativos cambiais, que apostavam na continuidade do dólar baixo.

Mercado Aberto

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: