Arquivo do dia: outubro 13, 2008

Epilepsia: novo equipamento para pesquisa

Hospital das Clinicas terá equipamento para pesquisa em epilepsia Nesta segunda-feira, 13,  o Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas da FMUSP recebeu a direção do Complexo HC e autoridades do Governo para conhecer as novas instalações do Serviço de Ressonância Magnética, que foi totalmente atualizado tecnologicamente para o atendimento ambulatoria, além de contar com um equipamento de 3 tesla, para a realização de pesquisas neurológicas focadas em epilepsia.

O InRad cumpre mais uma etapa no cronograma de modernização de suas instalações nessa unidade que ocupa uma área de 600 m² e que contou com recursos de aproximadamente R$ 6 milhões para obras de adequação, infra-estrutura e atualização tecnológica dos dois equipamentos de 1,5 tesla, para atender pacientes ambulatoriais do Complexo HC.

Outra conquista foi a aquisição do aparelho Philips Achieva de 3 tesla, via projeto de Cooperação Interinstitucional de Apoio a Pesquisas sobre o Cérebro – CINAPCE, um equipamento que reúne o que existe de mais avançado em termos de tecnologia nessa área, pois suas imagens têm maior resolução espacial, ou seja, maior relação sinal/ruído, o que garante aos estudos de ressonância magnética funcional, tratografia e espectroscopia uma maior eficácia e vantagens para realização de pesquisa de ponta, e que há pouco mais de um mês está em fase de testes no Instituto.

O CINAPCE é um projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), cuja linha de estudo é pesquisar os avanços no diagnóstico por imagem do cérebro em epilepsia, e envolve três universidades – a Faculdade de Medicina da USP (Radiologia do HC), a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP e a Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp – que receberam os aparelhos de ressonância magnética de 3 tesla para o desenvolvimento dessas atividades, contando com uma parceria científica da empresa Philips.

O prof. Dr. Giovanni Guido Cerri e a profa. Dra. Claudia da Costa Leite, da Radiologia da FMUSP, coordenam esse projeto, com o envolvimento dos departamentos da Neurologia e Psiquiatria, totalizando 12 pesquisadores principais em todo o Complexo.

É a primeira vez no Brasil que um aparelho de ressonância magnética será utilizado predominantemente para pesquisa em epilepsia, beneficiando diretamente as pessoas portadoras dessa doença, melhorando sua qualidade de vida devido à precisão diagnóstica, ao acompanhamento da origem dos sintomas e da evolução terapêutica, que criam oportunidades para o desenvolvimento de novos tratamentos, além de contribuir para o aumento da produtividade do serviço que terá uma parcela dos horários do aparelho RM 3T, disponibilizados para o atendimento à população.

Midiacom

Hebe só renova se baixar salário

O SBT decidiu mesmo a cortar custos em 2009. Assim como ocorreu com Adriane Galisteu, mais uma artista da casa foi convidada a renovar contrato com o SBT, desde que aceite a nova diretriz. A era dos salários fixos milionários no SBT acabou. O contrato de Hebe Camargo vence em 30 de dezembro.

A emissora oferece a Hebe um contrato de dois ou três anos, e com salário fixo considerado “simbólico”: algo na faixa “miserável” entre R$ 100 mil e R$ 150 mil mensais.

Mas esse é o fixo. O SBT se compromete a rachar com Hebe todo o faturamento publicitário do programa. Meio a meio. Antes da divisão, no entanto, Silvio Santos tem direito de descontar os gastos integrais da produção do programa.

Ricardo Feltrin

Morre a Bailarina Bertha Rosanova

Morreu aos 78 anos, vítima de câncer, a bailarina Bertha Rosanova Rozemblat, na manhã desta segunda-feira. Ela estava internada, desde o dia 10, no hospital São Carlos, em Copacabana. A bailarina deixa marido, filha e dois netos.

Nas décadas de 40, 50 e 60, Bertha entrou no corpo de baile do Teatro Municipal, no Centro, com 13 anos. Mas, logo se tornaria a primeira bailarina, aos 15 anos.

Na última sexta-feira, ela recebeu uma grande homenagem do teatro, mas não chegou a ver a gravação dessas homenagens feitas em vídeo. O local do enterro ainda não está definido.

Angelina Jolie: o rosto que mais vende revista

Este é o rosto que mais vende capas de revistas, segundo uma pesquisa da “Forbes”? Angelina Jolie! A beleza impactante da atriz foi parar em cerca de 30 capas só no ano passado. E, em todas as publicações em que aparece, Angie joga as vendas lá para cima.

Veja abaixo algumas fotos do ensaio de capa da mais nova edição da revista “W” com fotos da atriz e seus filhos feitas pelo marido Brad Pitt.

Glamur

Morre o ator Guillaume Depardieu

O ator Guillaume Depardieu morreu nesta segunda (13) em um hospital perto de Paris aos 37 anos de idade, depois de ter “contraído um vírus que provocou pneumonia fulminante”, informou a agência Artmedia que representa seu pai, o ator francês Gérard Depardieu.

O jovem ator, que deu o que falar em sua juventude por seu envolvimento com drogas e chegou a passar três meses na prisão, agora vivia mais calmo, com uma filha. Em abril de 2003 Guillaume anunciou que processaraia o não só o hospital que o operou, como a saúde pública em geral.

Guillaume atuou ao lado de seu pai em Todas as Manhãs do Mundo, Os Miseráveis e O Conde de Montecristo, contou na época que que tudo começou com um acidente de moto (seu pai também teve problemas com este veículo), ocorrido em 1995. Ele teve fraturas na perna direita, foi submetido a 17 operações que resultaram em duas infecções hospitalares. “Foi depois da terceira operação que fui contaminado por estafilococus e minha perna foi apodrecendo lentamente. Assim que me amputarem começarei minha batalha nos tribunais”, declarou na época.

“O que chamam de infecções hospitalares são na realidade produto de negligência”, afirma o jovem Guillaume, que em 15 anos fez cerca de 30 filmes, telefilmes e séries de TV. “Os médicos tentaram curar-me com antibióticos, mas estes atuam como uma minibomba e destróem os anti-corpos, enquanto os germes ficam superresistentes”.

“Oitenta mil pessoas são contaminadas todos os anos nos hospitais franceses e destas, dez mil morrem de infecção. O dobro morre em acidentes de trânsito e o mesmo número morrem vítimas do tabaco. O problema é que os hospitais franceses são velhos e antiquados, não dispõem de meios nem de pessoal”, declarou.

Ap/NF

Band vai reformular toda programação

A Band vai reformular inteiramente a sua programação da manhã e tarde no ano que vem. Pouca coisa do que atualmente existe deve sobrar.

O colunista Flávio Ricco adianta em sua coluna que alguns profissionais atualmente no ar serão aproveitados, como Rosana Hermann, por exemplo. Nada se sabe de Cicareli.

Como parte desta reformulação, já se sabe que teremos a estréia de Silvia Poppovic.

A propósito de Band: aproveitando o sucesso da menina Maísa, apresentadora mirim do SBT, a Band reprisou sua participação no quadro “Pra quem você tira do chapéu” no programa Raul Gil Tamanho Família neste domingo e na homenagem a Sandy e Jr.

Maísa foi descoberta no Programa Raul Gil em 2005, aos três anos de idade, no quadro Eu e as Crianças.

Flávio Ricco/ NF

Irene Ravache e Pedro Cardoso concorrem ao Emmy

O Brasil, com um total de seis produções, é o país da América Latina melhor representado na 36ª edição do Emmy Internacional, cujos indicados foram anunciados nesta segunda-feira (13), em Cannes (França).
Ao prêmio de melhor novela, categoria que estréia neste ano, disputam “Paraíso tropical” e as produções “La Lola” (Argentina), “The invasion Igtiyah” (Jordânia) e “One nigh of love” (Rússia).

Além disso, o Brasil concorre em: melhor interpretação – Pedro Cardoso (“A Grande Família”) e Irene Ravache (“Eterna Magia”), melhor programa artístico – “Por Toda a Minha Vida: Nara Leão”, melhor série dramática – “Mandrake” – e melhor documentário – “Collision over the Amazon”, sobre o acidente entre um avião da GOL e um jato Legacy.

Outros destaques entre os indicados ao prêmio, que distingue os melhores da TV mundial, estão a novela argentina “La Lola” e uma das versões do humorístico “CQC”, que volta à disputa como melhor programa de entretenimento sem roteiro.

A cerimônia de entrega das estatuetas acontecerá em 24 de novembro, no hotel Hilton de Nova York.

Carro: prestação no máximo em 36 X

As pessoas começam a ter dificuldades para financiar a compra do automóvel. Entre os revendedores de usados, o sentimento é de que as linhas estão muito restritas e já embutem taxas praticamente duas vezes mais altas. Já entre os carros novos, os bancos ligados às montadoras garantem a oferta de recursos, com taxas reduzidas, até pelo compromissos com as vendas das companhias. Nos dois casos, os prazos encolheram e raramente superam 36 meses.

A primeira reação concreta dos bancos que financiam automóveis ao aperto do crédito foi a suspensão dos planos de financiamento em 72 meses. A segunda foi lançar grandes campanhas reduzindo taxas de juros à metade da média do mercado. Mas na maior parte dos casos, os juros mais baixos não valem para os carros mais vendidos.

Na Volks, a taxa de 0,99% só vale para planos de 24 meses e para os modelos da linha Fox, Polo e o importado Beetle. Quem quiser Kombi – um veículo que não precisa nem de propaganda – ou o novo Gol – recém-lançado e sucesso de vendas – tem que arcar com juros mais altos, em torno de 1,69%.

A Ford também lançou uma campanha de 0,99% em financiamento de 24 meses para os modelos Fiesta e EcoSport. E a mesma taxa foi lançada pela General Motors para as linhas Corsa e Astra. Tanto Ford como a GM excluíram os carros mais baratos – Ka e Celta, respectivamente – dos planos com juros mais baixos.

O segmento que mais sofre, no entanto, é da classe de renda mais baixa, que passou a ter acesso ao crédito pelas linhas longas.

As taxas, que antes oscilavam entre 1,8% e 2,2% ao mês, hoje variam entre 2,2% e 2,5% ao mês. Mas o pior não são os juros mais altos, mas sim a seletividade elevada dos bancos para aprovação do crédito. As exigências ficam tão grandes que muitas vezes inviabilizam o negócio.

Até mesmo o nicho de carros de luxo já sofre com a crise, afirma Ricardo Almeida, gerente da Audi One, concessionária que representa a marca.

Fernando Travaglini e Marli Olmos

Brizola: anistia e pensão para companheira

O falecido ex-governador Leonel Brizola, duas vezes candidato a presidente da República, será declarado hoje oficialmente anistiado político em sessão da Comissão de Anistia. O pedido foi protocolado, em Brasília, por Marília Guilhermina Martins Pinheiro, companheira de Brizola, que viveu com ele uma união estável de 11 anos. Guilhermina quer ainda que os 15 anos que Brizola viveu no exílio sejam contados como tempo de serviço para efeitos previdenciários.

Guilhermina recebe, pelo menos, duas pensões como companheira de Brizola. Uma delas, da Câmara dos Deputados, é equivalente a 70% do valor a que teria direito de fato. Com a provável aprovação da contagem de tempo hoje, ela poderá reivindicar o valor integral. O período no exílio contará como se Brizola tivesse trabalhado regularmente.

Ela provou no processo da comissão ser dependente do falecido governador, anexando cópia do Diário Oficial na qual aparece como sua pensionista. Em 2004, Guilhermina passou a receber pensão de R$6.300 do governo do Estado do Rio.

O presidente da Comissão de Anistia, Paulo Abrão, afirmou que a comissão vai aprovar a anistia post-mortem de Brizola – um dos maiores opositores do regime militar instaurado em 1964 – e, provavelmente, também a contagem de tempo.

Abrão explicou que há jurisprudência na Comissão de Anistia de se reconhecer como contagem de tempo o período vivido no exílio dos que lutaram contra a ditadura.

É tão certa a aprovação do caso de Brizola hoje que já está marcada para sexta-feira, na Assembléia Legislativa de Porto Alegre (RS), uma homenagem ao pedetista. Foi lá que ele começou sua carreira política, como deputado estadual. A portaria declarando Brizola anistiado será assinada nesse evento pelo ministro da Justiça, Tarso Genro.

Guilhermina não pediu no processo qualquer valor como reparação econômica ou indenização adicional. Seu processo tramitou de forma acelerada na comissão. O pedido foi protocolado em dezembro de 2007 e, agora, dez meses depois, será aprovado.

Filhos de Brizola pediram indenização por perseguição

Os três filhos de Brizola, com Neusa Goulart, pediram indenização na comissão, alegando perseguição do regime militar, mesmo quando crianças, mas não requereram a condição de anistiado político do pai. Os casos não foram julgados até hoje. José Vicente protocolou seu pedido em 2002; João Otávio e Neusinha, no fim de 2005.

Evandro Éboli /Gl

Gov anuncia construção de novo aeroporto em SP

O governo federal anunciou um novo aeroporto na Região Metropolitana de São Paulo. Embora ainda não tenha local definido, o novo aeródromo está criado oficialmente pelo governo federal, com a publicação, na edição de sexta-feira do Diário Oficial da União, do despacho que inclui o projeto no Plano Nacional de Desestatização (PND). A idéia é que o terceiro aeroporto, que vai integrar o sistema aeroportuário paulistano e nacional, junto com Congonhas e Guarulhos (Cumbica), não se localize em uma cidade onde já haja um terminal de grande porte.

Itapecerica da Serra, Franco da Rocha, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes e Jundiaí são alguns dos municípios que foram apontados recentemente como fortes candidatos a receber o empreendimento. A dimensão do negócio mexe com imaginário dos 39 municípios da grande São Paulo, que estão de olho nos investimentos para implantação do novo aeroporto, estimados inicialmente em mais de R$ 5 bilhões. Alguns prefeitos desses municípios já teriam, inclusive, encomendado estudos de viabilização do projeto dentro dos seus territórios e aguardam a chance de que possam apresentá-los às autoridades locais e federais como comprovação de alternativa viável.
“O local não está escolhido”, disse o ministro Nelson Jobim (Defesa), em declarações feitas no interior de São Paulo. O governo federal já prospectou alguns locais aptos a receber o empreendimento. Mas que decidiu manter as alternativas sob absoluto sigilo, por haver o temor que a divulgação da relação provoque uma corrida imobiliária especulativa e isso contribua para inviabilizar a alternativa mais adequada. “Se falarmos em local, os preços triplicam”, confirmou Jobim.

Na quarta-feira da semana passada, o terminal de Viracopos (Campinas, SP) também foi incluído no PND, junto com o Galeão (RJ). Todas as análises sobre esses dois aeroportos devem ficar prontas em janeiro de 2009 e o edital do leilão ser lançado no segundo semestre. A Anac será o órgão encarregado pelo Conselho Nacional de Desestatização pelo processo de privatização.

Gazeta Mercantil

%d blogueiros gostam disto: