Arquivo do dia: outubro 10, 2008

Ricardo Azeredo é o novo presidente da TVE do RS

O jornalista Ricardo Azeredo será anunciado, na segunda-feira, pelo Palácio Piratini, como o novo presidente da Fundação Cultural Piratini, que envolve a TVE e a rádio FM Cultura.

Conforme o Coletiva.net havia o jornalista Pedro Macedo será o Diretor de Programação da emissora de televisão enquanto Airton Nedel, que estava respondendo interinamente pela presidência desde a saída do Luiz Fernando Moraes, assumirá como Diretor Geral. O anúncio, formal, está prometido para a tarde do dia 13, pela governadora Yeda Crusius.

TVE/Coletiva

Brasileiro ganha 15 % a mais por ano de estudo

Cada ano de estudo que o brasileiro acumula em seu currículo gera um salto médio em seu salário de 15,07%. O mesmo movimento é observado nas chances de ocupação que, seguindo o mesmo critério, aumentam em média 3,38%.

Os dados fazem parte da pesquisa Você no Mercado de Trabalho, apresentada nesta quinta (09) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O estudo aponta, ainda, que os impactos nos salários e na ocupação obtidos com investimentos em educação pessoal sofrem aceleração na medida em que se somam os anos de estudo.

Desta forma, o salário de uma pessoa sem qualquer grau de instrução tem um incremento de 6% quando ela passa a ter um ano de estudo. Já um brasileiro com 15 anos de estudo, que corresponde à conclusão do terceiro grau, passa a ganhar 47% a mais quando agrega ao seu currículo um curso de pós-graduação.

Affonso Ritter

YouTube já passa programas da CBS na íntegra

O YouTube, maior site de compartilhamento de vídeos da Internet, começou a disponibilizar programas inteiros do arquivo da CBS Corp., em mais uma iniciativa no sentido de incluir programação profissional e atrair anunciantes para o site.

Na sexta-feira, o YouTube, subsidiária do Google Inc., anunciou contatos com outras redes norte-americanas para exibir programas na íntegra. Várias redes já disponibilizam trechos no site, que também abriga o conteúdo produzido por milhões de amadores no mundo.

Episódios inteiros (20 a 48 minutos) de vários seriados da CBS, como “Jornada nas Estrelas” e “Barrados no Baile”, já estão disponíveis no YouTube. Eles vêm com uma tarja para distinguir o programa integral dos clipes, e poderão ser vistos no novo modo “cinema”.

Embora a maioria do seu conteúdo ainda sejam vídeos com até dez minutos, nos últimos meses o site vem tentando incorporar programas integrais dos canais a cabo HBO, da Time Warner, e Showtime, da própria CBS.

A nova parceria coloca o YouTube em competição mais direta com o Hulu, novo site da NBC Universal.

Mas a audiência do YouTube é muito maior que a do Hulu. Em agosto, o YouTube teve mais de 330 milhões de usuários, segundo a auditoria da empresa comScore. O Hulu teve apenas 3,3 milhões de usuários.

Mas, mesmo recebendo 13 horas de vídeo por minuto, o YouTube sofre para estabelecer um modelo publicitário forte, que justifique os 1,65 bilhão de dólares que o Google pagou pelo site em 2006.

Os anunciantes relutam em associar suas marcas com as imagens granuladas e amadoras da maioria dos vídeos. Além disso, o Google e o YouTube enfrentam um processo de 1 bilhão de dólares da Viacom por violação de direitos autorais, por causa da inclusão no site de material dessa empresa sem a respectiva permissão.

Reuters

STF: Celso Russomanno acusado de peculato

O Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou denúncia contra o jornalista e deputado Celso Russomanno (PP-SP), acusado pelo Ministério Público (MPF) pela prática de peculato. Com isso, ele passa a ser réu em ação penal.

Russomanno teria desviado recursos públicos para o pagamento de Sandra de Jesus como sua secretária parlamentar, entre 1997 e 2001. Segundo apuração feita por uma juíza da Justiça do Trabalho, Sandra exercia, na verdade, função de gerente na produtora Night and Day, propriedade particular do deputado.

Em sua defesa, Russomanno alega que, por causa de problemas financeiros da empresa, Sandra foi demitida em meados de 1997. Por ser excelente profissional, ela foi nomeada secretária parlamentar do deputado. Diz ainda que seu escritório político funciona no mesmo local da produtora, o que teria causado confusão a respeito das funções exercidas por Sandra.

Deputado não separa o público do privado
De acordo com a relatora do processo no STF, ministra Ellen Gracie, o deputado, de certa forma, confirma a denúncia no tocante à ausência de separação entre o público e o privado.

“Nesse particular, o erário era quem remunerava a funcionária Sandra que, por sua vez, prosseguia administrando e gerindo a sociedade empresária”, disse a ministra.

Falsidade da rescisão contratual
O ministro Cezar Peluso acompanhou o voto da relatora. Segundo ele, a questão não é o serviço de Sandra, mas o valor pago pelo erário para a realização de atividade particular.

“Reconheceu-se a falsidade da rescisão contratual, uma vez que mesmo após ser demitida pela empresa foi mantida a relação de emprego com o dinheiro público”, avalia Peluso.

Os ministros Marco Aurélio e Celso de Mello votaram contra o recebimento da denúncia por entenderem que a denúncia não se enquadra no crime de peculato, mas de apropriação de serviço.

Russomanno é o autor do Projeto de Lei 3981/08, que permite que pessoas sem diploma de jornalismo exerçam a função desde que possuam pós-graduação na área. Também cria os conselhos regionais e federal de jornalismo, além de legislar sobre os direitos do jornalista e instituir a realização de exame de ordem para a obtenção do registro profissional.

Comunique-se

STF pode derrubar exigência do diploma de jornalista

Dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que vão julgar recurso extraordinário do Ministério Público Federal que questiona o diploma para jornalista, seis já se manifestaram, de uma forma ou de outra, contra a exigência de formação para profissionais de imprensa. Se eles mantiverem posição contrária ao diploma, o número pode decidir o julgamento, marcado para este segundo semestre.

Reportagem do site Congresso em Foco chama a atenção para o fato de alguns dos ministros já terem sinalizado opinião a respeito do tema. O presidente do STF, Gilmar Mendes, está entre eles.

Há dois anos, uma medida cautelar relatada por Gilmar Mendes, na 2ª Turma do STF, permitiu que pessoas sem diploma continuassem a exercer o jornalismo. Cezar Peluso, Celso de Mello e Joaquim Barbosa referendaram a posição de Gilmar.

Eros Grau e Ricardo Lewandowski não participaram da análise do recurso, mas declararam que não se deveria exigir formação específica para jornalistas já que, na opinião deles, o exercício profissional não dependeria de conhecimentos específicos.

No entanto, se depender da atuação da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj), a obrigatoriedade do diploma pode ser definitiva. Pesquisa de opinião realizada pela Fenaj/Sensus revelou que 74,3% dos dois mil entrevistados em território nacional disseram ser a favor do diploma, contra 13,9% que defendem a atuação jornalística sem o documento. O presidente da entidade, Sérgio Murillo, prometeu entregar cópias da pesquisa aos 11 ministros do STF.

O Congresso em Foco lembra a possibilidade de flexibilização da questão, já que tanto o Legislativo, com o Projeto de Lei do deputado federal Celso Russomano, como no Executivo, com o grupo formado pelo Ministério do Trabalho para discutir a regulamentação profissional, o assunto está em pauta.

Comunique-se/Congresso em Foco

Gisele esquece etiqueta de roupa emprestada

Até as topmodels cometem seus deslizes quando o assunto é moda, sabia? Gisele Bündchen foi clicada com a etiqueta de sua blusa à mostra na tarde desta quinta-feira, dia 9, em Los Angeles. Fez isso enquanto gravava um videoclipe para a banda Blackcowboy’s, interpretando uma mulher fatal (ou seja, ela mesma).

A gente sabe que em casos de gravação (seja de clipes, seja de programas) muitas vezes os famosos usam roupas emprestadas por lojas e grifes famosas – e nesses casos, não podem mesmo tirar as etiquetas das peças que vão vestir. Ainda assim, sempre rola um truque para prender e esconder a tag. Truque esse desconhecido por Gisele, pelo visto. É que ela achou que seu cabelão iria esconder o papelzinho…

Tomara que a etiqueta não apareça nas gravações, não é?

Mas ela pode!

Estrelando

Sean Connery garoto-propaganda da Louis Vuitton

O eterno James Bond Sean Connery, 78 anos, mostra que está super em forma na campanha que acaba de fazer para a grife Louis Vuitton.

O ator escocês anuncia uma bolsa da grife de luxo francesa que tem como diferencial ser a prova d’água.

A imagem foi feita pela famosa fotógrafa Annie Leibovitz em um cenário bem paradisíaco: uma praia nas Bahamas.

Já foram garotos-propaganda da marca nomes como Keith Richards, Francis Ford Coppola, Sofia Copolla e Mikhail Gorbachev.

Oi vende 100 mil chips pré-pagos em um dia

A Oi vendeu 100 mil chips pré-pagos em São Paulo na última sexta-feira (03/10), primeiro dia de comercialização de SIM Cards da operadora no Estado de SP.

“É um número expressivo, até porque os chips não podem ser ativados”, comenta Julio Püschel, analista sênior do Yankee Group. Como comparação, no lançamento da operadora, em 2002, a Oi contabilizou 500 mil clientes em três meses de operação em 16 estados da Região I.

Sem arriscar estimativas, Püschel ressalta que nem todas as pessoas que comprarem chips da operadora durante o período de pré-lançamento no mercado de São Paulo se tornarão efetivamente clientes da Oi.

“A venda antecipada é importante, mas fico pensando em quantos clientes tentaram colocar o chip no aparelho desbloqueado, não conseguiram usar o serviço e se frustraram”, afirma, ressaltando que isso deve acontecer apesar da campanha de comunicação realizada pela operadora para informar que seus serviços em São Paulo começam a partir de 24/10.

Ele acrescenta que as vendas de chips da operadora no Estado devem diminuir com o passar do tempo, porque termina o fator de novidade. Para Püschel, a operadora adotou uma “estratégia acertada” para chegar ao mercado paulista no segmento pré-pago, porque os usuários de telefonia móvel não têm percepção do custo por minuto de ligação. Ao oferecer um bônus diário, o usuário consegue avaliar o benefício mensal, pondera o especialista.

Por outro lado a ausência de subsídio de aparelhos é o maior desafio que a Oi terá que enfrentar ao apresentar sua oferta pós-paga para os paulistas, pois neste segmento a troca de aparelho é um diferencial para conquistar clientes.

Dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) de agosto indicam a Oi como a terceira operadora no total de adições líquidas no mês, com 675 mil novos usuários. Em primeiro lugar está a Claro, com 1 milhão, seguida pela Vivo, com 757 mil clientes novos.

Fabiana Monte/ Computerworld

RS: Viamão terá centro de produção audiovisual

Segundo Cícero Aragon (foto), presidente da Fundacine (Federação Cinema Rio Grande do Sul), o complexo será construído em parceria com a PUC-RS.

Viamão, localizado na Grande Porto Alegre, deve ter um centro tecnológico de produção audiovisual até o final de 2010. Atualmente, a Fundacine e a universidade trabalham na captação de recursos para o pré-projeto. O projeto final está estimado em R$ 25 milhões.

Aragon contou que foi feita uma pesquisa com realizadores locais para decidir qual o melhor formato para o pólo. “Ao contrário do que acontece no Tecnopuc, em que empresas de tecnologia se instalam no complexo da universidade, os produtores não querem montar suas estruturas no centro, querem utilizá-lo apenas quando estiverem trabalhando em um projeto e pretendemos oferecer a estrutura para isso, com estúdios e equipamentos”, disse, acrescentando que a idéia é que o centro seja utilizado também por produtores do Mercosul, devido à proximidade destes mercados.

Ana Carolina Barbosa/TELA VIVA News

Agressão de ex-namorado não se enquadra na Lei Maria da Penha

Agressão de ex-namorado não se enquadra na Lei Maria da Penha

Agressão de ex-namorado contra antiga parceira não configura violência doméstica, portanto não se enquadra na Lei n. 11.340/06, conhecida como Maria da Penha. Com esse entendimento, a Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por maioria, declarou competente o juízo de direito do Juizado Especial Criminal de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, para julgar e processar ação contra agressor da ex-namorada.

No caso, o homem encontrou a ex-namorada na companhia do atual parceiro e praticou a agressão. Ele jogou um copo de cerveja no rosto dela, deu-lhe um tapa e a ameaçou. O Ministério Público entendeu ser caso de violência doméstica e, por isso, considerou que deveria ser julgado pela Justiça comum. Acatando esse parecer, o juízo de Direito do Juizado Especial Criminal de Conselheiro Lafaiete encaminhou os autos para a 1ª Vara Criminal da cidade. Porém, a Vara Criminal levantou o conflito de competência por entender que não se tratava de violência doméstica e, por essa razão, a questão deveria ser julgada pelo Juizado Especial.

Em sua decisão, o relator, ministro Nilson Naves, destacou que a Lei Maria da Penha não abrange as conseqüências de um namoro acabado. Por isso, a competência é do Juizado Especial Criminal. Acompanharam o relator os ministros Felix Fischer, Laurita Vaz, Arnaldo Esteves Lima, Maria Thereza de Assis Moura, Jorge Mussi e Og Fernandes.

O ministro Napoleão Nunes Maia Filho divergiu do relator e foi acompanhado pela desembargadora convocada Jane Silva. Segundo ela, o namoro configura, para os efeitos da Lei Maria da Penha, relação doméstica ou familiar, já que trata de uma relação de afeto.

STJ

%d blogueiros gostam disto: