Arquivo do dia: setembro 30, 2008

Angelina Jolie e Brad Pitt… mais filhos

Com a chegada do novo jogo da franquia Tomb Raider às lojas, no fim do ano, Angelina Jolie teria recebido convites para voltar a interpretar a personagem Lara Croft nos cinemas, informou o site EntertainmentWise.

– As portas estão abertas para ela a qualquer momento. Queremos fazer um filme ainda mais sombrio – afirmou um dos funcionários do estúdio ao site.

Angelina interpretou a heroína nos filmes Lara Croft: Tomb Raider (2001) e Tomb Raider: A Origem da Vida (2003).

Ultimamente a atriz tem se dedicado ao trabalho como embaixadora da Organização das Nações Unidas e aos filhos. Este ano a atriz deu à luz gêmeos, fruto de seu casamento com Brad Pitt. Angelina tem, no total, 6 filhos.

E vem mais cegonha por aí. Angelina Jolie e Brad Pitt declararam que desejam, sim, expandir a família. O casal estrelado já considera, inclusive, a nacionalidade do sétimo filho, de acordo com o tablóide inglês “Daily Mail”.

Mas a esperança de ter um brasileirinho no pedaço já caiu por água abaixo. Os países latino-americanos cogitados pela dupla são a Bolívia e o Paraguai.

Glamurama

Música: Philip Glass compõe ópera sobre Walt Disney

Philip Glass está com uma missão e tanto em suas mãos: compor uma ópera baseada na vida e na carreira de Walt Disney. E a empreitada marcada para abrir a temporada 2012-2013 da New York City Opera.

“A história dos últimos dias da vida de Walt Disney, ícone americano e criador de, muito provavelmente, o mais difuso mundo da fantasia de nosso planeta, é surpreendente. E em alguns momentos até perturbadora”, comentou Glass sobre o livro “The Perfect American”, que será a base de sua criação.

A estréia coincidirá com o aniversário de 75 anos do compositor.

Glam/AFP

Brasileiros criam célula-tronco embrionária

A ciência brasileira acaba de obter a primeira linhagem de células-tronco embrionárias humanas. O avanço inédito foi obtido por pesquisadores do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo e deve ser anunciado na manhã desta quinta-feira, em Curitiba, durante um simpósio de terapia celular, que ocorre no Paraná.

O sucesso foi uma combinação de muito suor e alguma audácia por parte do grupo liderado por Lygia da Veiga Pereira, uma vez que a liberação definitiva para a produção de células-tronco embrionárias humanas só veio com a decisão do Supremo Tribunal Federal, em maio de 2008, que julgou improcedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a Lei de Biossegurança, que havia sido aprovada pelo Congresso em 2005.

Se o grupo tivesse começado as pesquisas apenas após o julgamento no Supremo, não teria sido possível avançar tão depressa. “Na verdade, em 2005 as pesquisas haviam sido liberadas. A existência da ação de inconstitucionalidade não proibia. Essa foi a minha interpretação”, conta Pereira.

Ela usa como argumento que seu projeto foi aprovado pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e recebeu financiamento já em 2006. “Entendi isso como um sinal para ir adiante.”

Mas nem tudo foram flores. Por conta da insegurança jurídica, houve gente no grupo de Pereira que teve a bolsa de estudos negada pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), que temia uma proibição mais adiante. Mesmo assim, com o auxílio de verbas federais e de instituições privadas, o grupo prosseguiu.

E, cerca de três meses atrás, após 35 tentativas, os cientistas conseguiram extrair a primeira linhagem estável de células-tronco a partir de um embrião. Desde então, os pesquisadores passaram a multiplicar essas células. Finalmente, algumas semanas atrás, conseguiram determinar que as células obtidas eram pluripotentes — podiam se transformar em qualquer tipo de tecido.

É exatamente por isso que as células-tronco embrionárias são tão cobiçadas. Agindo como curingas celulares, elas são teoricamente capazes de se transformar em qualquer tipo de célula que existe no corpo humano. Por isso há a esperança de que possam, no futuro, ser aplicadas em tratamentos de doenças hoje incuráveis, restabelecendo a saúde a órgãos ou tecidos danificados. Entre as muitas enfermidades que poderão um dia ser combatidas com terapia celular estão diabetes, mal de Parkinson e problemas cardíacos.

“Já vimos nossas células se transformarem em neurônio e músculo”, diz Pereira. “Pretendemos fazer agora testes em animais, para confirmar essa pluripotência.”

G1/USP

Aprenda fácil as novas regras de acentuação

Os brasileiros começam a se preparar para as mudanças na grafia da língua portuguesa, que valerão a partir de 1º de janeiro de 2009. O cronograma da implantação das alterações está estabelecido no decreto assinado ontem pelo presidente Lula.

A data da promulgação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa foi simbólica: ocorreu na Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro (RJ), na sessão solene de celebração dos 100 anos da morte de Machado de Assis. Entre as modificações (quadro acima) estão fim do trema, novas regras em hífen e acentuação, e inclusão das letras w, k e y no alfabeto.

No Brasil, o acordo entrará em vigor em janeiro, mas a sua implantação ocorrerá de forma gradual. Nos livros didáticos, as novas normas só serão válidas em 2010 e obrigatórias a partir de 2012. A regra atual valerá para vestibulares e concursos públicos até dezembro de 2012. Até lá, serão válidas as normas atual e a nova. O objetivo é fazer com que as cerca de 210 milhões de pessoas em oito países que falam o português, a quinta língua mais falada no mundo, tenham a escrita unificada.

Para esclarecer dúvidas da população, o Ministério da Educação (MEC) planeja uma campanha publicitária e a elaboração de material informativo para distribuição, segundo o presidente da Comissão de Língua Portuguesa do MEC, Godofredo de Oliveira Neto. ‘É importante esclarecer que as pronúncias permanecerão as mesmas, assim como as diferenças morfológicas ou sintáticas das palavras. As mudanças serão apenas na escrita’.

O que Muda:

‘K’, ‘w’ e ‘y’ serão incorporados ao alfabeto brasileiro, que passa a ter 26 letras.
O trema desaparece nas palavras em português, permanecendo apenas em palavras estrangeiras e nomes próprios. Exemplos: agüentar – aguentar; tranqüilo – tranquilo; conseqüência – consequência.
O acento agudo também desaparece em ditongos abertos ‘ei’ e ‘oi’, em palavras como idéia, que ficará ideia (exemplo).
O acento circunflexo será outro sinal a desaparecer, em palavras com duplo ‘o’ ou com duplo ‘e’, como em vôo ou crêem.
Deixarão de existir, ainda, os acentos agudo e circunflexo que são hoje usados para diferenciar palavras com a mesma grafia. Exemplos: pára (do verbo parar) e a preposição para; e pêlo (substantivo) e o pelo, na combinação de per mais lo.
O hífen some quando o segundo elemento da palavra começar com ‘r’ ou ‘s’. Com isso, as consoantes serão dobradas. Exemplos: anti-religioso e anti-semita ficam antirreligioso e antissemita. A exceção acontecerá quando os prefixos terminarem em ‘r’. Nesses casos, o hífen será mantido, caso de ‘super-resistente’.

CP

Acadêmico britânico lança biografia de Lula

Uma biografia em inglês do presidente Luiz Inácio Lula da Silva será lançada hoje em Londres. O professor Richard Bourne, da London University, retrata a vida do presidente em “Lula of Brazil – The Story So Far”, publicada pela Zed Books. O livro levanta a história de Lula desde sua infância no Nordeste brasileiro, passando pela atuação sindical no ABC paulista, a fundação do Partido dos Trabalhadores, as tentativas de eleição presidencial em 1989 e 1998, as campanhas vitoriosas em 2002 e 2006 e também pelos escândalos de corrupção que abateram as figuras mais importantes do seu governo.

Com 272 páginas, a biografia é apresentada como “a história de um homem contra a história contemporânea de um poder emergente”. O britânico Richard Bourne visitou o Brasil pela primeira vez em 1965, como jornalista do jornal “The Guardian”. Ele também é autor de outros livros sobre a América Latina, como “Assault on the Amazon”, “Getúlio Vargas of Brazil: Sphinx of the Pampas” e “Political Leaders of Latin América”.

Agência Estado

Diário Oficial online de SP será gratuito

A partir desta quarta-feira, 1º de outubro, o acesso ao Diário Oficial do Estado de São Paulo na internet será aberto e gratuito, e as pesquisas poderão ser feitas desde a primeira edição, publicada em 1891.

As consultas ao acervo do Diário Oficial serão liberadas em todos os cadernos do Diário Oficial online. Todas as páginas também terão certificação digital gratuita.

Até aqui, a pesquisa nas edições de 1992 até hoje custava R$ 12 por hora. Quem quisesse fazer a busca por palavra-chave nas edições de setembro de 2001 até a de hoje também pagava esse valor. Certificar digitalmente a página custava R$ 3.

São 117 anos de história, incluindo notícias sobre as guerras da primeira metade do século XX, a Revolução Constitucionalista de 32, o regime militar, a luta pela redemocratização, a imigração e outros momentos importantes.

Hoje, cerca de 830 mil pessoas acessam o Portal da Imprensa Oficial todos os meses para consultar os atos do governo paulista publicados nas duas mil páginas diárias da publicação. São empresas, órgãos públicos, escritórios de advocacia e outras instituições que dependem do Diário Oficial para suas atividades diárias.

Cidade Biz

Banheiro unissex causa polêmica em escola

O centro acadêmico de uma das maiores universidades da Grã-Bretanha criou polêmica ao transformar seus banheiros em recintos unissex, atendendo a pedidos de estudantes transexuais.
O centro acadêmico da Universidade de Manchester, no norte da Grã-Bretanha, mudou as placas dos banheiros femininos de “mulheres” para simplesmente “banheiros”, e dos masculinos para “banheiros com mictório”.

As mudanças são em resposta a reclamações de estudantes transexuais que não se sentem à vontade para usar o banheiro masculino.

Um jornal da universidade, que tem 35 mil alunos, criticou a medida, mas a União Estudantil da Universidade de Manchester defende a iniciativa, dizendo que ela é necessária para combater a “transfobia”.

O centro acadêmico não revelou quantas reclamações recebeu de estudantes transexuais, mas disse que a questão era importante para “um número significativo”.

“Se você nasce mulher, mas se define como homem, poderia ter o direito de ir ao banheiro masculino”, disse Jennie Killip, membro da organização, em entrevista à BBC.

Algumas alunas entrevistadas pela BBC criticaram a medida, dizendo que não se sentirão à vontade ao freqüentar o mesmo banheiro que homens.
BBC Brasil

Professora pega 6 anos por sexo com aluno

Kelsey Peterson que fugiu para o México com um aluno de 13 anos, acusada de manter relações sexuais com ele, foi condenada ontem a seis anos de prisão. Em julho, Kelsey  foi declarada culpada de cruzar a fronteira entre os Estado Unidos e o México com o menor de idade para fazer sexo com ele.

Kelsey também é acusada por seqüestro de menores e assédio sexual em primeiro grau. Ela já passou quase um ano na prisão e pode ter sua pena reduzida em mais um ano por bom comportamento, de acordo com o promotor.

A americana começou a manter relações sexuais com o adolescente quando ele tinha 12 anos e era seu aluno, na 6ª série em uma escola da cidade de Lexington, no Estado de Nebraska.

O advogado de Kelsey questionou a autenticidade da certidão de nascimento do garoto, que segundo ele teria 16 anos e seria o responsável por assediar a professora.

O advogado do menino e de sua família, negou a acusação e disse que a professora sabia que ele tinha somente 12 anos.

Kelsey e o aluno desapareceram em outubro de 2007, depois que o superintendente da escola questionou-a sobre sua relação com o garoto. Ela foi presa uma semana depois, no México, após o aluno ter avisado sua família.

AP

Bancários de todo o País cruzam os braços hoje

Bancários de todo o País realizam uma paralisação de 24 horas nesta terça-feira. A decisão foi tomada pela maioria das assembléias realizadas ontem, nos Estados, que seguiram a orientação do Comando Nacional dos Bancários de rejeição à proposta de 7,5% de reajuste apresentada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

No Distrito Federal, a categoria já decidiu pela greve por tempo indeterminado, mas deve ser realizada nova assembléia no Setor Bancário Sul, no final da tarde. Os sindicatos estaduais devem decidir ainda hoje se paralisam ou não as atividades por tempo indeterminado.

Desde a última quarta-feira, o sindicato dos Bancários está em negociação com a Febraban em busca de um acordo salarial. A Febraban ofereceu reajuste de 7,5% sobre os salários e todas as verbas salariais. O Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta no momento em que foi apresentada, por considerá-la muito abaixo das expectativas da categoria.

As reivindicações dos bancários são: aumento real de 5%; elevação do valor da PLR e simplificar os critérios de distribuição: três salários mais R$ 3.500 para todos, sem limitador e sem teto; valorização dos pisos salariais; cesta-alimentação no mesmo valor do salário mínimo (R$ 415) e contratação da remuneração total; plano de Cargos e Salários para todos os bancários, e 1% para cada ano trabalhado.

A cada cinco anos, esse reajuste será de 2%. O banco é obrigado a promover o bancário pelo menos um nível a cada cinco anos; e aumento do vale-refeição para R$ 17,50, de forma a compensar a inflação dos alimentos dos últimos 12 meses.

Morre o baterista Gigante Brazil

Morreu nesta segunda-feira, aos 56 anos, o baterista carioca Gigante Brazil, cujo nome verdadeiro era Jorge Luiz de Souza. Ele sofreu uma parada cardíaca, em casa, na Vila Madalena, região oeste de São Paulo. A família ainda não decidiu onde será o velório e o enterro.

Brazil começou a carreira no ano de 1969, na banda Massa Experiência. Na década de 70, o músico tocou com Jorge Mautner. Ele acompanhou Mautner nos nos anos de 1972 e 1973. Em 1975, formou a banda Sindicato.

Em 1980, participou da final do Festival da Globo, ao lado de Chico Evangelista, tocando “Rastapé”. Nos anos 90, o músico participou do disco “Mais”, de Marisa Monte –no qual gravou os vocais da faixa “Ensaboa”–, e acompanhou a cantora em sua turnê.

Em agosto deste ano, o baterista acompanhou a cantora Anelis Assumpção, em um show no Sesc Pompéia, em São Paulo. Em 2005, ele gravou o disco “Música Preta e Branca e… Etc”, ao lado do parceiro Paulo Lepetit.

Brazil tocou ao lado de nomes da música brasileira como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Itamar Assumpção, com quem formou a banda Isca de Polícia. Recentemente, participou da gravação do disco “Celso Sim, Vamos Logo sem Paredes!”, do cantor Celso Sim –cuja temporada de shows foi encerrada na última quinta (25), no Sesc Avenida Paulista.

Em 2006, ele lançou seu primeiro disco como cantor, “Música Preta Branca e etc”, gravado em dupla com o baixista e produtor Paulo Lepetit e lançado pelo próprio selo de Lepetit, Elo Music, dentro da série CD7.

%d blogueiros gostam disto: