Médico é condenado por cobrar serviços do SUS


Um ortopedista de Cuiabá, que teria cobrado de um paciente do Sistema Único de Saúde para realizar procedimento pós-operatório, foi condenado na quarta-feira em primeira instância, por corrupção passiva. O médico teria solicitado da mãe de um beneficiário do SUS R$ 1,2 mil para realizar uma cirurgia no braço direito do paciente. Ele deverá cumprir pena de 2 anos e 6 meses de reclusão em regime aberto. Segundo o TJ-MT, há outras acusações contra o profissional.

Ele teria cobrado R$ 1 mil para realizar uma cirurgia de clavícula e R$ 600, para uma operação no braço, de outros pacientes. Ainda de acordo com o tribunal, há outra denúncia apontando que o médico teria cobrado R$ 500 para fazer curativos e retirada de pinos do cotovelo de um paciente, com o argumento de honorário complementar. Todos os casos teriam ocorrido no mesmo ano. A defesa alegou que o acusado não cobrou pelo procedimento cirúrgico, mas pelo tratamento laboratorial necessário, o pós-cirúrgico, que seria realizado em sua clínica particular e que não era coberto pelo poder público.

JP

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: