Prata em Pequim pode ficar inválido


Ouro nos Jogos de Atlanta (1996) e prata na marcha atlética das Olimpíadas de Pequim, o equatoriano Jefferson Pérez enfrenta o maior desafio de sua vida. De acordo com seu irmão, Fabián, o atleta sofre de uma doença degenerativa que ameaça suas articulações e pode levá-lo à cadeira de rodas em, no máximo, cinco anos.

– O problema de Jefferson é grave. Ele tem um problema degenerativo de suas articulações, especialmente nos joelhos e coluna. É uma forma irreversível e, em até cinco anos, pode determinar a utilização de uma cadeira de rodas – explicou Fabián Pérez.

De acordo com o irmão de Jefferson, o atleta conhece seu quadro clínico há dez anos, quando a doença foi diagnosticada em um exame feito nos Estados Unidos.

– Aconteceu porque Jefferson esforçou demais seu corpo, ou seja, maltratou muito seu organismo. Foi um preço muito alto que ele quis pagar por amor a ele próprio, à sua família e ao país. Ninguém buscará culpados. É preciso ter fé em Deus para que isso não ocorra logo ou que nunca ocorra – disse Fabián.

Diante do problema, o atleta deve anunciar sua aposentadoria em breve, mas precisará readaptar seu corpo à falta de treinos. A parada súbita nos exercícios pode levá-lo a um ataque cardíaco.

 Jefferson receberá homenagens no Equador nesta sexta-feira, quando será esperado por várias instituições esportivas, particulares e pelo governo local.

AE

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: