Olimpíadas: Mainardi morde a língua


Cielo lambe o ouro

Na torcida anti-Brasil, o colunista da VEJA, Diogo Mainardi, bateu seu recorde de besteira ( leia e ouça artigo abaixo).

Já na Olimpíada passada ele disse que o irlandes maluco que derrubou o maratonista brasileiro fez um favor, pois pelos seus “cálculos”, este chegaria em 7o e acabou ganhando um gas maior pra chegar em 3o.

Acompanhe o que o colunista da Veja publicou esta semana:

120808.mp3

CLIC E OUÇA AQUI TAMANHO RECALQUE

A gente nunca chega até as finais

Eu estou certo. Quem está errado é Pequim. Eu durmo cedo e acordo cedo. O que sobra para alguém como eu, nos Jogos Olímpicos, é a bateria preliminar dos 200 metros de nado de peito.

Eu assisto à bateria preliminar dos 200 metros de nado de peito. E, à tarde, antes de pegar no sono – eu durmo cedo e acordo cedo, mas também tiro uma pestana bem no comecinho da tarde – assisto às reprises das burlescas trapalhadas dos atletas brasileiros. É uma farra. Como é que eles conseguem ser ruins desse jeito? Como é que eles podem perder tanto assim? Eu vaio a TV, assobio para a TV, jogo o travesseiro na TV. Depois viro para o lado e durmo feliz.

O aspecto mais gratificante de se torcer contra os brasileiros é que a gente sempre acaba ganhando. Cada medalha de bronze perdida pode ser comemorada como um triunfo. Com suas humilhantes derrotas, eles ajudam a ratificar todos os estereótipos mais grosseiros sobre o Brasil e os brasileiros. O povo dócil. A cultura conformista. O caráter frágil. A personalidade titubiante. O espírito resignado. O pendor para ser eternamente café-com-leite. É reconfortante saber que o país nunca trairá nossas piores expectativas. (………) Quando eu acordar, o Brasil terá perdido mais umas doze medalhas de bronze. O país é uma bateria preliminar dos 200 metros de nado de peito. A gente nunca chega até as finais.

Diogo Mainardi

……….

Dica do blog de Jamildo Melo

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Edson José  On agosto 17, 2008 at am:21 am

    Tem jornalista que acha que a opinião dele vale muito, coitado não deve saber nem pegar numa raquete de ping-pong ou calçar uma chuteira, na verdade não vale nada a opinião, porque não vivem o esporte, como dizia aquele cara, fica falando no seu palacete encarpetado, sentado numa poltrona, escrevendo um monte de bobagem e ainda é pago para isso, e tem um monte por aí, o Luciano do Valle tem toda razão, só ver no youtube o que ele fala deste tipo de jornalista.
    Edson José Gonçalves
    http://ednene.wordpress.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: