ONGs desviavam dinheiro de portadores de Aids


O MPF (Ministério Público Federal) em Campinas (SP) está movendo ações de improbidade administrativa contra duas ONGs – Grupo de Orientação e Apoio aos Portadores de Aids (Goapa) e Sociedade Projeto Abraço – por considerar que elas prestaram contas de maneira insuficiente e fizeram mau uso do dinheiro.

As duas ONGs contratadas pelo governo, com verba destinada pela Unesco para programas de atendimento a pessoas com Aids, podem ter que devolver mais de R$ 20 mil aos cofres das Nações Unidas.

No caso da Goapa as acusações incluem o uso de nota fiscal falsa para comprovar a compra de um computador no valor de R$ 2.200. De acordo com nota do MPF, a presidente da ONG, Telma Aparecida Godoy, recebeu mais de R$ 25 mil para programas de apoio e prevenção à Aids, mas só conseguiu comprovar o gasto de aproximadamente R$ 19 mil. Por isso, o MPF quer que ela devolva mais de R$ 6.000.

Já no caso da Sociedade Projeto Abraço, não foram apresentados adequadamente relatórios financeiros e extratos bancários referentes à primeira parcela do convênio, que correspondia a R$ 14 mil A segunda parcela do convênio, de R$ 1.600 nem chegou a ser repassada pelo Ministério da Saúde.

Nos dois casos também existem acusações de compras indevidas com o dinheiro da Unesco.

Última Instância

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: