Após lei seca, mortes caem 12% nas federais


O número de mortos nas estradas federais caiu 12% nos 30 primeiros dias de lei seca em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo levantamento feito pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). A variação foi mínima no total de feridos (queda de 1%) e de acidentes (alta de 1,3%).
De 20 de junho a 20 de julho deste ano, 534 pessoas morreram em estradas federais e outras 6.219 ficaram feridas, num total de 10.676 acidentes. No mesmo intervalo de 2007, ocorreram 607 mortes, 6.284 feridos e 10.537 acidentes nas vias federais.

A estatística pós-lei seca contraria uma tendência de aumento da violência nas estradas brasileiras neste ano. Entre 1º de janeiro e 19 de junho de 2008 (véspera do início de vigência da lei seca), a PRF registrou 60.782 acidentes em vias federais, uma alta de 10,89% em relação ao mesmo intervalo de 2007.

O número total de feridos também vinha aumentando. No intervalo considerado de 2008, 34.945 pessoas ficaram feridas nas estradas, número 5,07% maior que o mesmo período um ano antes (33.259). O número de mortes estava em ligeiro declínio -2.969 em 2008, e 2.993 em 2007, variação negativa de 0,8%.
Hoje, a PRF divulga um balanço das férias de julho. Até a tarde de ontem, a queda de mortes em relação às férias de 2007 estava próxima a 15%.

Segundo a PRF, a queda no número mortes e a estabilidade na quantidade de acidentes e de feridos, contra uma expectativa de aumento nesses três itens, devem ser atribuídas à implantação da lei seca, bem como a diminuição das mortes.

FSP

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: