Exportação de jogadores será recorde em 2008



Exportar jogadores brasileiros nunca foi um negócio tão rentável como nos últimos dois anos. Se em 2007 a venda de atletas para o exterior bateu recorde, atingindo a marca de US$ 222,6 milhões, neste ano o viés é o mesmo. Só em sete transações já concluídas em 2008, os clubes arrecadaram US$ 64,5 milhões. E, segundo um levantamento feito pelo Valor, essa cifra poderá subir para US$ 201 milhões, levando em consideração só as possíveis negociações envolvendo os destaques da primeira divisão do Campeonato Brasileiro deste ano.

Não é à toa que a receita da venda de jogadores representou 53% do faturamento de 2007 do Sport Club Corinthians Paulista e perto de 43% do São Paulo Futebol Clube. Já no caso do Clube de Regatas do Flamengo, a parcela é de 10%, um indício de que time de maior torcida do Brasil não vem revelando grandes atletas nos últimos anos. A média, no entanto, é de 35%.

Historicamente, a venda de atletas e as cotas de televisão são responsáveis por cerca de 50% das receitas dos clubes. “O grande negócio do clube brasileiro é a venda de jogadores para o exterior”, afirma Alvaro Reis Serdeira, agente Fifa há cinco anos e que representa atletas como Fábio Simplício, revelado pelo São Paulo e que hoje defende o Palermo da Itália. “Boa parte da receita vem da comercialização de atletas, porque o marketing ainda é pouco”, reforça o ex-goleiro e hoje agente Fifa Gilmar Rinaldi, que é o empresário do atacante Adriano, da Internazionale de Milão.

Valor/Maurício Capela:

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: