Díficil é ingressar no Supersimples


Levantamento do Ministério da Previdência mostra que existem hoje 570 mil estabelecimentos comercias -como salões de beleza, mercearias, marcenarias -funcionando em áreas ocupadas no Brasil. Como não têm alvará, elas não conseguem registro de micro ou pequena empresa para ingressar no Supersimples, que reduz a carga de tributos que têm de pagar.

O ministério espera resolver a situação até julho, com a aprovação, no Congresso, de lei que permite que um alvará provisório, de dois anos, libere os estabelecimentos para conseguirem o registro. O mesmo projeto prevê que feirantes, camelôs, sacoleiros, pipoqueiros, borracheiros, pedreiros, pintores que ganhem até R$ 36 mil por ano -definidos como microempreendedores -paguem R$ 50 por mês e fiquem isentos de todos os demais impostos.

MBFS

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: