Governo reduz gastos com cartões corporativos


O barulho causado pelo uso indiscriminado do cartão corporativo do governo, que acabou em uma CPI no Congresso, e trouxe grande desgastes para a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pelo menos rendeu um benefício para a administração pública. Levantamento feito pelo Correio indica que, enquanto em 2007 a média mensal de gastos era de R$ 6,3 milhões, em 2008 ela caiu para cerca de R$ 2,8 milhões.

Dados da Controladoria-Geral da União (CGU) apontam uma queda real de 24% nas despesas de fevereiro a maio deste ano, em relação ao mesmo período de 2007. A própria Presidência da República diminuiu o número de servidores autorizados a usar o cartão. Porém, o exemplo da cúpula não foi seguido pela base, como autarquias e escritórios regionais de orgãos públicos.

No ano passado, o governo gastou R$ 76,2 milhões com cartões corporativos, uma média mensal de R$ 6,3 milhões. Em alguns casos, de forma equivocada, como aconteceu com Matilde Ribeiro, então ministra da Secretaria da Igualdade Racial, que pagou aluguéis de carro e fez compras diversas, consideradas irregulares. Matilde pediu demissão depois que o caso veio à tona.

Correio Braziliense

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Trackbacks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: