Sobreviventes de Carajás vão receber pensão


Foi publicada nesta terça-feira (13), no Diário Oficial do Pará, a lei que concede pensões para 22 sobreviventes do Massacre de Eldorado dos Carajás, que ocorreu em abril de 1996, e também para familiares de dois meninos emasculados em Altamira, no oeste do Pará, entre 1989 e 1993.

O Massacre de Eldorado dos Carajás ocorreu em 17 de abril de 1996 no município de Eldorado dos Carajás, no sul do Pará. No total, 19 pessoas foram mortos pela polícia.

O confronto ocorreu quando 1.500 sem-terra que estavam acampados na região decidiram fazer uma marcha em protesto contra a demora da desapropriação de terras na rodovia PA-150. A Polícia Militar foi encarregada de tirá-los do local. Além de bombas de gás lacrimogêneo, os policiais atiraram contra os manifestantes.

No outro caso, 19 garotos foram emasculados em rituais de magia negra. Oito sobreviveram e os outros foram assassinados ou estão desaparecidos.

Os dois casos tiveram repercussão internacional e foram denunciados à Organização dos Estados Americanos, a OEA. O valor das pensões, nos dois casos, é de R$ 415 por mês.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: