Hillary vai declarar apoio a Obama


Aliados próximos da senadora Hillary Clinton afirmaram que a ex-primeira-dama deve reconhecer, neste sábado (7), sua derrota nas prévias do Partido Democrata e declarar apoio ao também senador Barack Obama, que representará o partido na eleição presidencial dos Estados Unidos, marcada para 4 de novembro.

A decisão de Hillary foi confirmada em uma carta divulga por sua campanha, no qual os auxiliares afirmavam que a senadora participará de um evento em Washington, no sábado, “para agradecer a seus eleitores e expressar apoio ao senador Obama e à unidade do partido”.

Hillary, tomou a decisão pressionada pelo partido. Durante a quarta-feira, muitos de seus aliados e membros influentes do Partido Democrata pediram a ex-primeira-dama para desistir logo, permitindo assim que o partido se junte novamente para apoiar Obama na disputa com o republicano John McCain.

Durante as prévias, a luta ferrenha de Hillary para obter a nomeação causou temores nos democratas de que o partido, rachado, não conseguiria se opor a McCain. A solução, avaliam analistas e os próprios integrantes do partido, é o apoio de Hillary a Obama o mais rápido possível.

Hillary vice?

Durante a campanha, Hillary e Obama, e seus aliados, tiveram momentos tensos. Comentários racistas e sexistas derrubaram integrantes das duas campanhas, mas há uma grande chance de que tudo isso seja deixado para trás nas próximas semanas, para que Obama e Hillary estejam juntos na cédula que os americanos preencherão em 4 de novembro – ele como candidato a presidente e ela como vice.

Essa parceria, no entanto, ainda é apenas uma possibilidade. Para Obama, ter Hillary ao seu lado representaria a chance de amealhar dezenas de votos entre os operários brancos, classe na qual ele teve problemas nas prévias, mas também o faria ter como vice-presidente uma sombra, que tentou tirá-lo da disputa pela presidência por mais de um ano.

Hillary também não tem certeza se a parceria seria a melhor opção para seu futuro político. Caso Obama seja derrotado por McCain, de 71 anos, isso viabilizaria imediatamente Hillary como candidata democrata nas eleições de 2012, quando o republicano já terá 75 anos.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: