Presídios: 200 detentos a mais por dia. RS Lidera


O número impressiona. Os presídios brasileiros recebem por dia 200 novos detentos a mais do que saem. Em um ano, a população carcerária do País praticamente dobrou. Hoje, são 422 mil presos, contra 217 mil que existiam em 2007.

O número chamou a atenção dos deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Sistema Carcerário que investigam em todas as unidades da federação a delicada situação destas pessoas em processo de recuperação.

A superlotação é o mais antigo e um dos principais problemas enfrentados pelo sistema. Existem apenas 245,4 mil vagas, o que representa um déficit de 41%. De acordo com o Departamento Penitenciário (Depen) do Ministério da Justiça, a superlotação no Rio Grande de Sul é a maior.

As 14 mil vagas do sistema gaúcho atendem apenas a 54% das necessidades do Estado. Diante das estatísticas, a CPI acredita que seria preciso no Brasil pelo menos mais 185 mil vagas para oferecer condições básicas de reintegração aos detentos. O que, na opinião dos integrantes da comissão, está longe da realidade.

JB

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Weldon Hage  On dezembro 10, 2009 at am:07 am

    Apesar de criminosos, perigosos, fora da lei, eu questiono que oportunidade essas pessoas teriam tido para serem politicamente corretas? seria justo transformar as unidades prisionais em depositos de pessoas? um acrueldade não justificaria outra pior. Ao meu ver, o Estado tem que encontrar soluções não so para a estruturação de preisidios que se adequem, mas investirem na educação dessas pessoas com um projeto de acompanhamento psicologico e campo. Isso termina sendo mais oneroso pois sempre retornam e o que é pior, a educação hoje no Brazil, não tem formado cidadões de fato, apenas tecnifica e mmassifica e o prejuizo tem retornado ao estado. Ao meu ver, é um poço sem fim, ou o Estado gera mecanismos de recuperação com preisidios mais humanizados ou va ter que conviver com essa realidade em proporções cada vez maior. Sou Filosofo, funcionario publico federal, e gostaria muito de ajudar e me engajar num trabalho desse. Atualmente presto serviço numa Estatal Federal, com pesquisas agronomicas, mas me coloco ao dispor do Estado para atuar em qualquer atividade que tenha um motivo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: