Isto É acusa Maranhão de enriquecimento ilícito


A Associação Nacional de Defesa da Administração e do Erário Públicos, do Meio Ambiente, do Consumidor e do Cidadão da Paraíba (Andar) deverá fazer encaminhamento ao Ministério Público de denúncia contra o senador José Maranhão (PMDB-PB). Tendo como base as declarações de renda apresentadas pelo próprio senador à Justiça Eleitoral, a entidade entende que houve enriquecimento ilícito do parlamentar, que teria aumentado seu patrimônio em cerca de 580% entre 1988, ano em que se elegeu governador da Paraíba, e 2006.

Em 2002, depois de governar a Paraíba por quatro anos, Maranhão se elegeu senador para um mandato que só termina em 2011. Na ocasião, apresentou uma declaração de bens com o patrimônio avaliado em R$ 6,4 milhões. Em 2006, Maranhão voltou a se candidatar ao governo do Estado e acabou derrotado pelo tucano Cássio Cunha Lima. No documento entregue à Justiça Eleitoral, ele afirmou ser o dono de um patrimônio avaliado em R$ 7,4 milhões. “O problema é que, além da enorme variação patrimonial, o senador relaciona ser o proprietário de 28.290 cabeças de gado, não contabilizadas em reais”, afirma Alves Júnior. Segundo ele, se for dado a esse gado o valor de mercado, o patrimônio de José Maranhão saltaria para R$ 35,3 milhões.

O senador afirma que vem de família rica e que seus bens têm origem definida e lícita. Sobre o valor zero dado às quase 30 mil cabeças de gado, Maranhão afirma que não o fez na declaração à Receita porque não havia espaço para declarar o valor, mas que o fato seria corrigido oficialmente.

ISTO É

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • Anônimo  On novembro 30, 2008 at am:32 am

    ladrao cassssssssssssssssssssssssiiiiiiiiiiiiiiioooooooooo

  • Big Fox  On maio 25, 2008 at am:13 am

    Acho estranho esta assiciação. De onde é e quem são os associados? Há outra denúncia feita por ela? É nacional ou da Paraíba? Não será cria do grupo cujo governador etá bi-cassado? Que descaradamente jogou 400.00,00 de um edíficio em JPA, dinheiro para compra de vortos segundo a PF. Que dois dos financiadores foram os mesmos que compraram os títulos da CEHAP, criminosamente vendidos. Há ligação entre estes bandidos e a referida assiciação?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: