Família real brasileira ainda recebe laudêmio


Dom Luiz Gastão de Orleans e Bragança, chefe da Casa Imperial Brasileira, no Palácio do Ipiranga

D.Luiz Gastão de Orleans e Bragança, chefe da Casa Imperial Brasileira, no Palácio do Ipiranga

A família real brasileira voltou a ser manchete com a morte do príncipe Pedro Luiz de Orleans e Bragança, 26 anos, no Airbus da Air France.

E uma velha discussão aflorou, outra vez, sobre privilégios que os descendentes da realeza nacional ainda possuem na velha e imperial Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro.

Talvez apenas os brasileiros mais bem-informados saibam que a família imperial recebe o laudêmio – uma taxa sobre a venda de todos os imóveis da região central de Petrópolis.

nilnewsonline.com

O laudêmio é um tributo que foi instituído pela coroa portuguesa quando as terras coloniais do Brasil pertenciam a Portugal. Ao promover a colonização de nosso país, as terras eram distribuídas a quem quisesse ocupá-las para produção de alimentos, e seus donatários eram conhecidos como foreiros, ou seja, tinham a titularidade dos imóveis, mas pagavam uma taxa – o laudêmio – sempre que se desfaziam da propriedade.

O laudêmio está presente nos dias de hoje nos chamados terrenos de marinha, em algumas propriedades da Igreja Católica e com a família imperial brasileira.

“Só a União tem 542 mil imóveis que podem receber laudêmio”, afirma Paulo Campos, diretor de recursos estratégicos da Secretaria do Patrimônio da União.

Segundo o engenheiro e advogado Francisco Maia Neto, titular da coluna Mercado Imobiliário, publicada quinzenalmente no jornal O Estado de Minas, a União é dona de 30% dessas propriedades, a Igreja Católica possui 60% e os restantes 10% são de particulares e de herdeiros da monarquia.

‘Os terrenos na orla atlântica do Brasil, localizados a 33 metros da maré mais alta, em relação à linha de preamar, que significa o ponto médio das marés observadas durante o ano’, são exemplos para se entender o significado do tributo. A taxa de laudêmio, 5%, é paga à União por quem vende esses terrenos para loteamentos e condomínios. As ilhas também são terrenos de marinha, e quando são vendidas recolhem o laudêmio.

Como a área central de Petrópolis foi uma fazenda de propriedade de Dom Pedro II e hoje é uma área nobre da cidade, seus herdeiros recebem 2,5% sempre que um imóvel nesta região é negociado. Especialistas calculam que cada membro da família real do ramo de Petrópolis receba entre R$ 3 mil e R$ 5 mil mensais com a taxa de laudêmio.

Para a família imperial talvez seja apenas um ‘troco’, mas mostra a generosidade da República brasileira com os descendentes de nossa nobreza real derrubada em 1889.

Blog do Mendelski/ e O Povo

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Angela  On agosto 6, 2014 at am:12 am

    O Vereador Manoel Constantino Presidente da Comissão Especial de Vereadores que trata de Assuntos relacionados ao laudêmio e taxas de foro e ocupação, solicitou uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Santos. Presença da Secretária da União Cassandra Maroni.
    Dia 14/08/2014
    15 horas
    Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, 01 Vila Nova – Santos.
    Sua Presença é muito importante

  • D Pedro II  On junho 19, 2014 at am:24 am

    É engraçado ver como “qualquer um” vira advogado ou perito em historia do Brasil nesses posts! Não sabem nem escrever o proprio idioma direito quanto mais opinar de forma coerente!!!

    • Hitler  On agosto 2, 2014 at pm:23 pm

      Você tambem é um Zé Bundão, Defendendo Portugal

  • Soriano  On junho 18, 2014 at pm:34 pm

    O laudemio e um roubo, pois caracteriza vi tributação, pois já pago IPTU, isso e uma vergonha, paga isso pra beneficiar vagabundos

  • Célia Junqueira  On abril 24, 2014 at pm:33 pm

    Pelo o que eu sei, a lei determina que o laudêmio será cobrado pelo valor do solo e não da área construída dos imóveis, acontece que a Cia Imobiliaria de Petrópolis cobra o laudêmio pela área construída e fazem a avaliação pelo o que eles acham, se você comprova que o valor do imóvel foi vendido por XXX para eles não interessa eles cobram o que querem.

  • Helenna  On abril 5, 2014 at pm:15 pm

    Sabe o que eu acho mais engraçado? Todos nós brasileiros pagamos infinitamente uma conta que foi feita pelos portugueses: a da escravidão no Brasil. Pelo menos essa é a justificativa que o pessoal dos direitos humanos e o governo petista dá para o sistema de cotas. Segundo o Lula, é “uma dívida histórica que temos” com os afrodescendentes. Curioso é que quem comandava o país na época era… a família real portuguesa! Ora, portanto, por tabela, a dívida é deles não? O que temos nós com isso então? Eles deveriam então, utilizar esse dinheiro para pagar indenizações para os afrodescendentes e assim pagar por todos os anos de omissões.

    • clovis rosolem  On abril 19, 2014 at am:32 am

      Helena, entendo sua posição. Mas é preciso estar atento à historia. Foi D. Pedro I que comprou (com dinheiro próprio), a fazenda Córrego Seco, tradicional produtora de café onde depois D. Pedro II construiu o Palácio Imperial de Verão (também às sua expensas). Ao redor do mesmo começou a crescer uma vila (hoje Petrópolis), dentro das terras do Imperador, que nunca cobrou nada por elas, apenas a infiteuta. Trata-se portanto (até hoje) de uma propriedade particular que nunca foi vendida pelos herdeiros. Nada mais justo que recebam por elas. Ou os atuais ocupantes que as compre e pague por elas.

      • André S M Silva  On abril 21, 2014 at pm:19 pm

        Clóvis, se eu partir deste raciocínio, vou ter que me perguntar as fontes deste dinheiro do Príncipe do Império. Se considerarmos que o próprio tráfico de pessoas negras era gerador de renda, pessoas privadas de sua liberdade e obrigadas a trabalhar, então iremos ver que o dinheiro que comprou as terras na verdade levou a força de trabalho (não paga) de muitas pessoas afrodescendentes. Se considerarmos a Lei de hoje, como seria calculado todo o dano material e moral, mais seguros de vidas para os descendentes das pessoas negras mortas?
        Simplemente discordo. Mas entendo que minha opinião e a sua,apenas, não esgotam este debate.

    • Paulo  On junho 10, 2014 at pm:41 pm

      Pura verdade kkkk

      • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:52 pm

        Ate onde sei D Pedro II nunca teve escravos e sempre foi contra a escravidao. Somente nao aboliu a escravatura antes pois nao tinha plenos poderes para tal.
        De onde vinha o dinheiro da monarquia? Estamos falando de um descendente dos Habsburgos, uma das mais tradicionais da Europa! Por si isso ja explica de onde vinha o dinheiro.

    • Celia Taveira Di Nizo  On agosto 9, 2014 at pm:05 pm

      Mas quem libertou os escravos foi a Princesa Isabel.

  • Ferreira  On março 1, 2014 at pm:17 pm

    Isso é uma vergonha!

  • jonny sp  On janeiro 25, 2014 at pm:08 pm

    incrível , ainda tem gente q baba ovo pra família usurpadora !!!! eles tem direito de q ???? tem mais é q devolver todo ouro e prata q roubaram dos índios então ,direito de posse? querem devolver toda terra pros índios??? Aí não né …sei.

    • sujeito  On fevereiro 3, 2014 at pm:39 pm

      É isso aí! Até que enfim alguém lúcido! Já tava pensando que só tinha doido acessando esse post.

    • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:54 pm

      Jonny acho que vc faltou nessa aula, nao eh???
      Vai estudar um pouquinho de historia e pare de romantizar os fatos por favor!

  • Chefyto Cavalcante  On agosto 24, 2013 at pm:09 pm

    Não vejo grandeza em D. Pedro em recusar a grana, pelo contrário ele fez uma jogada como fira os seus antepassados na ocasião da Independencia por exemplo. Ora, abrir mão de um dinheiro que em breve acabaria, enquanto poderia com toda certeza se suster e viver as custas dos tolos brasileiros e suas gerações. Esse pagamento não deixa de ser imoral por ser apoiado por saudosista do que nunca presenciaram como a monarquia. Apresentar motivos de degola da ex-família real são muitos, dentre elas o sistema de escravismo, que como colocastes bem, já existia, mas, nunca no teor de criminalidade e requinte de crueldade que os europeus implantaram. Discordo das intenções da coroa referente ao abolicionismo e isso é evidenciado no pós-abolição e na própria abolição na qual, os negros libertos sairam com a mão na frente e a outra atrás. Na qual os resultados do crime cometido pela coroa reflete fortemente na sociedade atual.
    .negros e índios que tem ainda hoje os piores IDH, além da criminalização desses ao onto do preconceito racial ser tão evidenciado em nossa sociedade. A criação do projeto de nação “democrático racial”, no qual, elaborou-se tais preconceitos, fora as toneladas de ouro e riquezas brasileira que fora extraviada para a coroa portuguesa, o que reconstruiu Lisboa por exemplo. Nós brasileiros não devemos nada à família imperial, eles que deveriam devolver toda a riqueza extraída do Brasil e da África.

  • rondollf  On junho 9, 2013 at am:30 am

    Quando a república oligárquica brasileira foi imposta em 15 de novembro de 1889, ” o povo viu aquilo bestializado” como disse um jornalista da época. Tudo para satisfazer uma elite que queria o poder, e essa republica onerosa, cara e corrupta e inútil, muito mais que os monarcas daquele tempo. O que começou errado convenhamos, poderia somente dar é nessa merda que vemos hoje.

    • sujeito  On junho 9, 2013 at pm:05 pm

      Amigo, que começou errado, ok! Hoje está uma merda ok! Mas quando eu sinto que ha um “ar” de que monarquia seria melhor, sério…dá nojo! E olhe só o argumento: É mais barato! Brincadeira, só pode ser piada! Vejam bem, ainda que fosse mesmo mais barato e que quem assumiu seja pior! O problema é o modelo, e não o sujeito que está lá no governo! E o modelo de monarquia é NOJENTO! E para aqueles que ainda acham que é melhor tenho um recado:
      Vamos voltar a monarquia! Tem um profeta aqui do meu lado acabando de me contar que sou o novo escolhido para governar o Brasil! Ai de quem questionar essa mensagem divina! …. kkkkkk. Acordem seus dinossauros!!!

      • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:03 pm

        Queridao, D Pedro II foi o melhor governante que o Brasil ja teve. Nao interessa que voce nao ache isso, basta ler a biografia dele que vc vai entender. O governo atual sim eh que eh um parasita. Atente-se aos fatos!!!

    • Mauro Nabti  On junho 21, 2013 at pm:26 pm

      Os portugueses tomaram posse dessas terras, dizimaram os índios, escravizaram os negros, destruíram nossa fauna e boa parte da flora nativa. No processo de independência ainda nos cobraram valor altíssimo para a época para nos deixarem ficar livres. E hoje, em pleno século 21, esses parasitas ainda vivem à nossa custa sem precisarem trabalhar?? Nota: parasita não é ofensa, é o nome dado às relações onde um suga o outro sem nada oferecer em troca. É aceito na natureza, mas entre humanos é deplorável!

      • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:59 pm

        Amigo pare de romantizar. Essa historia de que os portugueses mataram os indios, escravisaram os africanos, cortaram as arvores e mataram os ” bichinhos” eh informacao distorcida!

    • Celia Taveira Di Nizo  On agosto 9, 2014 at pm:09 pm

      Afrodescendentes são 87% da população brasileira, portanto, não há falar em preconceito racial neste país. Ou, se concordar, pelo que tenho visto, quem mais critica negro é mulato e quem mais critica gay (outro exemplo) é também homossexual.

  • Almir Ferreira  On março 6, 2013 at pm:11 pm

    Se é de Direito, que assim seja, vejam bem, não estou dizendo amém, e sim, que se cumpra a Lei.

    • sujeito  On junho 9, 2013 at pm:15 pm

      Almir, não estamos dizendo para descumprir a lei, queremos MUDAR a lei! E antes que venha com direito adquirido e tal, quero lembrar que um dia foi permitido ter escravos no Brasil, e não pensamos em direito adquirido dos donos dos escravos, simplesmente a sociedade concorda que é errado, não existe mais escravidão e pronto! As coisas mudam! Que bom quando é pra melhor! Por favor não me venham falar que foi na monarquia que acabou a escravidão e tal, FOI SÓ UM EXEMPLO!

  • Rafael  On fevereiro 19, 2013 at pm:01 pm

    Esse pessoal que defende o pagamento de laudênio a família imperial só pode estar de brincadeira! Quem disse que a terra pertencia a coroa portuguesa? Como receberam esse direito?

    • wes  On junho 30, 2014 at pm:46 pm

      comparam a terra quanto vieram ao Brasil

      • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:44 pm

        Corrija-me se estiver errado mas pelo que sei, a Quinta da Boa Vista foi DOADA, por um brasileiro, para a coroa portuguesa com a vinda de D. Joao ao Brasil.
        E sim, D Pedro II foi o maior governante que o Brasil ja teve.

  • PAULO  On novembro 24, 2012 at pm:47 pm

    VEJA BEM GENTE,TODOS TEMOS DIREITO DE IR E VIR ,CERTO?SEUS ANTESCENDENTES GOVERNARAM NOSSO PAÍS, ESTAO LEMBRADOS DA NOSSA INDEPEDENCIA 7 DE SETEMBRO 1822,ENTAO DEIXES OS CARAS RECEBEREM O QUE LES DERAM DIREITO, VIVAM SUAS VIDAS,SE VS ESSES QUE CRITICAM TIVESSEM NO LUGAR DOS FAVORECIDOS TAMBEM QUERIAM RECEBER OXE

    • Renato  On novembro 25, 2012 at pm:47 pm

      Eu só me pergunto uma coisa… de onde sai essa gente???

    • roberto  On maio 26, 2013 at pm:54 pm

      acho justo enfim contribuiram para o desenvolvimento do Brasil

  • Agno  On novembro 19, 2012 at pm:57 pm

    Viva a monarquia,viva a preguiça, viva as bundas das mulatas, meu acarajé, minha cerveja gelada, meu gingado inzoneiro.

  • saulo  On outubro 31, 2012 at am:32 am

    olha…..quando votei no plebiscito votei para a monarquia….. nao porque acho bonito a pompa e coisa e tal….mas porque com certeza um monarca tera a vida inteira de preparo para o governo e nao esses politicos ai que nao dao continuidade no trabalho de governo. alem do mais me mostre uma monarquia atual que nao tenha sucesso nos indices de desenvolvimento. e uma pena…..a monarquia nao ter ganho. acho que deveria ter outro referendo.

  • Samuel  On setembro 30, 2012 at pm:49 pm

    Como dizia Carlota Joaquina:
    Hijos de la putas, cabrones,etc…
    Dito espanhol, quanto mais se abaixa a cabeça, mais se mostra a bunda.
    Quem já leu algum sobre a família real portuguesa, sabe: que ela viva de
    uma herança amaldiçoada, da mão de obra escrava, da extração de mi –
    nérios, madeira e outros.
    Portugual era apenas entreposto das riquesas, pobre, aliado dos corsá –
    rios inglese( piratas, ladrões e assassinos) e como consequência do go –
    ingles. Pouco dado ao trabalho, etc

  • Luciano  On setembro 11, 2012 at am:43 am

    Como professor de história e tendo trabalhado em quatro Estados do Brasil ( sul, sudeste e centro-oeste, posso afirmar que o Brasil perdeu muito com os dois golpes de Estado ( 1889 e 1964 ). Existem documentos que comprovam a intenção de D.PedroI e José Bonifácio de libertarem os escravos o que não foi permitido pelos senhores fazendeiros. Acredito que o Brasil teria se beneficiado bastante se continuasse sendo uma monarquia, pois pelo menos teríamos estadistas e não aventureiros.

    • renatoel  On setembro 11, 2012 at am:36 am

      Gostaria de saber de onde sai essa gente bitolada! Desisto de argumentar! Em pleno 2012 e tem gente falando em monarquia! Ridículo! Vamos voltar a ter guerras por território, proibir a mulheres de votar… Tem mais alguma sujetão absurda???

      • Francisco Ferreira da Silva  On janeiro 5, 2013 at pm:53 pm

        a relação mulher ,monarquia e voto nunca existiram; a proibição do voto feminino esta relacionada a replublica, haja visto que não se votava na epoca do imperio.

    • Barbosa  On junho 3, 2014 at am:49 am

      Muito bem expressado, sobretudo o ponto “aventureiros”.

    • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:07 pm

      Obrigado Luciano. Muito lucido o seu comentario, concordo plenamente contigo!

    • Celia Taveira Di Nizo  On agosto 9, 2014 at pm:32 pm

      E a república foi proclamada justamente porque a Princesa Isabel libertou os escravos. E em que a república beneficiou os negros e seus descendentes? Rui Barbosa, que era mulato, ainda mandou queimar os documentos que indicavam a origem do grupo étnico ao qual pertencia cada negro brasileiro. O mulato José do Patrocínio, deu apoio à vinda de imigrantes europeus para se miscigenar com os negros e, assim, fossem seus descendentes “branqueados”. O programa que incentivava a vinda de europeus, os mais “albinos” como os prussianos, austríacos, russos, polacos, tchecos, hungaros, ucranianos, suiços, italianos, portugueses e espanhóis setentrionais e, ainda, franceses, suecos e ingleses. Esta política da miscigenação para branqueamento da raça negra prosseguiu durante a república e prossegue até hoje. Dom Pedro quis alforriar os negros e índios (negros da terra), mas foi impedido pelo establishment da época. Além disso, a Princesa Isabel era devota da santa dos escravos Nossa Senhora Aparecida. Fala-se dos bens dos monarcas mas se esquecem dos diversos presidentes da república brasileira que se enriqueceram assustadoramente. Veja-se o atual governo….Os últimos presidentes ficaram riquíssimos e agem como reis absolutistas mas sem reinos e coroas, mas com muito $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Ray  On agosto 30, 2012 at am:40 am

    Srs…
    Os Srs estao esquecendo o direito de propriedade.
    A Cidade de Petropolis, foi construida em terras particulares, pertencente por aquisicao, ou seja compra, por D pedro I, PROPRIEDADE PARTICULAR, Não desapropriada pela propclamação da REPUBLICA, e nao do estado,
    O que os Golpistas ofereceram como idenização a FAMILIA IMPERIAL, Não pelas terras, mas por serviços prestados. foi 40,000 Kg DE OURO, Recusado pelo então destituido do poder DOM PEDRO II, Argumento usado que o BRASIL necessitava mais que a FAMILIA IMPERIAL.
    Preferem que os atuais ocupadores as devolvam aos seus proprietários de direiro, como vários outros casos que tramitam na Justiça brasileira, ou paguem a taxa de LAUDENIO.

    • Marcio Blauth  On janeiro 13, 2013 at am:36 am

      Quem são os proprietários prá vc Ray?

      • Ray  On fevereiro 21, 2013 at am:50 am

        Pesquise sobre a aquisicao da fazenda onde esta localizada Petropolis, pois a mesma era particular e foi adquirida ( comprada ) pela familia imperial, TERRA PARTICULAR ), e nesse terreno se foi construindo moradias, pela familia e outros, porem a propriedade continuou fazendo parte dos bens particular, e nao bens da coroa ou seja nao do estado, com a ida da familia para a europa, esta propriedade continuou senda da familia.
        Existem diversos processos de reitegracao de posse em varios lugares por herdeiros de outras familias,
        existem casos no Brasil de cidades inteiras que foram construidas em terras particulares

    • Luis  On julho 24, 2013 at pm:18 pm

      Em outros reinados derrubados pelo povo, não só os monarcas perderam seus bens, particulares ou não, mas também perderam as cabeças.

  • Wanderson Hudson Saldanha  On agosto 24, 2012 at am:42 am

    A questãio do laudêmio É uma vergonha! A família Real não produz nada para o Brasil, a nação sustenta parasita.

    • Marcio Blauth  On janeiro 13, 2013 at am:37 am

      yes

    • wander monarquista  On setembro 6, 2013 at pm:55 pm

      QUEM FAZ É OS DEPUTADOS OS SENADORES E TODOS OS POLÍTICOS,
      DO NOSSO BRASIL, O PIOR É SERMOS UM POVO SEM UNIÃO, É ASSIM QUE
      OS NOSSOS POLÍTICOS QUEREM QUE SEJAMOS, ESTAMOS DE PARABÉNS,

  • Maria Regina  On agosto 12, 2012 at pm:15 pm

    Legal é ver monarquistas brigando com republicanos. Não sei quem é pior.
    Sem falar dos inúmeros erros de português hein. É tanto ódio da metrópole assim? rsrs
    Bem, eu acho que é natural a maioria defender a república. Somos ensinados a desenvolver o patriotismo desse modo. A república não veio por conta dos ideais de liberdade, fraternidade e igualdaIde. Isso foi uma troca de poder. Exatamente como aconteceu com a Revolução Francesa. Existe exemplos de sistemas republicanos que funcionam e também de sistemas monárquicos. Discutir o que é melhor é a maior perda de tempo galerinha. Vamos pensar assim, quando erámos uma colônia, não tivemos nenhum tipo de autonomia, crescemos como um país marginalizado. Isso não foi culpa da monarquia ou da república. Foi culpa de diversos fatores históricos. Até hoje, negamos o que é Brasileiro e correntes de intelectuais falam que não temos cultura. Exatamente! Que o que temos é só um reflexo da África misturada com a Europa. Nós temos cultura sim! O que precisa no Brasil é assumir a história, erros acertos… É necessário construir um país orgulhoso não apenas de suas práticas efêmeras e supérfluas, mas contexto histórico.

    • volney amorim sena  On setembro 1, 2012 at pm:58 pm

      Estamos discutindo o que é melhor para o nosso país!
      Vc falou no periodo colonial, porém esqueceu de mencionar o periodo imperial, periodo este que foi o mais belo da História do Brasil!

    • Alex Monteiro  On setembro 5, 2012 at pm:43 pm

      Curioso falar sobre erros de português. Vejo vários em sua escrita!

    • Marcio Blauth  On janeiro 13, 2013 at am:48 am

      Cara! Tudo que voce falou é bobagem. Eu sou dono do que eu comprei, tenho escritura e não devo porra nenhuma prá principe nenhum, muito menos prá prefeitura do Rio de Janeiro, prá terrenos de marinha( não confunda com Marinha do Brasil) prá Mitra Metropolitana e muito menos prá familias coroadas pelo império e muito menos agora sustentadas
      pela União., ou seja por nós.

  • volney amorim sena  On julho 8, 2012 at pm:35 pm

    Laudêmioe a República

    O laudêmio é um instituto do Direito Civil. O Direito de Propriedade é vertente na Constituição Brasileira. Dom Pedro II, era brasileiro nato. Sendo assim, constituiu para sua decendência o patrimônio da Corôa. E assim, seus sucessores possuem o direito aos bens de raiz. Chama-se Direito de Sucessão. Ademais, o Marechal Deodoro, derrubou a monarquia com um golpe de Estado. Houve uma demanda judicial, também, como a reinvidicação do Palácio Guanabara que foi construido com recursos da Corôa para residencia da nossa Princesa Isabel. Outros bens foram confiscados pelo Govêrno Provisório. O STF julgou as ações judiciais que arrastaram-se por muitos anos. Exilada, em Paris, a Princesa Isabel solicitou ao Governo Provisório a devolução da escrivaninha onde assinara a Lei Aurea. O pedido foi atendido. Entretanto em presença de João Alfredo, o móvel foi enviado para Paris e chegou com as gavetas arrobadas, bastante danificado pelos republicanos em busca de ouro entre os pertences da princesa. Se o Laudêmio é uma pequena reparação, olhe para a nossa República atual que confisca da mesma forma o nosso dinheiro em forma de PEDÁGIO, PRIVATIZAÇÕES, DESVIO DE RECURSOS, etc. A Familia Real Britânica, é sustentada pelos ingleses sob grande aplauso, como se viu no último casamento do Principe. A rainha é respeitada e aplaudida pelas ruas e a forma de Govêrno sustenta com elegância e prazer dos britânicos em vê-los mantidos em seus direitos legais.

    Vale lembrar que o laudêmio é uma forma de compensar a perda de terras ou imóveis por equívocos do Estado ou invasões das mesmas por outras pessoas. Ele é uma forma alternativa à reintegração de posse em caso de muitas ocupações ou quando equivocadamente regularizadas pelo Estado e não é algo exclusivo da coroa e sim de qualquer cidadão que perca suas terras. Ela nada mais é do que uma taxa que reincide sobre aluguéis e venda de imóveis sobre as terras do antigo titular. A tal ponto que muitas pessoas recebem a taxa (que não é imposto) e a Marinha do Brasil é a maior recebedora de laudêmios do País.

    Sobre os príncipes do Ramo Dinástico de Vassouras, que por um contrato legal feito de má-fé da parte de um dos príncipes do Ramo não Dinástico de Petrópolis, somente o último saiu favorecido e os outros, como herdeiros das terras de D. Pedro II confiscadas pelo governo provisório em Petrópolis, perderam tal direito.

    Outro fato, o chefe da Casa Imperial do Brasil é o príncipe D. Luiz, do Ramo de Vassouras, ramo que não vive do laudêmio sobre as antigas terras de D. Pedro II em Petrópolis.

    • Renato  On julho 10, 2012 at pm:09 pm

      Ufa… isso está me cansando! Vou tentar ser breve, vc falou muito bem tecnicamente! Mas vamos a realidade dura dos fatos:
      Eu n tenho formação em direito, mas sou curioso: Já ouviu falar em “lei em desuso”? Esqueci o termo correto, mas vou chamar de lei em desuso mesmo. Até uns 5 anos atrás, existia (esse é só um dos exemplos) no código civil algo sobre divórcio, tipo, se o homem descobrisse que a mulher não era virem após o casamento, poderia anula-lo sem ônus nenhum, poi ficava subentendid que le foi enganado. Obviamente essa parte da lei, apesar de estar no código em vigor, já não era mais aceita em nenhum órgão do judiciário. O motivo é que estava “desatualizada” não fazia mais sentido, não correspondia a realide em que a sociedade vive. Pois bem, pelo pouco que sei há um crescente entendimeto entre os “juristas” (como disse não sei os termos corretos) de que LEI SERVE O POVO e não o contrário! O que estamos discutindo aki é a MORALIDADE do laudêmio, e não a LEGALIDADE. Pergunte-se: É JUSTO? Se achar que sim, muito bem, nos explique! Mas não venha com esse papo cansativo de direito! É claro que legalmente ainda está valendo, pois se nã fosse nem exiltiria esse blog!!!
      Você disse que esse dieito e acessível a todos os brasileiros, muito bem, duvido que alguém consiga uma indenização como essas! Além de ser vitalícia é ETERNA!!! passa para as gerações infinitamente! É um verdadeiro absurdo!
      E sobre os ingleses… meu amigo, estamos num estado laico! O povo não é obrigado a sustentar marmanjo barbado as custas do suor do povo não! Esse chicote já caiu! Se quer ser católico, ótimo pra vc, mas n me obrigue a sustentar suas crenças com meu dinheiro! Como já disse em outras respostas, se é para nos espelharmos na europa porque não vemos o ex da França? Ops… está meio fora de moda cortar a cabeça dos monarca né… E se aprovássemos uma lei de pena de morte para os descendentes da monarquia??? Que bonito né? Aí estaria escrito em um papel, logo poderíamos fazer…. NAAAAAO não poderiamos porque é IMORAL!
      Pare finalizar: Pra mim quem apóia sustentar família real seja lá de onde for só pode ser enquadrado em 2 categorias: TROUXA DE CARTEIRA ASSINADA, ou … ops… membro da família real… :)

      • volney amorim sena  On julho 10, 2012 at pm:23 pm

        Vamos aos fatos:

        1-O laudêmio está presente nos dias de hoje nos chamados terrenos de marinha, em algumas propriedades da Igreja Católica e com o ramo não dinástico da família imperial brasileira;

        2-Só a União tem 542 mil imóveis que podem receber laudêmio;

        3-A União é dona de 30% dessas propriedades, a Igreja Católica possui 60% e os restantes 10% são de particulares e de herdeiros da monarquia.

        4-Se os descendentes da familia imperial não tiver direito ao laudêmio, logo nem a União, nem a Igreja Católica, nem os particulares, nem a marinha etc. deverá ter. Afinal a lei deve ser para todos!

        É preferivel sustentar uma familia real ou familias de ex-presidentes, ex-vices, presidente e vice da república?
        TROUXA DE CARTEIRA ASSINADA é aquele que prefere sustentar familias de ex-presidentes, ex-vices, presidente e vice da república!

        Me dê bons motivos para que D. Pedro I, D.Pedro II, princesa Isabel e seus descendentes fossem condenados a pena de morte? Se vc me der bons motivos deixo de ser monarquista!

        Se estamos num estado laico, pq os governantes não destroem as imagens católicas ou de qualquer outra religião, localizadas nos espaços públicos?

        .

      • Rafael  On fevereiro 19, 2013 at pm:14 pm

        Renato, concordo planamente com você!

    • renato  On julho 12, 2012 at pm:16 pm

      Ok amigo, antes de demonstrar mais uma vez como eu discordo completamente da sua posição, devo confessar que gostei da sua última resposta (quem recebe laudemio e a quantidade de imóveis). Até que emfim informações claras a respeito do assunto, aliás, tudo que sei sobre isso é o que eu li aki no post.
      Muto bem: 1, 2, 3 e 4- O laudêmio não é exclusividade da família real. Muito interessante, eu não sabia disso. Para mim continua sendo uma “contribuição” (não sei como se chama isso) muuuito estranha e injusta, porque é infinita! Pensões e outros bens ou benefícios são deixados aos herdeiros mas não perpetuamente! é uma geração, depois ACABOU! Esse tipo de MAMATA tem que ter um fim! Parece óbvio que os bens e direitos tem que ter limites, como já disse antes, se foi algo adquirido uma vez porque eram donos das terras, que tal pagarmos laudêmio sobre o Brasil inteiro? os ìndios eram donos muito antes! Caso alguem discorde, por favor, me explique porque isso não é racismo ou discriminação cultural? Portanto sou contra essa forma de taxação seja para quem for, igreja, particulares e monarcas. Mas especialmente estes, caso seja fruto de desapropriações feitas pela coroa.
      Quanto a ex-presidentes e familiares, já expliquei que sou contra a FORMA de pagamento, mas se compararmos, os presidentes são escolhidos pelo povo, então é um pouco menos respugnante. Aliás, por favor… como alguém pode ser a favor da monarquia? Alegar que é porque os políticos são corruptos (e sei que são)!!! em pleno 2012! me explique qual a diferença? POOOOORQUE #$#$%#%¨um monarca seria melhor? Porque foi Deus quem o escolheu pra mandar na gente? Respeito a sua pessoa, mas a opinião, me desculpe, pra mim é um DELÍRIO.
      Quanto a final de sua resposta, creio que não me entendeu bem, o que eu disse, bem claramente em forma de brincadeira e ironia não é que deveríamos matar ninguém, aliás esse costume antigo e ediondo cabe melhor aos monarcas! Parece me que em todos as culturas conhecidas eles tiveram esse péssimo hábito… de cuidar com tortura e morte dos que discordavam de suas idéias. É obvio que eu, nem ninguem sano apoia violência. O que proponho é clareza, razão e igualdade entre as pessoas (Mesmo aqueles que se dizem ESCOLHIDOS DE DEUS).

      • volney amorim sena  On julho 12, 2012 at pm:58 pm

        Também acho o laudêmio muito injusto, mas é lei. E tudo tem quer ser feito dentro da lei. Para isso ter um fim se faz necessário mudá-la!
        Realmente os governantes são escolhidos pelo povo, mas para eles garantirem a governabilidade tem que fazer conchavos com grupos politicos loteando cargos públicos, sem falar nos famosos mensalões. Rui Barbosa já denunciava esta prática nociva desde o
        ínicio da república: “Na monarquia o parlamento era uma casa de fazer estadistas, na república transformou-se em praça de negócio”.

        Sou a favor da monarquia porque:

        1-Numa monarquia, o rei não ganha nada com corrupção, pelo contrário, perde. Não só perde dinheiro, como perde poder. E esses fatores são poderosos motivos para que o monarca se disponha a combater pessoalmente a corrupção.

        2-Já na república, dá-se o inverso. A corrupção é a fonte financiadora das riquezas pessoais e das eleições políticas. Pedir ao político republicano que a combata, é pedi-lo para não se enriquecer e não conseguir o dinheiro que ele precisará para financiar a próxima eleição. Apostar que o fim da corrupção se dará no sistema republicano é pura ingenuidade!

        Quero acrescentar que no ponto de vista das ciências políticas “hoje” em dia o modelo Inglês como Japonês (Monarquias) e Sueco estão entre os
        regimes + baratos e estavéis do mundo! Resumindo: As monarquias estão no topo da estabilidade global e no rank em IDH.Bem + baratas q repúblicas!O estado se torna pequeno economizando milhões de doláres,não é por q o chefe de estado se veste bem,temos q discriminar,o chefe de estado (Hereditario) tem sim, poder e influência se tornando um símbolo vivo da nação (trabalha bastante com o primeiro ministro!),corrupção não tem vez nesta forma e sistema de governo (Deve ser pelo chefe de estado ser imparcial e fazer um julgamento igual e não ser filiado a partido algum),+ uma joinha p/ a “monarquia” rsrsrs..Aqui no Brasil, os “guerreiros anônimos”(Ex:Lula) assim como qualquer político,toleram o enriquecimento ilícito,governam para partidos e não para seu povo.Toda essa pompa e rituais da monarquia são para manter e cultivar a cultura e tradição (Além de levar euros e doláres nesses eventos para os cofres públicos) que são essenciais para a indentidade de um povo!Agora é só continuarmos trilhando o caminho da nossa própria destruição. Um resumo do que é um monarca em poucas palavras,”Uma vida inteira de preparo”,isso se resume a essa grande “guerrreira” (Isabel II)! É claro q descarto a hipótese de uma monarquia no Brasil,rsrs(Não temos cultura e tradição,respeito religião e patriotismo suficiente para termos algo tão grandioso aqui),o que nos resta é falar mau e invejar! ;-(

      • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:20 pm

        Renato, D Pedro II foi educado para ser um governante desde que nasceu praticamente. Era culto e educado para assuntos do Estado, falava diversas lingua inclusive Tupi, e assumiu o trono aos 14 anos de idade. Seus gastos pessoais eram baixissimos se formos comparar, nem festas na corte ele fazia. No seu exilo na Europa, ele se recusou a receber pensao do Brasil, pois dizia que ja nao mais servia a patria tao amada, e nao merecia receber por tal. Quando viajava para o exterior ele levava consigo um pacote com terra do brasil para ser enterrado com ele caso morresse.
        Ai vem o Tiririca, ex palhaço que nem sabe falar portugues direito e diz ser politico…

    • Renato  On julho 14, 2012 at pm:24 pm

      … Pessoal, agora é sério! Sinceramente, me preocupa muito ter gente pensando e falndo coisas como essas. Agora vc pegou pesado, sabe por que? QUASE, digo QUASE que vc consegue convencer as pessoas com esses seus argumentos, juro que se eu tivesse 12 anos eu ficaria balançado com suas falácias! Se o povão sem cultura escuta umas coisas desses pode até achar que fazem sentido!
      Primeiro vou falar sobre os defeitos que vc coloca na República, não dá pra discutir sobre a indecência que está nosso país, PORÉM o problema não é o sistema GERAL, e sim os detalhes menores do sistemas eleitoral. como voto obigatório, distribuição de tempo de propaganda e os limites de gastos com campanha, e não a forma democratica em si como vc faz parecer.
      Agora sobre a monarquia: Como já falei antes, o meu título superior é de “Curiosus Saber” (brincadeira), eu não tenho conhecimento de política exterior para discutir muito, mas pelo que sei vu falar: Des de quando esses países que vc falou tem GOVERNANTES monarcas??? Pelo que sei são governados por etes DEMOCRATICAMENTE escolhidos, os monarcas tem funções Muuuuuuuito secudárias, longe de definir políticas públicas, como Saúde, Educação, Distribuição de renda etc…
      E para finalizar, mais uma vez vou deixa minha msg sobre a visão geral que tenho da Monarquia: ABERRÇÃO! ATROCIDADES! SER HUMANO explorando o seu semelhante e o fazendo pensa que é a vontade de Deus!
      … me dá nojo!

      • volney amorim sena  On julho 17, 2012 at am:28 am

        Não estou de falácias, simplesmente estou expondo fatos! Em 122 anos de república quais foram as vitórias? Tivemos só em 110 anos: 9 golpes de estado, 13 ordenamentos constitucionais, 4 assembléias constituintes, o Congresso, em nome da LIBERDADE, foi FECHADO 6 vezes, inclusive pelo primeiro Presidente, Marechal Deodoro da Fonseca.

        Na economia, tínhamos uma moeda forte que era o mil reis, desde 1942 tivemos 8 moedas, a inflação média no império, era 1,58% ao ano, desde o fim do império a inflação chegou a 64,9 quatrilhões de %, tivemos 40 presidentes, se estivesse sido mantida a Monarquia os sucessores de Dom Pedro II, teriam sido apenas 3, gerando grande estabilidade tanto política quanto econômica.

        Vale lembrar que Rui Barbosa, um dos fundadores da república e que redigiu a carta renuncia de D. Pedro II, reconheceu o fracasso republicano ao fazer as seguintes citações: “Na monarquia o parlamento era uma casa de fazer estadistas, na república transformou-se em balcão de negócio”; “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”. Esta foi a obra da república durante toda sua existência!

        Numa monarquia parlamentarista o rei exerce a função de Chefe de Estado e o Primeiro Ministro exerce a função de Chefe de Governo. Caso tenha crise no parlamento, o monarca pode designar e substituir o chefe de governo ,dissolver o Parlamento e convocar novas eleições.

        Vc diz que a monarquia é ABERRÇÃO! ATROCIDADES! SER HUMANO explorando o seu semelhante e o fazendo pensa que é a vontade
        de Deus!

        Vale lembrar que a escravidão era um costume da sociedade da época! Bem antes da chegada dos colonizadores europeus os índios que venciam uma guerra tornavam escravos o grupo derrotado, o mesmo acontecia na África! Existiam ex-escravos que possuiam escravos.

        Os Estados Unidos após sua independência tornou-se uma república e manteve a escravidão por um periodo maior que o Brasil Império!

    • Renato  On julho 17, 2012 at pm:25 pm

      Amigo, seus argumentos continuam sendo falácias, conversa mole, aliás vc está parecendo os político que tanto critica (infelizmente estão assim). Resumindo, você está dando um exemplo, do Brasil império, como se tivesse sido um periodo muuuuito bom e a monarquia tivesse sido uma coisa muito boa. Já na república, foram só coisas ruins! Muto bem, vamos fazer de conta que tudo isso que vc está falando é a mas pura realidade, clara, justa e ao pé da letra da história com ACONTECEU MESMO!
      … Ainda assim não justifica nada! A essencia dessa discussão é a forma de escolher um governante (alguém com a chibata! Rei ou Presidente):
      Opção 1: O povo escolhe! Se for ruim como infelizmente tem sido, pelo menos não há o que reclamar! Se não gostaram, foi vcs que escolheram! Pra corrigir tem que amadurecer a cultura e as escolhas (direito e responsabilidade proporcional)
      Opção 2: Admita que vc é incapaz de saber o que é melhor pra vc (povo) deixe que a igreja escolha alguém, ele vai governar por toda a vida, quando morrer vai deixar pro filho dele, e assim susesivamente…
      Por favor me explique a parte que não estou entendedo disso: O que há de melhor na opção 2 que não estou vendo? Por que raios esse cara que a igreja escolheu vai ser melhor do que o outro? E O MELHOR DE TUDO!: POR QUE O FILHO DELE, QUE DEVERIA SER IGUAL A TODO CLASSE MÉDIA, POBRE, FAVELADO, MENDIGO E QUALQUER PESSOA DA FACE DA TERRA, vai ser melhor do que alguém escolhido? selecionado? O que esse ##$¨%$%&%¨& do herdeiro tem???? Porque nesse caso, NEM a igreja escolheu! Ficou pior ainda! Qualquer %$¨$%&¨%& que nascer vai mandar em todo mundo simplismente pq….. nem sei pq! Pode ser uma ótima pessoa, como um pscicopata! PRONTO! vamos jogar na loteria, roleta russa! Amigo… cai na real Não tá vendo que esse sistema é bom só pra igreja e pro cara que for escolhido rei… Te contaram uma história muito bunitinha… e vc acreditou… MAS VC TÁ SENDO ENGANADO!

      • volney amorim sena  On julho 19, 2012 at am:21 am

        Amigo, o que estou apresentando são fatos e contra fatos não há arqumentos! O que estou falando é a mas pura realidade, clara, justa e ao pé da letra da história com ACONTECEU MESMO, logo só justifica que o sistema monarquico é melhor que o sistema republicano em todos os sentidos.
        Então vamos a forma de escolher um governante:
        Opção 1: O povo escolhe um governante (República presidencialista)! Esse governante para ter maioria no parlamento terá que barganhar cargos com grupos politicos, além de oferecer os famosos mensalões, garantindo assim a governabilidade. Em caso de denúncia de corrupção na base aliada, o referido governante fará de tudo para dificultar as investigações , pois terá receio de perder apoio dos referidos grupos politicos;
        Opção 2: Monarquia parlamentrista – Neste sistema e forma de governo haveriam duas figuras: o Chefe de Estado e o Chefe de Governo. O de Estado seria um monarca, o tatarento do último imperador D. Pedro II e atual Chefe da Casa Imperial do Brasil (D. Luiz de Orleans e Bragança), encarregado de representar a nação e ser árbitro político. O Chefe de Governo seria o primeiro-ministro, encarregado de governar e cuidar dos assuntos administrativos. Este último seria escolhido pelo Congresso e poderia ser demitido a qualquer momento.Caso haja crise no parlamento o monarca, sendo um arbitro imparcial, pois não é vinculado a grupos politicos, intervem e dissolve o referido parlamento, convocando novas eleições.
        Aí está porque a opção 2 é a melhor!
        Obs: A igreja não escolhe o monarca, pois é sabido que D. Pedro I, D. Pedro II não foram escolhidos por ela. A sucessão se dá por hereditariedade, ou seja passa de pai para filho.

    • Marcio Blauth  On janeiro 13, 2013 at am:16 am

      Cara! fiquei abismado com a tua cultura imperial! Vc já pagou laudemio? Ou enfiteuse? Sabe o que é isso? Então para de falar bobagens porque até agora não ardeu no teu rabo. Paga 30 mil reais de “laudemio” e depois vem falar comigo..

    • francisco  On outubro 11, 2013 at am:53 am

      Volney, parabéns pela sua contribuição.

  • mauro  On julho 8, 2012 at pm:54 pm

    Não pagar o devido aos decendentes da familía real brasileira, é o mesmo
    que deixar de honrar qualquer outro compromisso. Pois não foi um benefício
    concedido mas sim um acordo comercial, devido pelas suas propriedades.
    Assim como temos direitos adquiridos e procuramos recebe-los porquê não
    pagar os devidos??

    • Renato  On julho 8, 2012 at pm:40 pm

      Perfeito amigo, estou indo agora mesmo fazer um acordo comercial desses, para receber pelo resto da vida (e meus descendentes) por um imóvel que não é mais meu. Aliás, sabe me informar onde eu faço isso? … OOOoooops… esqueci, esse tipo de “negócio” não existe! Só se vc for da família real! Eis a diferença que vc queria saber!
      O que estamos questionando aqui não é sobre pagar algo devido, e sim se isso É ou NÃO é DEVIDO! Sobre esses direitos super especiais que gente que não gosta de trabalhar procura, tipo privílégo de políticos e outras classes que vivem procurando um meio de sugar o que é dos outros sem trabalhar.

  • volney amorim sena  On julho 7, 2012 at am:03 am

    Quem recebe o laudêmio é o ramo não dinástico, que é da cidade de Petropólis. O ramo dinástico, que é da cidade de Vassouras, o mesmo que pertence Dom Luiz de Orleans e Bragança, não recebe um centavo do referido laudêmio.

  • johne  On junho 15, 2012 at am:08 am

    Algumas pessoas pedem respeito a familia real mas não pedem respeito deles conosco.Talvez muitos achem pouco dar o dinheiro para eles(laudemismo)mas eu fico me perguntando as vezes será que é gratificante trabalhar e da o dinheiro para eles usufruir do bom e do melhor enquanto eu levo a vida a baixo da linha de simples na carencia de luxo?pois é a minha renda as vezes não é capaz de suprir minhas necessidade e eu não sou jeová com todo respeito mas não faço milagres mas sem perceber eles ocorrem e nos pagamos nossa conta e a deles não afirmo que isso é milagre mas tire voçê mesmo suas propias conclusões.”e isso é tudo pessoal”

    • D Pedro II  On julho 1, 2014 at pm:32 pm

      Queridao o seu comentario nao tem fundamento.

  • José Rocha Lima  On maio 7, 2012 at am:11 am

    É um verdadeiro absurdo sustentar rêmoras na sociedade e, consequentemente o ócio. O privilegio assemelha-se a pensão paga a filhos de militares.

    • Sebastião Pinheiro da Silva  On julho 6, 2012 at am:40 am

      E você acha justo indenizar os párias que pretendiam uma idiotadura sindicalista para o Brasil. Opine sem mágoas. As Academias militares estão abertas para todos os brasileiros e brasileiras.

  • Edvaldo Rocha  On fevereiro 18, 2012 at pm:59 pm

    Penso que hoje, os descendentes da família real brasileira não precisam mais desse famigerado imposto(laudêmio) para sobreviverem. Acredito que a extinção desse imposto já não fará mais diferença aos descendentes da família real.Entendo que da mesma forma que a família real não foi abandonada,os índios também não deveriam ter sido abandonados como estão até hoje, pelo os nossos governantes. É inadmissível saber de noticias de mortes de índios causadas pela fome, enquanto temos terras tão produtivas em nosso país com até duas safras por ano. Com relação ao Imperador D Pedro ll, não podemos deixar de reconhecer que foi um grande brasileiro,mesmo sendo descendente de portugueses.

    • Beatriz  On fevereiro 24, 2012 at am:46 am

      “Mesmo sendo descendente de portugueses”? Que ressalva é esta? Você também é, pelo seu nome, e eu sou, e tantos brasileiros somos! Do jeito que você fala, amigo, até parece que os portugueses nascidos em Portugal são de algum modo inferiores àqueles nascidos no Brasil.

  • juraci ferreira  On fevereiro 13, 2012 at am:16 am

    Brasil pobre Brasil, passando de mãos em mãos de ladrões que botam uma faixa presidencial ja prontos para daro golpe e distribuir cargos a outros ladões é uma vergonha,todos os dias é lama pra todo lado e fazendo a festa dos jornais nas emissoras de tv. E ainda tem gente defendendo esta republica suja,sem rumo e sem prumo. VIVA A MONARQUIA DEVOLVAM O PODER AO NOSSO MONARCA.

    • Adriano Silva  On maio 12, 2012 at am:16 am

      Concordo absolutamente meu amigo. O poder tem que está nas mãos de quem tem o direito legal para governar!

      • Renato.  On maio 14, 2012 at am:28 am

        Essa discussão está se enchendo de blá blá blá, e estamos saindo do foco que ao meu ver é o principal. O importante mesmo não é se os monarcas abusavam do poder ou se o governo republicano abusa do poder, mas sim: COMO VAMOS INSTITUIR NOSSO GOVERNO? Pela escolha atravéz do voto e arcar com as consequências, ou vamos dizer: QUERIDO SR PAPA DA IGREJA CATÓLICA, mande alguém para que ele e sua família possam nos governar eternamente com o poder investido por Deus, nós confiamos cegamente em vcs. O que vcs acham?

  • fabio  On janeiro 22, 2012 at am:28 am

    A família “real” defendia os interesses deles próprios. Aí, como há gente boba. Defender os imperadores do Brasil. Que ridículo.

  • andre2andrere  On janeiro 19, 2012 at am:37 am

    deveriam pagar laudemio para os Indios sim ou nao ?

    • Luiz Medeiros  On setembro 26, 2012 at pm:41 pm

      E a gente não paga eles tem educação de graça, saúde de graça, são donos de 10 por cento do território brasileiro e ainda não pagam impostos, e os índios das reservas daqui do meu estado, Rondônia, ainda cobram pedágio pros “homens brancos” explorar o diamante das reservas, sendo q não e muito difícil encontrar índio de hilux no interior do estado. Alem disso eles tem um tipo de imunidade, podem roubar matar estuprar e não são presos

  • Hamiloton  On dezembro 24, 2011 at am:27 am

    a Monarquia e a escravidão é uma aberração social!

  • marcos vinicius  On novembro 25, 2011 at am:02 am

    E eu sou descendente do zumbi, ham agora ta tudo explicado, eu só me ferro….

  • Peulo Castro  On novembro 16, 2011 at pm:07 pm

    Gente !! a verdade é a seguinte, sendo brasileiros ou não , estes imperialistas foram descendentes da corja que vendeu nosso ouro e escravizou seres humanos sejam eles indios ou não e com a benção da igreja católica que em uma carta lei da época ( o que era respeitado por reis católicos a permissão do papa ) sequestrar, matar, conduzir a escravidão e castigar em nome do progresso além pátria. ( Estes reis acreditavam que a autoridade papal era a voz de Deus , Deus manda alguém fazer tudo istoem nome de riqueza banal ?)

  • fabio  On novembro 10, 2011 at pm:21 pm

    E nao deixemos de dizer: a monarquia era mais barata que: deputados, senadores, vereadores, suplentes, acessores, funcionarios da camara, motorista e o sujeito do elevador (nao lembro como escreve) que ganha mais que eu e nao corre os mesmos riscos.

  • fabio  On novembro 10, 2011 at pm:12 pm

    Um povo que nao respeita a propria historia nao merece um futuro digno. Mas que ha macons se doendo aqui ha! (sem acentos: opera mobile).

  • FM  On setembro 17, 2011 at am:34 am

    não querendo parecer pernóstico deve ser esclarecido a principio qual a natureza do que a ‘família real’ recebe. Pelo código civil de 1916 se da a enfiteuse quando:

    Art. 678. Dá-se a enfiteuse, aforamento, ou emprazamento, quando por ato entre vivos, ou de última vontade, o proprietário atribui a outrem o domínio útil do imóvel, pagando a pessoa, que o adquire, e assim se constitui enfiteuta, ao senhorio direto uma pensão, ou foro, anual, certo e invariável.

    Art. 679. O contrato de enfiteuse é perpétuo. A enfiteuse por tempo limitado considera-se arrendamento, e como tal se rege.

    Como o centro da cidade de Petrópolis era de propriedade da família real está tem o direito a enfiteuse. O novo Código Civil não permite mais a existência da enfiteuse porém todos os que já existem se mantem.

    Portando este não foi um presente dos republicanos e não pod ser auterado pelos legisladores atuais.

    • Renato E. de Lima  On setembro 17, 2011 at pm:27 pm

      Não existia meio legal para se fazer reforma agrária, mas criamos isso através de nossa organização democrática. Não exitia a lei “maria da penha” mas por necessidade da sociedade a criamos. Resumindo, A sociedade não serve a Lei, e sim o inverso! Que mudamos o que tiver que ser mudado na Lei, Constituição, código ou o que quer que seja! Aliás, quer dizer que não podemos alterar algo criado por um código de 1916? Faça me o favor! Posso concordar que não seria algo fácil, mas como seres de uma sociedade dinamica é o mínimo que podemos fazer para que nosso sistema seja coerente com a realidade que vivemos! E pela justiça! Se por causa de algo tão antigo, vamos começar a julgar os crimes dos colonizadores contra os índios, que tal? Ou será que a coisa só funciona quando é para os ricos?

  • carlos  On setembro 7, 2011 at am:19 am

    A família ilustre e real sempre se aponderou de benefícios próprios, a lei aúrea só foi assina da por interesse comercial , principalmente na visão de nós negros que viemos dessa herança absurda

  • Renato Evangelista de Lima  On julho 14, 2011 at pm:37 pm

    Tudo bem, não sei que parentesto ou vantagem o Sr. tem com a família real, mas para o povo brasileiro, pouco importa se D. Pedro I, ou Isabel eram “santos” autruístas que se matavam pelas causas populares. Também não me parece que a família real de hoje faz algum trabalho relevante (a ponto de receber esse grande benefício) para o país.
    De nada adiante mostrar que a classe social que acabou com a monarquia era ruim, nem que os políticos de hoje são corruptos. Dizer que tal pessoa é ruim, prova que outra é boa? Creio que não.
    Ok, vamos por partes Sr Milton G. Silva: Vamos voltar o foco da discussão ao que interessa: “a família real merece ou não receber o laudêmio”?
    Por um acaso, os professores de ensino fundamental por exemplo, fazem um trabalho muito mais sofrido que a família real hoje faz pelo Brasil, tentando educar marginais que já vem estragados do lar! E recebem uma miséria, vergonhosa por isso. Não seria mais justo usar esse valor do laudemio para pagar melhor os professores do ensino fundamental dessas cidades, por exemplo?
    E sobre os membros da família real que não recebem laudemio como o Sr. disse, simples: Se a carapuça não serviu, não tem do que se sentirem ofendidos! Os “Carrapatos” são só aqueles que recebem algo que não é justo!
    Obrigado a todos pela atenção, e não deixem de deixar seu comentário.

  • ademir rocha da silva  On junho 20, 2011 at am:15 am

    até quando os srs. senadores e deputados federais vão protelar este tal de laudemio?, sera que estes srs. não tem coragem de encarar este absurdo de frente. assim como outros assuntos de extrema urgencia não são votados, reforma previdenciaria,reforma politica,reforma tributaria, e outras medidas que viriam ajudar na distribuição de renda mais justa, este assunto não é prioridade no congresso nacional; a prioridade lá é a distribuição de cargos, o aumento de salario dos nobres congressistas e coisas e tais. ao povo, cabe esperar e votar de novo nestes parasitas, incompetentes e despreocupados com o rumo que o nosso pais pode tomar.

    • Renato Evangelista de Lima  On junho 20, 2011 at pm:23 pm

      EU, JUNTAMENTE COM 99,99% DA PUPULAÇÃO BRASILEIRA CONCONDAMOS COM VC ADEMIR! ASSINO EM BAIXO, AGORA SÓ FALTA VOTAR EM GENTE NOVA PRA TIRAR OS PARASITAS.

    • Milton G. Silva  On julho 13, 2011 at am:34 am

      Generosidade, ah faça-me mil favores, isto não é nem de longe geneosidade para com esta ilustre família que foi dudemente privada de seu direito de nascimento concedido por Desu de governar este país, derrubaram os Bragança do poder apenas por D. Isabel, a redentora teve coragem de enfrentar a velha elite escravagista desse país e fazer aquilo q considerava correto, libertar os escravos. Como consequência foi tirado de seu pai e do resto de sua família o trono e governo deste ingrato país, pelos mesmos escravagistas que fundaram a repúiblica já nascida corrupta e perdura até hoje. o laudemio não é se não apenas um direito dessa família que é respeitada em tudo o mundo, exceto em seu próprio país!

      • Renato  On setembro 3, 2011 at pm:45 pm

        Me explique por favor Sr. Milton, por acaso é esse mesmo Deus que mandou a monarquia portuguesa e espanhola ROUBAR as terras e ASSASINAR homens, mulherers, crianças indígenas que nadas lhes fizeram? Por acaso quem teria colocado esses povos aqui na américa? Não seria Deus? Será que não tinham mais direito do que os intrusos ao Laudemio? Meu amigo Se for isso mesmo que vc está falando, sinto muito porque esse papo de Justificar a opressão e tudo de ruim que já fizeram na história PORQUE É A VONTADE DE DEUS!… isso tá meio fora de moda viu? Os trouxas que acreditavam nisso foram todos extintos… e aliás axo que foram extintos pelos opressores carlatões que declaram esse negócio de “VONTADE DE DEUS”.

      • carlos  On setembro 7, 2011 at am:24 am

        Quando algum governante recebe algum benefício visando seu próprio égo,jamais iram lutar contra a própria causa correndo o risco de perde-lo, concordo com vc meu caro isso é um absurdo.

  • QUEIROZ  On maio 28, 2011 at am:39 am

    GOSTARIA DE PEDIR MAIS RESPEITO AO SE REFERIR A FAMILIA REAL BRASILEIRA. “EM MEMORIA DE DOM PEDRO II” ALEM DE TER CIDO O NOSSO ULTIMO IMPERADOR ELE FEZ MUITO PELO BRASIL E ACIMA DE TUDO ERA UM PATRIOTA E SEU TRONO FOI TROMADO COM UM GOLPE DE ESTADO PELO MARECHAL THEODORO DA FONCECA NAO OUVE UMA ACLAMAÇAO POPULAR. O POVO AMAVA O SEU IMPERADOR E TODOS QUE CONHECECE DE HISTORIA TAMBEM OS AMÃO POR SUA VISAO DE FUTURO ERA UM HOMEN QUE ESTAVA A FRENTE DE SEU TEMPO.
    GOSTARIA DE FRIZAR TAMBEM QUE A PIOR COISA QUE PODERIA TER ACONTECIDO COM O BRASIL FOI SE TORNAR REPUBLICA PORQUE?
    POUCOS SABEM MAS NA EPOCA DE DOM PEDRO II AVIA MUITA LIBERDADE DE IMPRENSA AVIA UM PARLAMENTO COMO NA IMGLATERRA HOGE OU SUECIA AVIA DEMOCRACIA NAQUELA EPOCA O BRASIL ERA CONCIDERADO COMO HOGE SE CHAMA 1° MUNDO POIS SE EMJQUADRAVA
    NO GRUPO.QUANDO OUVE O GOLPE UMA DAS PRIMEIRAS MEDIDAS DO “PRESIDENTE” FOI FECHAR O PARLAMENTO E MUITOS OUTROE ABSURDOS DESDE ENTÃO O BRASIL FOI VIVENDO POR PERIODOS DE TURBULENCIA POLITICA GOLPES DE ESTADO ATE A RETOMADA DA DEMOCRACIA NA DECADA DE 80.
    BOM OQUE EU QUERO DISER COM ISSO GOVERNOS VEM E VAO E O BRASIL SOFREU MUITO POR FALTA DE DE ALGUEM QUE COMO DOM PEDRO II UM REI OU RAINHA PARA MANTER OS INTERECES DA NAÇAO
    E NAO PROGETOS DE GOVERNO FEITO POR UM GOVERNANTE E ABANDONADO POR OUTRO ISSO FOI O GRANDE ERRO DO BRASIL.
    HOJE QUAL O PROBLEMA DE DAR O LAUDEMIO A FAMILIA REAL
    BRASILEIRA PELOMENOS A GENTE SABE PRA ONDE VAI O DINHEIRO
    ACHO QUE E JUSTO.

    OBs. OBRIGADO A TODOS QUE TIVERAO PACIENCIA DE LER MEU COMENTARIO

    • Renato Evangelista de Lima  On junho 1, 2011 at pm:37 pm

      Com relação ao respeito, caro Queiroz, creio que a família real tem tido mais respeito que o que merece, tanto nesse post quanto na sociedade, afinal, ninguém cortou a cabeça de nenhum nobre atualmente, (pelo menos que eu saiba). Entaum, parece-me que estamos tendo muito mais benevolência do que os “nobres” que esquartejaram tiradestes, não acha? Qua aliás eu acho muito correto, essa corja de líderes corruptos que temos hoje, e que incluo a nobreza de antigamente merece ser tratada com o que os direitos humanos preveem, prisão quando criminosos, somente, afinal, nossa sociedade é melhor que nossos governates, não precisamos ser sujos como eles. Isso sim é muito respeitoso. Obrigado.

      • Adriano Silva  On maio 12, 2012 at am:26 am

        Vc ainda acredita nessa lenda do Tiradentes? rsrsrsrs. Ou melhor, invenção republicana!

      • Renato.  On maio 14, 2012 at am:21 am

        Caro Adriano Silva, tenho que confessar que não entendo de História mesmo, mas de ladrão, assim como todo povo brasileiro entendo bem! E infelizmente temos tantas categorias de ladrões que ficamos sem saber por onde começar a “detetizar” .

  • jonnie  On abril 29, 2011 at pm:59 pm

    por mim podiam fazer igual os franceses fizeram , cortar a cabeça de toda familia real…….

  • Thiago  On abril 29, 2011 at pm:44 pm

    Pq assim as imobiliárias conseguem vender por um valor mais alto, só avisando do laudenio qdo já é tarde.. na minha humilde opnião é manipulação de quem vive disso..

  • Marcelo gomes garcia  On abril 21, 2011 at pm:46 pm

    Quero dar meus ao Parabéns o sr.Carlos Oliveira pela lucidez e digno comentário a luz da Historia recente deste pais. Gostaria de pedir: mais respeito, honestidade, e no mínimo cuidado ao falar da pessoa do homem estadista,cientista ,poeta,e BRASILEIRO ; nascido na cidade de sao Sebastião do Rio de Janeiro ;que governou com honestidade e amor esta terra aonde ele nasceu,por longos 49 anos.foi sobre seus ombros grafeis de tenros 14 anos que lhe pesaram a responsabilidade de governar um pais continental sem dei-char que ele se esfacela-se em umas dezenas de republiquetas de bananas como na ocorrido na America Espanhola.Marcelo,um monarquista com muito orgulho.

    • Renato Evangelista de Lima  On abril 25, 2011 at pm:14 pm

      Bem, vamos lá… 1º: Vc falou de Lucidez, dignidade e História. Entaum devo imaginar que quem repudia o autoritarismo, e apoia a democracia, a igualdade dos seres humanos, como a maioria que comenta este post “não tem lucidez”! Bravo! A democracia, os direitos humanos e a civilização moderna são pensamentos Lunáticos! Perfeito! Parabéns pra vc caro colega… ou seria caro carrapato? Ops! Me desculpe, esqueci que Vossa Senhoria (repleta de palavras bonitas para eufemizar atos emporcalhados!)pediu respeito! Que gracinha!
      2ºVc falou em longos 49 anos. Como seira isso? Longos para quem? Para os governados? Pq se for isso eu concordo! Ou para ele? Olha, se for para ele, me explica como alguém que é a autoridade máxima de um país pode achar “longo” o seu mandato? Ora, tinha alguém obrigando ele a ser imperador? Coitadinho n tinha outra opção! Deve ser pq o mercado para Ditadores estava fraco naquela época, não tinha muitos povos brigando para cair na chibata de um mandatário mimado e com o “rei na barriga”.
      3º Seu argumento de que o tal ditador era “Brasileiro” n convence muito, o que importa a nacionalidade de alguém, quando não concordamos com suas atitudes? No caso vc axa que seremos comovidos em relação a quem recebe Laudemio pq são “Brasileiros” tb? Que engraçado não é mesmo? Como já foi dito não são “BRASILEIROS” tb os ìndios? Os moradores das nossas favelas? Os trabalhadores rurais que não conseguem sustento? Não são estes Brasileiros muito mais dignos de receber algo do nosso governo do que descendentes dos opressores monarcas?
      4º Para não ser desonesto, como vc citou tb, sou obrigado a concordar que o Brasil está melhor do que as Republiquetas por vc citadas. Não sei quanto de crédito a família real tem nisto. Mas que a verdade seja dita, se eles contribuíram para que estejamos melhor que nossos visinhos (ainda estamos na merda, mas estamos melhor) merecem o crédito.
      5º Bom, gostaria que fizessem uma plebicito para decidir sobre essa questão do Laudemio, creio que seria como no plebicito do desarmamento: O povo é bobo, mas tb n exagera! Nos temos uma noção mínima de justiça, e por isso o povo Brasileiro sabe que nosso país, com tanta população carente, não pode mais continuar dando esmola pra marmanjo, barbado, filhinho de papai (ou seria filhinho de rei?) pra garantir vida boa sem fazer nada da vida!
      6º … e abaixo aos CARRAPATOS!

      • Milton G. Silva  On julho 13, 2011 at am:06 am

        Para sua informação querido Renato, o que foi dito acima é verdade, pois se D. Pedro I não tivesse proclamado a independência deste país teriamos nos tornados diversos países como a ocorreu com nossos vizinhos, já que esse era um plano tramado pelas cortes portuguesas caso o Brasil viesse mesmo a se separar da metrópole (leia 1822) de Laurentino Gomes e entenderá o processo histórico. è preciso que vc saiba 1º que esta família até hoje defende os interesses deste país, mesmo que sejam desrespeitados por gente como vc jamais fogem ao juramento escrito na constituição de 1824, de serem defensores perpétuos do Brasil. Nem longe são carrapatos, e para informação de vosssa ignorantíssima pessoa, eles não vivem as custas de tal imposto, eles são formados em diversas áreas e os muitos membros da famíla trabalham para ganhar seu sustento, como era o caso de D. Pedro morto em 2009 no acidente da air france. Jamais deve julgar uma família como esta sem antes conhecer sua história real e não apenas pelo que vê nos livros de história da escola que apenas mostram o lado republicano das coisas. E para sua informação também o imperador D. Pedro II e sua filha a Princesa Isabel, eram muito queridos e amados pelo povo brasileiro, não foi este povo que os quis fora do poder, nem ao menos participaram desta decisão, mas sim a elite velha e decrépita, escravagista e preconceituosa, que não tolerou ver-se sem a mão de obra escava tão barata e jamais suportariam ver uma mulher subir ao trono, afinal para eles mulheres deveriam ficar em casa cuidando dos filhos. Perderão o trono pq Isabel deu aos escravos o direito de ser cidadãos deste país, claro que não foi sóm ela a lutar por isso, mas seu ato pôs fim de vez a escravidão. E só pra vc saber um pouco mais, entre os planos dela estava implantar no país a reforma agrária para os negros recém-libertados e o sufrágio universal (direito de voto a todos). Bom acho que só isto já lhe dá um entendimento melhor das coisas, poderia falar-lhe mais, principalmente sobre a corrupção que asola a república desde o início, mas acho que isso ficará para outro momento!

  • Josue  On março 10, 2011 at pm:15 pm

    Pela minha ótica, o valor recolhido em função do laudemio, deveria ser repassado 50% para a marinha, e os 50% restantes, para as tribos indígenas, sendo que, desses 50%, 40%, divididos proporcionalmente, para as tribos mais necessitadas, porém, esta proporcionalidade, devendo ser usada de forma justa, coerente e fiscalizada por órgão federal, sem ingerência de político algum.

  • luciane  On janeiro 24, 2011 at pm:24 pm

    Acho que a família real deveria repassar o dinheiro arrecadado do laudêmio para os ìndios, que eram os verdadeiros donos dessa terra.

    • Ray  On agosto 30, 2012 at am:01 am

      Mas quais indios, qual tribo tinha a posse no ano 0001 DC, ou seja quando JESUS nasceu, ou melhor quem sao os primeiros donos do Brasil, os Homus-sapiens, Fenicios, quem foram realmente os primeiros ccupantes e ( donos )destas terras.

  • Renato Evangelista de Lima  On setembro 27, 2010 at pm:50 pm

    Bom, vamos ver se consigo resumir o que o Carlos Oliveira disse: Tem uma manada de Ladrões sangue-suga da pior laia roubando o dinheiro do povo no executivo e legislativo. Então pq nos preocupar com esses poucos e pequeninos sangue-suga de petrópolis e do rio (com o laudenio).
    Será que eu entendi direito? Já que tem muitos ladrões nos roubando por todos os lados, vamos deixar o pessoal da família real morder essa pequena fatia! Pô, coitadinhos né? Deixa eles… que inplicância!
    Alguém mais concorda comigo?
    É claro que é uma pequena coisa que isso que estamos falando comparado aos políticos de hoje, mas do que esse post está falando mesmo? não é do Laudenio? Entaum vamos falar dele hora bolas!!!
    Á, e só para lembrar: #%¨(_&$@#@# !!!!! se o bisavô da família do cara era um bom “imperador” e daí? por causa disso todos os dessendentes dele vão viver eternamente como carrapatos? N podem trabalhar? São melhores que os outros?
    Pq se for assim, vamos processar os decendentes dos bandeirantes, que violaram os direitos dos índios, mataram, roubaram exterminaram sem falar nas imoralidades com as índias, com as crianças…
    E os decendentes dos escravos? Será que não tiveram pelo menos uns mil escravos que mereciam reverencia, e admiração que esse dito imperador santinho descrito por vc Carlos?
    Acorda povo Brasileiro, Basta a opressão!

    • Emerson  On setembro 11, 2012 at pm:14 pm

      Então porque não tirar os salários de governadores que recebem mesmo depois de seu mandato?Porque não fazer o mesmo com os presidentes?Voce só tem implicancia infantil com essa questão

  • manoel carlos do nascimento silva  On agosto 27, 2010 at pm:57 pm

    A fazenda pertencia a um membro da família Real e portanto eo descendentes recebem de forma legal o laudêmio.
    A lei é para todos, e ão há porque negar ou acusa a família Real o dito imposto. A postura do glog é de total desinformação e de puro tendenciosismo em relação aos inúmeros membros da família Imperial Brasileira que tanto fizeram pelo Brasil.

    • Renato Evangelista de Lima  On janeiro 26, 2011 at am:39 am

      Realmente manoel, que tal nós pagarmos o laudêmio para os descendentes do índios entaum? como dito antes? só que tem que ser pelo país inteiro correto?… é pra cabar mesmo! “que tanto fizeram por este país!!!” o que fizeram mesmo? saquearam? extorquiram? mataram índios? roubaram terras? tem mais alguma coisa que eu esqueci? se tiver por favor não me deixem mentir! Basta aos carrapatos!

      • Adriano Silva  On maio 12, 2012 at am:32 am

        Os colonizadores fizeram o que vc falou. Não os imperadores!!! Não confunda a História.

    • Kharstagir  On setembro 2, 2011 at pm:17 pm

      O senhor disse bem, as terras pertenciam a familia real, não pertencem mais. Defender esse imposto é o mesmo que afirmar que alguém continua dono daquilo que vendeu. É como se eu quisesse cobrar uma porcentagem de uma casa que foi vendida por meu avô, quando o novo dono a vendesse novamente.

      • Ray  On agosto 30, 2012 at am:04 am

        Eles nao venderam, continuam sendo os donos legais das terras da FAZENDA, onde se construiram a cidade…

  • Renato Evangelista de Lima  On julho 6, 2010 at pm:24 pm

    Não me faltam palavras de baixo calão para expressar meus sentimentos quanto a estes “herdeiros de um regime sangue-suga”. Mas para evitar que meu comentário seja barrado ou engulir tais palavras. Com certeza não só eu, como 99,99 por cento do povo brasileiro, sofrido, explorado, oprimido, injustiçado pelas minorias de classe alta são radical e fervorosamente contra esse roubo escancarado de recursos do país! É absolutamente inaceitável que o país pague para esses herdeiros da monarquia! Seria 1 milhão de vezes mais justo que ELES sim, paguassem para as classes herdeiras da escravidão, da exploração e vítimas do autoritarismo monárquico.
    Resumindo: Onde já se viu tanta pouca vergonha, esses infelizes sugarem o povo até hoje!!!! ACORDA BRASIL! CADE UM POLÍTICO COM DIGNIDADE PARA PEITAR UMA CAMPANHA CONTRA ESSE ABUSO???? Nem que fosse para ganhar votos, pq com serteza os conseguiria, e justamente! Áffff! Basta, cansei.

    • Carlos Oliveira  On setembro 27, 2010 at am:16 am

      Compreendo a revolta do amigo Renato sobre a taxa de laudêmio porém, discordo em parte.

      Concordo com a idéia central do que ele escreveu, idéia esta que seria de proteção ao povo brasileiro quanto a exploração sofrida mas, acredito que o amigo tenha apontado sua “metralhadora giratória” na direção errada.

      Vejamos a história. D. Pedro ao ser “derrubado” do trono rejeitou uma indenização que lhe foi proposta pelos republicanos no valor de 5 mil reis se não me falha a memória dos tempos idos de estudo da matéria em questão, indenização esta que lhe foi oferecida para que refizesse sua vida na Europa ou em qualquer lugar desde que não aqui. D.Pedro não acumullou riquezas para si, apenas a grandeza de sua riqueza moral de obter apenas um pouco de terra do Brasil para lhe servir de travesseiro para repousar sua cabeça em seu sepulcro.

      Vejamos agora o que acontece em Brasília. Um deputado ou Senador exerce seu cargo por menos de 10 anos e já tem direito a aposentadoria especial, com seu vencimento integral acrescida de todas as gratificações recebidas, isto independente da sua idade ou condiçoes de trabalho ou não.

      Um exgovernador, por exemplo, embora não receba a integralidade de seu salário do tempo do exercício se não me engano, continua recebendo uma porcentagem, um “pingado”, como um tipo de gratificação por serviços prestados,e, pior ainda, se ele for eleito para outro cargo público poderá acumular os vencimentos naturalmente.

      Além dos altos salários pagos a senadores e deputados em Brasília estes ganham uma ajuda para moradia, vestuário, combustível, passagens aéreas de 1 classe, escola ou faculdade para os filhos entre algumas que não consigo recordar agora. Calma, ainda não terminou. Caso precisem votar algo em plenário dentro de algum período que seria de ressesso ainda ganham um tipo de “hora extra”, getomou seja lá qual for o nome.

      Mais uma informação que achei curiosa, é que D. Pedro II tinha consigo um caderno onde anotava os nomes de políticos que se envolvessem em falcatruas (verdade, isso não é privilégio de nosso tempo amigos já havia naquela época) e estes estavam fadados a nunca mais exercerem cargos públicos. E hoje? será que ainda é assim??

      Enfim, acredito que a preocupação do amigo seja como tapar um buraco de rato no casco de um navio que bateu em um iceberg, embora eu não seja monarquista não morro de amores pela república mas, creio que devamos nos concentrar e fiscalizar aqueles que votamos nas eleições passadas e nos que votaremos no futuro.

      Nos mais, agradeço aos amigos a oportunidade.

      • Renato  On setembro 3, 2011 at pm:51 pm

        Falou muitas verdades. Mas minha metralhadora giratória tem que ser apontada para um alvo de cada vez, e o que estamos discutindo neste post é o Leudemio, prometo que quando formos falar dos ratos do Legislativo apontarei minha arma para lá, e aliás, precisarei de ajuda pq haja rato pra matar!!!

  • Mário Henrique Sobral  On junho 27, 2010 at pm:31 pm

    Que matéria mais parcial!
    Só na cabeça de pessoas formadas pelo pensamento opressor da república diz uma idiotice dessa: “a generosidade da república” Isso só pode ser brinacadeira. E de mal gosto.
    Mário Henrique.
    Cidadão brasileiro.
    Monarquista.
    Natal – RN

    • Renato  On setembro 3, 2011 at pm:59 pm

      Mário… suas palavras me fizeram refletir muito, sabe que você pode ter razão? Chega desse negócio bobo de repúlica! Vamos parar de escolher nossos líderes! Deixa que a igreja escolha! Afinal a história mesmo nos mostra o quanto foram bons todos esses monarcas maravilhosos, cheios de justiça no coração! que se preocupavam tanto com o povo! Pelo mundo a fora podemos ver quanto homens e mulheres cheios de amor e dedicação que em seus palácios não cessavam de trabalhar e se preocupar com os súditos que pagavam por seus luxos, que diga-se de passagem são poucos luxos, pq os imperadoes e reis não são muito chegados a abastança, vcs sabem né? Eles se preocupam mais se o povo está sadio, educado, e feliz!!! … Fala sério! precisamos aprender algumas coisas com os Franceses além de moda…

      • Gui  On março 20, 2012 at pm:51 pm

        Só se esqueces que na França há uma crescente vontade populacional de retornarem a monarquia … Por que será? ! ? ! …

      • Emerson  On setembro 11, 2012 at pm:16 pm

        Não haveria mudança em bancar uma monarquia que nada faz ou um governo republicano que faz nada.A diferença é que a quantidade de gente pra bancar seria menor não acha?

  • walter carvalho villas  On novembro 23, 2009 at am:44 am

    porque em petrópolis o laudemio deve ser pago pelo comprador e no Rio é pago pelo vendedor. a definição de laudêmio diz que o pagamento é do vendedor porque Petrópolis é diferente????

    • Ray  On agosto 30, 2012 at am:09 am

      Que diferença faz, o dinheiro vai sair do que comprou ( o direiro de uso, e nao a propriedade, pois esta continua sendo sempre do seu legitimo proprietario, o qual é o recebedor do laudenio, sempre, mesmo passando pela mao do que vendeu o dierito de uso da terra do origi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.469 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: