Arquivo do dia: fevereiro 25, 2009

Faith No More anuncia retorno

Uma das principais bandas do final dos anos 80 e início dos 90 está de volta! O Faith No More, que se separou em 1998, anunciou que vai voltar a se reunir para uma série de shows no verão europeu. A boa nova foi anunciada através de comunicado da própria assessoria do vocalista Mike Patton. Em princípio, não há datas agendadas em outros continentes que não a Europa. No entanto, Patton participará do festival Coachella, nos Estados Unidos, em abril, ao lado de seu parceiro Rahzel. Apesar das especulações, o Faith No More não vai se apresentar nesse festival. Ainda não há nada oficialmente confirmado, mas, ao que tudo indica, o guitarrista Jim Martin (que já havia deixado a banda em 1993) não fará parte desse retorno do FNM, por conta de seus outros projetos. As datas dos shows da banda também não foram informadas. Ao mesmo tempo, não há previsão para o lançamento de um disco com músicas inéditas. O single mais importante do Faith No More foi “Epic”, que chegou a nona colocação da parada da Billboard, em 1990. Quem quiser relembrar o show do Faith No More no Rock in Rio de 1991, basta clicar aqui .

Carnaval: Salgueiro é a campeã do Rio

Com enredo sobre a origem do tambor, o Salgueiro venceu na tarde desta quarta-feira (25) o Carnaval carioca, com 399 pontos. Em segundo lugar ficou a Beija-Flor, com um ponto atrás da campeã. Na seqüência vieram Portela, Vila Isabel e Grande Rio.

Nos quesitos alegoria e adereços, fantasias, samba-enredo e comissão de frente, o Salgueiro somou o máximo de notas 10. A vice-campeã Beija-Flor, que em 2008 havia vencido o Carnaval do Rio, somou o máximos de notas 10 nos quesitos fantasias, samba-enredo — o da escola abordou a origem do banho — e conjunto.

A Império Serrano, com 390,70 pontos, cai para o Grupo de Acesso. A escola havia subido para o Grupo Especial neste Carnaval. Na avenida, a Império resgatou samba-enredo de 1976, cantando o fascínio do homem pelo mar.

Única escola penalizada, a Porto da Pedra — que ficou em 10º lugar — perdeu 0,1 ponto devido a um problema no carro abre-alas.

O desfile da campeã
A batida do tambor foi homenageada no desfile do Salgueiro, que apresentou um enredo que empolgou o público na Sapucaí. Além da importância do instrumento no samba, o desfile mostrou batuques usados em festas, músicas e rituais de diferentes povos — fazendo diversas referência em especial aos povos africanos.

Na comissão de frente, homens com o instrumento nas mãos dançaram ao lado de um tambor gigante. O abre-alas apresentou grandes tambores em vermelho e branco, cores oficiais da escola, girando no topo. Bem iluminado, o carro mostrava acrobacias do grupo Intrépida Trupe sobre uma cama elástica.
Um dos usos do tambor apareceu em alas e alegoria que simbolizavam a descoberta de materiais como o tronco para produzir o batuque, nos tempos pré-históricos. No carro “Essência Ritual”, homens das cavernas, tigre, antílope e outros bichos procuravam mostrar o uso de peles de animais para fazer o tambor.

O uso místico por diferentes povos foi aparecendo em seguida, colorindo a avenida em alas como “Xamãs”. Integrantes com chapéus com plumas verdes e laranjas e a “Marcha dos Samurais”, em tons roxos e dourados, lembraram o uso dos tambores no Oriente.

Já para mostrar o tambor nas festas populares, carros sobre o bumba meu boi e o “Batuque nas Ruas” encheram a avenida de cores. Este último teve como destaque o músico Carlinhos Brown.

Além das alegorias, chamaram a atenção a rainha da bateria Viviane Araújo — que também desfila em São Paulo pela Mancha Verde e que arriscou tocar um tamborim (foto ) na Sapucaí — e Sabrina Sato, sambando em frente ao grupo Olodum.

:: Veja o placar final da apuração dos desfile do Grupo Especial do Rio ::

Concurso na Fazenda e no Banco Central

O Ministério do Planejamento autorizou hoje o Ministério da Fazenda e o Banco Central ( foto) a  realizarem concursos públicos nos próximos 180 dias.

As portarias, nº 28 e nº 29, estão na Seção 1 do Diário Oficial da União desta quarta-feira. O concurso para o quadro de pessoal da Fazenda deverá oferecer dois mil cargos, de nível médio, de assistente Técnico-Administrativo. Já para o Banco Central a previsão é de 20 cargos de procurador do Banco Central do Brasil.

A remuneração estabelecida para procurador do BC é de R$ 14.049,53 e o inicial para o cargo de assistente administrativo na Fazenda deverá ser superior a R$ 2 mil.

Os cargos para os dois concursos só poderão ser ocupados com a permissão do Ministério do Planejamento diante de condições orçamentárias e financeiras favoráveis.

No caso das duas mil vagas para o Ministério da Fazenda o provimento dos cargos também está condicionado à existência de vagas na data da nomeação.

Planejamento

Acidente com o Exaltasamba

Colegas de trabalho aguardam na manhã desta quarta-feira (25) a liberação dos três feridos que permaneciam internados após um acidente com ônibus do grupo Exaltasamba, que tombou na terça-feira (24) na Rodovia Régis Bittencourt.

Pelo menos 24 pessoas estavam no ônibus e 12 ficaram feridas no acidente e, a maioria, liberadas no mesmo dia. Entre os que permanecem em observação no Hospital Regional do Vale do Ribeira, em Pariquera-açu, a 214 km de São Paulo, está o vocalista Péricles Oliveira de Farias, de 39 anos, e o produtor Luís Adriano.

O técnico de som, Ardmar Gomes dos Santos, de 39 anos, teve alta por volta das 10h. Entretanto, ele ainda permanecia no hospital. Ele teve lesão em um dos braços. Um carro e integrantes da equipe da banda aguardam no hospital pela saída do trio. Eles devem ser levados para Santo André, no ABC, onde moram.

Acidente

O acidente ocorreu no km 513, região de Cajati, a 230 km de São Paulo, da Rodovia Régis Bittencourt. Com dores lombares, Péricles foi examinado por um ortopedista, fez exames de raio-x e tomografia, de acordo com a assessoria, mas nada de mais grave foi constatado. Os demais feridos passaram pelo Pronto Socorro de Cajati, mas foram encaminhados em seguida para o hospital de Pariquera-açu, também sendo liberados. O acidente foi registrado da delegacia de Cajiti, onde, segundo a polícia civil, o motorista do ônibus prestou depoimento. As informações são de que chovia forte na hora do ocorrido. Em nota publicada no página oficial do grupo na internet, é informado que o tombamento do ônibus ocorreu “em razão da existência de óleo derramado na pista molhada pela chuva”.

Confira a relação de feridos: Carlos Alberto Faria Júnior, José Raimundo Lima, Tiago André Barbosa, Alex Teodoro Ferreira, Arlindma FGomes dos Santos, João Batista de Jesus, Anselmo Malaquias, Luís Alfredo Xavier, Fernando Martins, Péricles Aparecido de Farias, Luís Adriano de Oliveira e Paulo Machado Moraes.

G1

Bancos têm 100 mil carros de inadimplentes

Os bancos brasileiros têm em  estoque  pelo menos 100 mil carros recuperados de clientes inadimplentes, o equivalente à metade das vendas mensais de veículos novos no país, para desovar no mercado de autos usados.

Para evitar retomada, instituições financeiras estendem prazos e negociam perdão de parte de multa e juros atrasados. Maior volume de carros recuperados deve chegar a partir de março devido à demora no processo por tentativas de negociação

Esse estoque é mais um motivo de pressão no segmento de usados, que vive queda sem precedente nos preços e cuja falta de liquidez trava as ações para retomar a venda de carros novos.

Os principais bancos que financiam veículos relatam que o volume de recuperação cresceu de 20% a 30% no início do ano em relação ao que acontecia até setembro. Já leiloeiros e empresas terceirizadas de recuperação veem alta de até 50% no número de veículos que costumava chegar aos pátios.

A retomada não costuma cobrir o valor da dívida financiada devido à depreciação e aos custos envolvidos na recuperação. Do dinheiro arrecadado em leilão, parte cobre a dívida em aberto no banco e o restante volta ao cliente para indenizar as prestações pagas, como define o Código de Defesa do Consumidor.

No Bradesco, o volume financeiro de carros recuperados triplicou no ano passado ficando em R$ 207,5 milhões.  O Banco do Brasil teve recuperação de R$ 20,7 milhões. O Santander/Real, cuja financeira Aymoré é uma das líderes no setor, não diferencia as receitas provenientes de recuperação de veículos e imóveis (que têm a menor inadimplência do mercado), mas reporta um volume retomado de R$ 277,7 milhões.

Outro líder do mercado, o Banco Votorantim, não detalha em seu balanço o crescimento da recuperação, mas os executivos afirmam que se trata de uma das menores do mercado. Itaú e Unibanco ainda não divulgaram resultados.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.448 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: